O Planeta TV

Liberdade, Liberdade: mais uma obra prima da Globo às 23h

Novela de Mário Teixeira mostrou a realidade nua e crua do Brasil.

Por: Jeferson Cardoso

Sou apaixonado por Liberdade, Liberdade. Não dava nada por ela. Hoje, considero uma das melhores novelas da faixa das 23h. Mário Teixeira se firmou como autor titular e surpreendeu. Pra mim, essa novela é fantástica desde o primeiro capítulo. Talvez porque seja o tipo de folhetim que me agrada, com muita ação, emoção e reviravoltas. Um folhetim clássico e marcante.

Liberdade teve inúmeros problemas antes de sua estreia, com troca de autor, cenários e até teve capítulos reescritos. Na época, muitos apostavam no fracasso, esquecendo que Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia, faria ajustes que a transformaria num clássico.

No elenco, um show de atuações. Um espetáculo! Mateus Solano, surpreendentemente, brilhou em cena. Duvidei do talento deste artista que, para mim, defende o melhor personagem de sua carreira. Nathalia Dill, Marco Ricca, Andrea Horta, Lilia Cabral, Maitê Proença, Caio Blat, Bruno Ferrari são outros que merecem longos aplausos.

Liberdade foi uma novela ousada, sem muito apelo sexual, e sem didatismo e tão pouco com a pretensão de ser uma obra cultural. O que vimos foi uma novela e não uma aula de História. Apesar de ser de época, Liberdade apresentou abordagens atemporais, como corrupção e o feminismo. A novela mostrou a realidade nua e crua e mostrou o Brasil da forma que ele sempre foi.

Mário Teixeira merece o Oscar pela condução de Liberdade, Liberdade e por proporcionar ao público momentos de tirar o fôlego.

Vivi intensamente Liberdade, Liberdade e sentirei a sua falta. Como telespectador só tenho a agradecer: muito obrigado TV Globo. Que venha Justiça, da fabulosa Manuela Dias.

Vale a Pena Ver de Novo

A novela envolvendo a escolha da substituta de Anjo Mau, no Vale a Pena Ver de Novo, fez a imprensa, no geral, passar vergonha. Enquanto a Globo decidia, muitos afirmavam.

Nem Alma Gêmea, nem Ti-Ti-Ti . A emissora acabou optando por Cheias de Charme.

Uma decisão bem tomada, já que a reprise de Ti Ti Ti não seria legal com A Lei do Amor no ar.  Se bem que isso é uma bobagem, já que boa parte do elenco de A Lei do Amor também poderá ser visto em Cheias de Charme.

Claudia Abreu em cena de Cheias de Charme. Foto: Globo

Haja mesmice! Desde já estou preocupado com a escalação de À Flor da Pele e O Sétimo Guardião.

À espera

Estou animadíssimo com A Lei do Amor. Parece ser uma novela bem dramática. Se Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari conduzirem bem a narrativa, certamente será um sucesso de crítica e de audiência.

No próximo post, trarei as informações sobre a novela, e a sua pré-sinopse.

Eta Fenômeno Bom!

Walcyr Carrasco é um gênio. Eta Mundo Bom é um fenômeno há muito tempo não visto. A novela é ótima e merece todo o sucesso alcançado.

Flavia Alessandra, que início teve sua intepretação comparada a de Alma Gêmea, sem dúvida é a responsável pelos melhores momentos de Eta Mundo Bom.

Em alta, Walcyr pode furar a fila na faixa das 21h. O nome dele pode surgir antes de João Emanuel Carneiro. Se verdade, deve substituir O Sétimo Guardião, de Aguinaldo Silva.

Walcyr, certamente, fará de tudo para atingir maior audiência que seu coleguinha. Rsrsrs

Haja diversão!

Nunca pensei que Haja Coração fosse tão boa quanto Totalmente Demais. É um novelaço.

Sabia que ia gostar, mas não imaginava que fosse tanto. Adoro a Tancinha, de Mariana Ximenes.  Shirley (Sabrina Petraglia) é outra personagem encantadora.

O quarteto Leonora (Ellen Rocche), Rebeca (Malu Mader), Penélope (Carolina Ferraz)  e Dinalda (Renata Augusto) são as mais engraçadas. Gosto muito da parceria entre Beto (João Baldasserini) e Tancinha (Mariana Ximenes), mas não tenho como torcer por eles. A mocinha ama mesmo é o Apollo (Malvino Salvador). E também me divirto com Fedora (Tatá Werneck).

Haja Coração tem situações exageradas, mas divertidas. Isso é bom. É perfeita para o horário das sete.   

Sol Nascente

Substituir um fracasso é fácil, difícil é ocupar o horário de um fenômeno. Walther Negrão terá uma tarefa dificílima pela frente. Particularmente, gosto das novelas dele. São simples e óbvias, porém boas.

Certamente, muitos julgaram a trama pela audiência. Obviamente, Negrão não tem a mesma pegada popular de Walcyr Carrasco e os índices serão menores.  Espero que Sol Nascente (se for boa mesmo) consiga, pelo menos, 23 pontos. 

Programa do Porchat

É engraçada, apesar de desnecessária, a chamada do programa do Fábio Porchat, onde o humorista aparece lamentando ter sido contratado logo pela Record. Kakakakakakakaka

É uma piada que não é positiva para o programa. Apesar de ser uma brincadeira, a impressão que fica é que ele trabalhará insatisfeito. Uma bobagem. Pode ser uma propaganda negativa.

Uma pena que o talk-show será exibido na madrugada. Tomara que seja algo diferente. De mesmices, já basta o The Noite com Danilo Gentili.

Recorde negativo

O programa Xuxa Meneghel está muito mal na Record. Na segunda (1º), marcou apenas 4 pontos na Grande São Paulo. No Painel Nacional de Televisão (PNT) também decepciona com míseros 5/6 pontos.

Os produtores deste programa precisam valorizar os convidados, não a apresentadora. O novo quadro apresentado, chamado de Adivinhoquê, uma espécie de Qual é a Música?, Xuxa, para variar, se fantasiou para dublar músicas. Antes, se caracterizou para uma sátira da novela A Escrava Mãe, anunciada como Xcrava Mãe. Na verdade, a “brincadeira”, no meu ponto de vista, serviu apenas para que a apresentadora aparecesse ao lado de seu namorado. 

Faça-me um favor!

Estratégia

Fofocando, o novo programa do SBT, se manter o formato apresentado na estreia, não vai assustar ninguém. Na fofoca, Leão Lobo e Mamma Bruschetta precisam ser pontuais. As notícias informadas são requentadas ou velhas. Já basta o Vídeo Show com suas reprises de quadros produzidos há dez anos. #Deboche

O programa – uma cópia do Vídeo Show –, porém falando de artistas de outras emissoras, pode até ter vida curta, mas no tempo que durar pode ser utilizado para divulgação de outros programas do SBT, como fizeram com Cúmplices de um Resgate, que à noite bateu seu recorde.  

O lançamento deste programa, na verdade, é uma estratégia de programação do SBT, que empurrou as novelas mexicanas para mais tarde (a partir das 15h15) e indo até 19h45, aterrorizando a produção do Cidade Alerta.

Lenda

E o GfK que prometia acabar com o monopólio do Ibope? Só ajudou o poderoso instituto a expandir a sua pesquisa e começar a divulgar os números do Painel Nacional de Televisão. Obaaaaa!

Tamanho Família

Nas chamadas, Tamanho Família parecia bobo. No ar, o programa não é ruim. É bom, apenas bom. A mensagem é positiva e Marcio Garcia esbanja talento.  Algumas provas são bobas, mas, no geral, vale a pena acompanhar à atração.  

Por Márcio Garcia, que merecia essa oportunidade, torço por mais temporadas. Tamanho Família tem um formato que tem prazo de validade, mas que é válido esporadicamente.

Estranho

Com três novelas pela frente, Aguinaldo Silva agiliza a sinopse de O Sétimo Guardião e deve entregar os primeiros capítulos em janeiro. Aí tem coisa. Enquanto isso ninguém sabe nada sobre O Último Homem, de Thelma Guedes e Duca Rachid. Preocupante.

Eternidade

Velho Chico não acaba nunca. Há quatro meses no ar e parece uma eternidade. Temos ainda dois meses pela frente. Haja paciência. Rsrs. A novela não é ruim, acho até superior à Regra do Jogo, mas ainda mantenho a opinião de que seria uma linda novela das seis.

É isso. Gostaram de Liberdade, Liberdade? Aprovam a reprise de Cheias de Charme? A audiência de Eta Mundo Bom! comprova fracasso de suas antecessoras ou é um fenômeno atípico? O que esperar de Sol Nascente?

Abraços e até o nosso próximo encontro. =D



Publicidade

Comentários (24) Postar Comentário

Nandoaraujo_TV comentou:

Demorou pra postar hein rsrs...
Liberdade liberdade realmente vai deixar saudades, foi maravilhoso acompanhar a saga de Joaquina, ver Mateus Solano brilhar como nunca.
Haja coração pra mim é uma delícia de assistir, é engraçada e a Tata Werneck me surpreendeu está ótima como a Fedora. O Quarteto ancorado por Malu Mader e um achado choro de rir.
ALeiDoAmor tem que vir logo to ansioso por essa novela é apostando alto rs #Medo
Amei a escolha de CheiasDeCharme acho que vai ser sucesso.


Jeferson Cardoso respondeu:

Oi Nando, pois é. Estava viajando e aproveitei para descansar. Rsrs Tatá Werneck, de fato, está ótima. O quarteto, apesar de ser esculachado e um pouco exagerado, é diversíssimo. Não coloco a minha mão no fogo por À Lei do Amor, mas parecer ser um drama daqueles. Vamos aguardar para ver como será conduzida e apresentada. Rsrs


Luis Felipe dos Santos da Rosa comentou:

Liberdade Liberdade foi uma das melhores novelas dessa década, pena que vai acabar agora. Vai deixar saudades!!!


Jeferson Cardoso respondeu:

Concordo com você Luis, é uma das melhores mesmo. =D


Charles comentou:

Liberdade liberdade é realmente uma novela envolvente. Na verdade a globo passa por um bom momento na dramaturgia.. Tudo que vai ao ar desde cedo com Anjo Mau até a novela das 23:00 é digno de ser assistido. Velho Chico foi durante muito tempo uma novela bastante sonolenta , mas melhorou muito nos últimos dias, é uma trama de cenas marcantes, de atuações excelentes como a da cantora e estreante como atriz Lucy Alves , responsável pelos melhores momentos desse folhetim. Pra mim, apesar dos pesares , Velho Chico é a melhor novela das 9 desde Avenida Brasil.


Jeferson Cardoso respondeu:

Charles, Velho Chico - depois de dois/três meses parada - melhorou um pouco, mas ainda é lenta e segue sem ganchos. É complicado. Rsrs


ILoveSerpentes comentou:

Socorrooooo como vc torce por aponcinha, pelo canastra do Malvino Salvador fazendo o mesmo personagem brucutu desde não sei quando. O quarteto qe vc tanto elogiou ai em cima virou esquete de zorra total, perdeu o fio condutor, Haja coração não é pior que Alto astral por causa dos ótimos colaboradores que O Silvio Arrumou, se bem que a novela desce a ladeira. O que foi aquele cosplay de Cinderela com botinha ortopédica kkkk Ja Liberdade, liberdade virou a nova I love Paraisópolis, cheia de situações desnecessárias e sem pé nem cabeça, e o texto do Mario nem é lá essas coisas...


Jeferson Cardoso respondeu:

A atuação de Malvino Salvador pode ser duvidosa, mas a torcida por Apolo é muito grande. Tancinha ama ele, não tem como torcer por Beto. O amor não é correspondido. Rsrs



Jason Bond respondeu:

Convenhamos: o Beto é mau caráter. Ele, com o apoio da Carmela, vive criando situações para separar o casal Apolo e Tancinha. E ainda explora o seu amigo Henrique, jogando o seu serviço nas costas dele. Como alguém pode torcer por um cara tão pilantra?



Pedro respondeu:

Convenhamos: O Apolo é um cara bruto que pensa com os músculos que é brilhantemente interpretado por um canastrão que briga com todos ao redor. Se bem que o cara acima falou esteja totalmente certo, não existe um triângulo amoroso em Haja Coração, há um casal e uma ponta jogando sujo pra separar. Talvez isso seja um dos erros principais de narrativa de Haja Coração. Há uma clara tentativa de obter o mesmo formato de triângulo amoroso da novela anterior que o autor tenta impor, mas apela pra elementos de folhetim bruto pra fazer isso. Ele meio que deixa implícito que rolará Apolo e Tancinha no final, não é à toa as cenas do casal excessivamente repetidas. É melhor se conformar mesmo. Sei lá, vai que o Daniel Ortiz fez essa releitura de Sassaricando porque ficou indignado com a Tancinha com o Beto na versão anterior e queria ela com o Apolo...


Pedro comentou:

Adorei a crítica, Jeferson. Achei bem estratégica a reprise de Cheias de Charme mesmo sendo recente, é um fenômeno de repercussão e de crítica (eu estava bastante feliz com a reprise de TiTiTi, mas Cheias de Charme quebra muito bem o galho à altura), é óbvio que a reprise terá pelo menos uns 16 de média. Sobre O Sétimo Guardião há dois motivos nas quais há mais informações da trama do Aguinaldo do que da Duca e da Thelma: 1. O Aguinaldo gosta de disponibilizar informações das suas tramas em seu blog, redes sociais e etc. mesmo contrariando a regra de sigilo da Globo, mas ela nem liga pq tudo que o Aguinaldo faz é sucesso e dá ibope; 2. A Globo pediu logo os capítulos de O Sétimo Guardião pra no caso houver um caso de furamento de fila ou de uma nova Babilônia chegar (Que Deus não permita que isso aconteça) pro Aguinaldo entrar em seguida.
A Lei do Amor tem cara de ser novela que o público realmente almeja nesses tempos, provavelmente será a novela de maior repercussão desde Império na Globo, é folhetim puro. Espero que chegue logo a sua próxima crítica com a sua opinião mais concreta sobre a trama, pq do jeito que o ritmo daqui anda, a crítica só vai sair quando a novela já estiver no ar kkkkkk Brincadeiras à parte, estou com muitas expetativas quanto a trama, já que a Maria Adelaide e o Vincent nunca me decepcionaram. Até a próxima.


Jeferson Cardoso respondeu:

Pedro, você tem razão. Vai que aparece uma Babilônia.... Rsrsrsrs Obrigado pelos elogios. =D


Ismael comentou:

Parece que agora realmente as novelas da globo tomaram um rumo. Não sei se vocês perceberam mas depois que Sílvio de Abreu passou a fiscalizar a dramaturgia diária da globo as novelas passaram a deslanchar. Não houve mais nenhum fracasso retumbante, a citar, Além do Horizonte e afins. De lá pra cá sucesso atrás de sucesso. Haja coração, Eta mundo bom, totalmente demais, verdades secretas, sete vidas, A regra do jogo(pra mim foi sucesso... 40 pontos é muito), liberdade liberdade etc. Bom pra ela globo, melhor para nós publico ávido por boas tramas.
P.S.:Acho que a única que desmoronou foi Babilônia mas fazer o que...


Jeferson Cardoso respondeu:

Velho Chico não deu o resultado almejado (de 30 pontos), mas pelo menos evitou a queda e empatou com A Regra do Jogo (28 pontos). É importante destacar que - em São Paulo - não foi vice-líder em nenhum capítulo. #Deboche Silvio de Abreu é mestre!


Juan comentou:

Liberdadde, Liberdade ótima novela sim, mais nos últimos capitulos muito muito mau editada.

Felipe comentou:

Liberdade Liberdade: novela certa, no horário certo e no momento certo. Percebemos que o Brasil de hoje, em alguns aspectos, é parecido com o Brasil da época retratada na novela. Atuações marcantes, cenas memoráveis e abordagens adequadas. Saudades já.
Os teasers de Sol Nascente ja deveriam estar passando, assim como o de Malhação tbm já está no ar. Uma novela mal divulgada é fracasso quase certo.

Fernando comentou:

Jeferson, concordo com tudo! Também vivi intensamente essa tal Liberdade Liberdade, que novela! Intensa, rocambolesca, folhetinesca e cheia do melhor que uma novela pode e deve ter. Aguardo ansiosamente pelo fim de Velho Chico, novela modorrenta e sem contexto. A Globo atingiu novamente seu nirvana.

Lucas B. comentou:

Poxa Jeferson, dai fica difícil te defender. Uma pessoa que fala que Haja Coração um novelão e critica Velho Chico que está belíssima. As pessoas confundem dramaturgia com seriado. Aliás faz bem uma novela como Velho Chico, com imagens tão bela, texto de grande qualidade, realmente coisa fina. Os problemas que a novela enfrentou, como caracterização de personagem, uso de barriga foram ajustadas e de 1,5 mês para cá a novela está ótima. Tanto que os números de audiência melhoraram e para o desespero de muitos vai ter números melhores que A Regra do Jogo. Hoje ambas tem 28 de média, mas Velho Chico ainda tem mais dois meses de exibição e de duas semanas pra cá vem marcando números acima dos 30 pontos, o que fará com que ela termine com 29 pts de média. Haja Coração é ruim de doer e ainda reclamavam de I Love Paraisópolis (deboche). Eta Mundo Bom é um fenômeno, a novela é ótima e como você bem disse é injusto cobrar de Walter Negrão os números do Carrasco. O Apelo é diferente, se ficar entre 22/23 já está de bom tamanho. Gostei de Araguaia e Flor do Caribe, são novelas simples, mas muito boa. Você sabe se Helena Ranaldi está confirmada mesmo na novela da Glória Perez? Adoro ela.


Jeferson Cardoso respondeu:

Lucas, é um questão de gosto. Não acho Velho Chico uma ótima novela, mas é boazinha. Bonitinha, diria. Entendo a sua reclamação quanto a Haja Coração, que é tão esculachada como I Love Paraisópolis. Rsrsrs. Ainda não sei sobre a participação de Helena Ranaldi em À Flor da Pele.



Michel respondeu:

Lucas. Desde que Velho Chico estreou, esse "colunista" sempre malha a novela, ao contrário de outros críticos especializados no assunto. É perseguição mesmo, barata, e sem um mínimo de crítica. Mas enquanto toda semana ele fala mal da novela, a novela manda bem no ibope.


Veja também

Publicidade