O Planeta TV

Segundo Sol anda em círculos e fãs questionam a criatividade de JEC

Autor de A Favorita e Avenida Brasil apresenta narrativa de novela das seis.

Por: Jeferson Cardoso

Os protagonistas de Segundo Sol (TV Globo)

Lá se vão quase dois meses de Segundo Sol e... Meus queridos, às vezes, empolgados com as apresentações dos primeiros capítulos, acreditamos que o autor escreverá a melhor obra de sua carreira. Pois bem, não é assim que vejo João Emanuel Carneiro, que é responsável pelo roteiro da atual novela das nove da Globo. De fato, Segundo Sol tem um bom texto e é ágil, mas falta coerência à narrativa e, principalmente, sair do lugar, uma vez que, nota-se que já anda em círculos. Não acho que novela tem a obrigação de ser fiel à realidade, mas é preciso ter pés nos chãos para convencer o público a embarcar na ideia. 

Infelizmente, a história dos protagonistas - Luzia (Giovanna Antonelli) e Beto Falcão (Emílio Dantas) - não convencem. A primeira, fugitiva da polícia, é DJ e se expõe absurdamente. O segundo foi cantor e não é conhecido por ninguém. Em alguns momentos, JEC deixou claro que Beto Falcão foi um cantor fracassado, mas o engraçado é que todo mundo, no universo proposto da novela, é fã dele. Se é fã é porque o conhece, inclusive o rosto. Né? É preciso voar... vírgula! Desde que tenha coerência, convença. Talvez, a falta de convencimento – da aparência física - se dê pelo fato da produção ter usado os mesmos atores para as duas fases.  Já os entrelaces é vacilo mesmo do autor, que já foi mais criativo. Não vou dizer que ele perdeu a mão porque ainda é cedo. Porém, farei um questionamento: “a sinopse de Segundo Sol foi feita para ir ao ar às 21h?”. É muito, muito, muito simples.

Luzia (Giovanna Antonelli), a fugitiva menos discreta da teledramaturgia. Foto: Globo

Todo mundo conhece (ou é fã de) Beto Falcão (Emílio Dantas). Foto: TV Globo

Ser simples não é ser ruim. Segundo Sol teve uma ótima primeira fase. No geral, o primeiro mês foi bom, apesar da simplicidade. Acontece que a história principal começou a andar em círculos. Os núcleos paralelos começaram a ter mais destaques, alguns, inclusive, sendo apresentados. Isso incomoda a quem estava vidrado nos personagens principais e fica com aquela sensação de “capítulo fraco”. Para piorar, JEC resolveu apostar no reencontro do casal de protagonistas, na prorrogação do segundo tempo. Porque, convenhamos, se uma novela que já passou do capítulo de número 30 ainda insistir em romance entre mocinhos é porque não tem história para contar. 

Parece que JEC está segurando a trama para uma virada por volta do capítulo 100. A bobagem de capítulo 100. Novela, hoje em dia, tem que ter virada a cada semana, a cada mês... Foi assim que Gloria Perez, Walcyr Carrasco e Aguinaldo Silva conseguiram emplacar suas últimas novelas. 

Infelizmente, Segundo Sol não terminará redondinha. No ibope, pode ser que consiga algo relevante.  Os 32 pontos acumulados até então, em minha opinião, é muito pela história apresentada. Não chega a ser um fracasso, mas já poderia, facilmente, está beliscando a casa dos 40. 

Apesar dos sucessivos erros da direção, estou gostando da parceria entre JEC e Dennis Carvalho. Não sei se eles estão conversando a mesma língua, mas, eu como telespectador gosto bastante da imagem da novela, bem trabalhada, sem filtros. Falando em erros da direção, alguns são bem amadores e colocam em xeque a qualidade da Globo. Todo dia aparece um personagem conversando no celular, mas com o aparelho desligado. Isso é uma bobagem? Bom, se não ficasse tão nítido, talvez. Mas nada supera aquela barriga explosiva de Luzia na primeira fase, em uma linda homenagem à grávida de Taubaté. Que mico!!!

Bom, que venha o capítulo 100. Ou será que podemos esperar uma reviravolta antes disto?. Uma pena! Que o autor faça valer a pena os últimos capítulos para ser referenciado. 

Aleluia!!!

Não é segredo para ninguém que não curtia a sinopse inicial de O Sétimo Guardião. Há um ano, aqui neste espaço, cheguei a sugerir que Aguinaldo Silva abrisse mão da história. Alguma coisa me incomodava, a história não estava com características do autor e o elenco não estava muito bom. De lá para cá muita coisa aconteceu... O Sétimo Guardião foi adiada e sinopse alterada... O autor abriu mão de gato, de jogadora de futebol, da volta de Nazaré... Santa Clara ouviu minhas preces. O elenco ficou esplêndido e o enredo remete às melhores obras escritas pelo dramaturgo.

Algumas pessoas misturam o realismo fantástico que Aguinaldo Silva escreve com os de Dias Gomes. O Sétimo Guardião lembrará obras como A Indomada, Tieta, Porto dos Milagres... a diferença é que usarão recursos de computação de última geração. Um exemplo simples: a chuva de ouro em Fera Ferida ou as asas do anjo Emanoel em A Indomada, lembram? Agora imaginam vocês essas sequências com recursos tecnológicos de hoje em dia. 

Amo as novelas regionalistas escritas por Aguinaldo Silva. Espero, no entanto, que ele esteja tão inspirado em O Sétimo Guardião como esteve em Império. Vem MAGO!

Estou suspeitando que Aguinaldo Silva resgatará alguns personagens de outras novelas que foram ambientadas em cidades vizinhas de Serro Azul (onde se passará a história de O Sétimo Guardião). Ypiranga Pitiguary (Paulo Betti) e Scarleth (Luiza Tomé), personagens de A Indomada, devem fazer uma participação especial. O autor já usou essa estratégia em outras novelas. Deputado Pitágoras (Ary Fontoura), de A Indomada, andou visitando Portos dos Milagres. A ideia é interessante. Amarei!!!

Capitólio/MG. Cenário de O Sétimo Guardião. Foto: Divulgação.

Pode vingar!

Belíssima, pra mim, é um novelão. Gosto muito desta novela, inclusive depois da morte de Pedro (Henri Castelli). Se Globo tiver paciência, e cortar só que for necessário, o ibope da reprise pode se fixar na casa dos 16/17 pontos, um índice que seria alto para a realidade do Vale a Pena Ver de Novo com seus inúmeros intervalos comerciais.

Final fraco

O último bloco do último capítulo de Apocalipse foi narrado. Uma linda homenagem à Brida, da extinta TV Manchete. O fiasco de ibope, de repercussão, certamente, se deve a carga negativa da novela. 

Por outro lado, As Aventuras de Poliana é, sem dúvida, a melhor opção das 20h30. É solar, humana, divertida, romântica, e com ganchos que prendem você do início ao fim do capítulo... Nunca pensei que Íris Abravanel fosse evoluir tanto como roteirista. 

A próxima das sete...

Deus Salve o Rei é tão ruim, mas tão ruim, que eu já perdi o hábito em assistir novelas das sete. Inicialmente, até defendia esta novela, mas depois que a Globo resolveu mudar tudo, por conta dos números do Ibope, a decepção, para não dizer revolta, tomou conta. 

Apesar dos 25 pontos de audiência, que considero razoável, Deus Salve o Rei é a pior produção da TV Globo na faixa das sete dos últimos tempos. Só não digo que é pior que Geração Brasil porque não vivi (assisti) esse pesadelo. 

Como Deus Salve o Rei é péssima, a gente cria uma expectativa para que sucessora seja, no mínimo, agradável. De O Tempo Não Para eu espero que seja cômica. Novela das sete sem comédia é uó.

Superficial

Não gosto de Orgulho e Paixão. Para mim é uma novela seca, superficial. A narrativa também é fraca e boba. Os personagens não parecem ter vidas próprias. Os romances não convencem. Não tem para quem torcer. A maior frustração, no meu ponto de vista, está na direção. Fred Mayrink não acertou o tom. As cenas de comédia são exageradas, constrangedoras, e mal editadas. 

Vamos ver o que Elizabeth Jhin, com seu Espelho da Vida, irá nos apresentar. Sinto falta de novelões! Que fase!!!!! Não é fácil!.

É isso, estão satisfeitos com Segundo Sol? Os sarcasmos da Laureta ainda não cansaram? JEC daria um ótimo autor de novela das seis? No capítulo 100, o dramaturgo conseguirá virar o jogo? O que esperar de O Sétimo Guardião: uma colcha de retalhos de outras novelas ou um Aguinaldo Silva inspiradíssimo?. E Belíssima, é tudo isso que a Globo afirma ser nas chamadas? Será que a reprise vinga?

Obrigado e até o nosso próximo encontro. ;)



Comentários (41) Postar Comentário

Icaro comentou:

Caramba, Jeff. Hoje vc foi mau. Pesou a mão na crítica. Segundo sol está andando um pouco em círculos, sim, por causa do começo eletrizante. Não dá pra querer que uma novela tenha aquele ritmo do início por oito/nove meses. Calma ae! Acho que o texto ágil, os ganchos, e as ótimas atuações (de todos) são um grande trunfo para novela, não tiram seu mérito, apesar de alguns furinhos de roteiro. Pra mim, Segundo Sol continua gostosa de ver e viciante, mesmo com aqueles capítulos que não focam muito nos protagonistas (o que também é normal). Quanto a Deus salve o Rei, nossa, como vc exagera dizendo que é péssima. Claro, está aquém do que se esperava. A expectativa foi grande. Mas, de novo, calma ae! É uma grande produção, com texto sensível e inteligente. Tem muita coisa por aí pra ser chamada de "péssima". Colocar tudo no mesmo saco compromete tua credibilidade como crítico. Tem que dar uma suavizada nos termos que usa. No mais, concordo com a pieguice que vc apontou em Orgulho e Paixão. Não consigo assistir, parece novela para crianças, apesar do elenco adulto.


Fernando respondeu:

Segundo Sol não tem o mesmo impacto de A regra do jogo, que todo mundo queria saber quem era o PAI DA FACÇÃO e o Brasil parar para saber quem era o PAI DA FACÇÃO, e o JEC foi tão criativo que o PAI DA FACÇÃO foi quem ninguém imaginava, justamente o personagem mais óbvio, que de tão óbvio, todo mundo descartou, apesar da justificativa não ter sido nada crível, novela é novela.


Televisivo comentou:

"Segundo Sol" é boa sim, mas estou sentindo ares de novela das 19h nela.Depois de 2 meses, percebo que alguns personagens estão ficando cansativos demais, Beto Falcão está perdendo espaço, Luzia se expondo demais e a Karola de Deborah Secco, é um erro crasso, horrível escalação, ela está terrível com esses xiados do carioquês dela.
O elenco está massa, de primeira, mas falta a cereja do bolo ainda, dificil de entender o que é.
Ontem a cena da Luzia contando ser mãe do Ícaro, foi ótima, Chay Suede, deu show. Falta alguma conectividade que deixe a trama mais séria, crível.
Lauretão é ótima pela Adriana Esteves, mas já deu com esse lance de correr atrás de Ícaro, não convence. É preciso por a mão na massa, como toda novela do JEC as vilãs fazem.
O excesso de jovens em crise também irrita, a personagem da Lancelotti é maniqueísta demais, irrita. No mais, o texto é ótimo...só acho que falta aquele novelo de tramas costuradas, algo mais aprofundado.
De todo modo, os 32 pontos de média, é bom para os meses iniciais, mas o público já está esperando mais. E eu confio no JEC, ele trará ainda grandes cenas!

Geovana comentou:

Verdade Jeferson, eu também acho um saco essa fixação pelo capitulo 100. Toda novela passa do capitulo 100 desde que novela é novela, que chatice é essa de festejar, colocar o capitulo 100 como algo especial. Palhaçada!
Não acredito no sucesso de Belíssima, não adianta colocar novelão das 9 picotando tudo com intervalo e passando um monte de tesoura. Vai fracassar.
Não tenho boas expectativas para O tempo não para. Me cheira a flop. essas invencionices de congelados, gente estudando isso, lembra Tempos Modernos, Morde e Assopra (com robô humano, que não deu certo). O elenco é cheio de atores famosos, mas sem grande estofo e achei algumas escalações irregular. Nicollas Prates é muito pós adolescente pra ter Cleo Pires (uma mulher madura) 'vilãniando' pra ficar com ele. E Edson Celulari e Christiane Torloni de nono como casal as 7. Mas aguardamos
E também tenho dúvidas sobre realismo fantástico as 9 hoje em dia. Deu certo a anos atras mas hoje não sei. Saramandaia 2013 passou em branco. Mas se tem uma boa história, que me parece que O Sétimo Guardião terá, pode ser que de certo. Afinal o fracasso de muitas novelas é a falta de uma boa história e muitas vezes nem é as invencionices.

Jonas comentou:

Segundo Sol é bem light mesmo. Eu gosto dela, principalmente da Rosa, que tá roubando a novela para ela. O JEC bem que podia dar uma melhorada na história do Beto. Ele tem um sotaque tão gostoso de ouvir e o ator ótimo, não lembra em nada o Rubinho de AFDQ.
Sobre Apocalipse, ela é bem negra mesmo. Novela tem que ser colorida, leve e com ideias otimistas. E ela foi exatamente o oposto... Eu não achei ruim, pois eu gosto de séries e filmes de terror, parecidos com essa temática, porém isso em novela é arriscado e afasta as donas de casa (se esse for o público da Record), e ainda mais com tanta coisa ruim acontecendo no Brasil. O Cidade Alerta já basta! rsrs
E Belíssima quem diria hein? recebendo com 20 dos jogos, só faz derrubar! Depois do estrango que fizeram em Celebridade eu acho é pouco haha!
Deus Salve o Rei não é novela pra dar audiência, sempre soube disso quando vi as chamadas de estreia... É o mesmo exemplo de Apocalipse... Nem se tivesse o texto maravilhoso não ia sair dos 25. Eu não acho ruim, porém minha família detesta haha. Preferem assistir ODM que passou ontem...

Rafa Alvadeamo comentou:

Letícia Colin levando a novela nas costas! Rs
Que atuação!

Cleber Da Silva Nascimento comentou:

Voltou colega, estava esperando uma de seu post . analisando melhor as novelas atuais, começando, segundo Sol- depois da primeira fase , maravilhosa e ótima.a segunda fase broxante e sem entendimento no enredo e nos personagens, tá parecendo que estou assistindo uma novela do Walter negrão ou do Gilberto Braga, devido a direção do Dênis Carvalho. Acho que JEC tá segurando a trama para realizar uma grande reviravoltas no capítulo 100, enquanto a audiência tá se instabilisando nos 30/32, concordo com você , que todos vê os índices abaixo dos 30 e fracasso,e por conta das últimas tramas do horário chegaram facilmente na casa dos 40.e só pra lembrar esse ano temos copa do mundo, eleições são barreiras enorme que equilibra as audiências das TVs abertas,o JEC vai ter que te jogo de cintura para apresentar ótimas viradas para o seu atual folhetim ... Ele teve isso em a favorita é avenida Brasil

Ana Paula comentou:

Hoje em dia faltam novelas com atrizes super estrelas e com beleza cativante, como Natalia do Vale. O fã clube Natalia do Vale de Niterói gostaria muito de ver nossa grande atriz mais presente nas novelas da Rede Globo. Um grande talento que é desperdiçado diariamente. Ai, tão linda. Nem os comerciais de televisão e da Monange estão lembrando dela. E também queremos Paulo Betti (agora temos parceria com o fã clube Paulo Betti de Osasco).


Andrezito respondeu:

O fã Clube de Helena Ranaldi de Pindamonhangaba manda lembranças!



Anônimo respondeu:

Velha e antipática. Estragou a novela das seis.


Telespectador comentou:

Não sou um Hater de Belíssima, mas tenho certeza que essa novela não deve crescer após a Copa, pelo contrário, é mais provável que ela caia. Não achei uma boa ideia reprisar Belíssima sendo que existem novelas bem mais cativantes de assistir do que ela, novelas essas que já deveriam ter voltado para o VPVD como América e Páginas da Vida.

Diogo comentou:

Não gosto de Segundo Sol mas por causa dessa melação em cima do autor, acho exagerado quando a regra do jogo fracassou eu ri tanto kkkk foi muito divertido. Outra coisa ter duas vilãs em novelas não dá certo, como em babilônia, eu sempre gostei da Deborah Secco mas agora ela tá fraca, chata na atuação. Toda novela que a Giovanna Antonelli passa ultimamente não dá muito certo, muitas. O pouco que eu vi do núcleo jovem, dois homens brigando por uma garota de programa é a coisa mais chata do mundo, não há paciência que aguente. Baianos brancos, parece que não é bahia, sotaques forçados que acabam sendo irritantes. Em relação a novela das 7 é chata mesmo, e eu adorava tanto Pega Pega pois era divertida, Deus Salve o Rei parece que está a 500 anos no ar e esqueceram lá, vc liga a TV no horário das sete e é aquela bobagem de montemor todo dia que ninguém entende nada. Estou muito ansioso pela próxima novela de Elizabeth Jhin pois as novelas delas são muito legais.

Edu comentou:

Concordo com tudo, sem tirar nem por....Segundo Sol, Deus Salve o Rei e Orgulho e Paixão são péssimas, bombas e mereciam estar dando muito menos do que estão. Lixos! Que fase!!!!

Veja também