O Planeta TV

"Liberdade, Liberdade" é o tipo de novela que falta às 21h

Folhetim surpreende com história marcante e ótimas atuações.

Por: Jeferson Cardoso

Foto: Divulgação/Globo

Os diretores da Globo podem ter dificuldade para entender a instabilidade de audiência de Velho, mas o público não é bobo. O telespectador, de hoje, não tem paciência para cenas de paisagens e lições de moral. Velho Chico é bonita, gostosa de assistir, mas não sai do lugar. É lenta, arrastada, cansativa, moralista e sua narrativa é muito óbvia.

Algumas pessoas dizem que, apesar da lentidão, Velho Chico é superior à Regra do Jogo. Bobagem. Entra aí, o gosto. Você gostar de um estilo não quer dizer que o outro seja ruim. Pra mim, tanto Velho Chico quanto A Regra do Jogo, possuem características que não agradam a maioria. João Emanuel acreditou que o público embarcaria numa novela com jeito de seriado; já Benedito Ruy Barbosa ainda acha que escreve para o público da década de 90.

Velho Chico não precisa de ajustes em perfis de personagens, precisa é de agilidade. A mudança radical de Afrânio (Antonio Fagundes) incomoda, mas já deu. Outra mudança no meio do caminho é tiro no escuro.

A trilha sonora desta novela é linda. É tão boa que faz a gente julgar como linda uma cena boba, como as de Martim (Lee Taylor) perdido entre as fazendas à procura dos avós maternos. Isso me faz lembrar I Love Paraisópolis, que – inicialmente – me iludiu com as canções que enriqueciam os personagens.   

Como conheço o estilo (e narrativas) de Benedito Ruy Barbosa, sei bem o que esperar de Velho Chico. Cada vez mais tenho a convicção que essa novela cairia bem na faixa das 18h.

Enquanto, Velho Chico dá sono, "Liberdade, Liberdade" prende, surpreende, e tira o fôlego às 23h. Sou admirador dessa obra. É muito boa. É o tipo de novela que, no meu ponto de vista, falta às 21.

Uma pena "Liberdade, Liberdade" ser exibida tão tarde. É uma novela – de história interessantíssima e atuações incríveis - que merecia maior destaque na programação de qualquer emissora.

A narrativa de "Liberdade, Liberdade" é ágil (e ótima); o folhetim tem cenas surpreendentes, emocionantes, e com ganchos. O elenco é espetacular, com destaques para as brilhantes atuações de Lília Cabral, Maitê Proença, Andrea Horta, Bruno Ferrari, Marco Ricca e Mateus Solano. A abertura é luxuosa, perfeita.

Vai dar certo?

Com Escrava Mãe confirmada para às 19h30, o que será do Cidade Alerta? A Record saberá lidar com a terceira colação? Marcelo Rezende, daqui a pouco, pega o seu banquinho e vaza de fininho.

Se Escrava Mãe será sucesso, não sei. Penso assim: depende de Haja Coração. Se a história de Daniel Ortiz fisgar, de imediato, o público, as concorrentes da Globo estão lascadas. Para a Record ou SBT conquistarem picos de audiência, a Globo precisa ir mal. É simples.

Pode agradar

Estou curtindo as primeiras chamadas de Haja Coração. Se Daniel Ortiz apostar na comédia e no drama, tem tudo para segurar o público de Totalmente Demais. Mariana Ximenes deve ser a dona da novela. Já Tatá Werneck deve ser julgada por se repetir; resta saber ela buscou ajuda para melhor sua dicção.

É esperar para ver no ar, já que teasers e chamadas apenas servem para criar expectativas.

Novidade, cadê você?

O que a produção de Xuxa Meneghel está esperando para mudar o formato do programa? A atração é muito fraca. Até tem umas boas reportagens, mas no geral...  Uma hora e meia de programa onde se aproveita, no máximo, dez minutos. É impossível assistir ao programa do início ao fim.

A TV é hábito. Xuxa deixou o público se acomodar. Agora, qualquer novidade, terá dificuldade para emplacar. Independente disso, a apresentadora precisa valorizar a própria contratação. A TV vive de números de audiência. Antes, claro, Xuxa precisa empolgar os fãs que são os responsáveis pelos 6 pontos de audiência. Se não fossem nós (os fãs)... Hihihi.

Copiando o vizinho

Celso Portiolli quer vencer Luiz Bacci usando as mesmas armas: chororô e assistencialismo, que mais parecem sensacionalismo? Não faça isso, Celso. Assim fica difícil defendê-lo. Copia o The Voice Kids, é melhor. #Deboche

É isso. Estão curtindo as chamadas de Haja Coração? Velho Chico tem história para disparar na audiência? "Liberdade, Liberdade" faria sucesso às 21h? Obrigado e até ao nosso próximo encontro. =D



Publicidade

Comentários (24) Postar Comentário

marcia comentou:

Concordo com sua exposição e critica em tudo que escreveu, principalmente no que se refere a novela Liberdade Liberdade, a novela e muito boa em todo o seu conjunto, não tenho duvida que seria mais bem repercutida e com maior audiência se fosse exibida as 9 da noite, nas segunda feria que e exibida logo após Velho Chico sempre marca entre 25 e 26 pontos e se fosse uma hora antes chegaria aos 35 ou 36 ponto fácil. Destaco as interpretações da Maitê Proença que está fazendo um dos seus melhores trabalho com a personagem de Dionisia a muito tempo nao interpretava tão bem com um personagem tão gracioso, assim como Marco rica que também está ótimo como mão de Luva.


Marcelo Tosta Nicoli respondeu:

Pode ser que daria esses pontos de audiência sim podem ver que de segunda fica entre 25 ou 26.


Edson comentou:

Novela Lindíssima e bem desenvolvia...Todos do elenco estão ótimo, bem verdade que a Dionísia da Maitê Proença está dando o que falar!


Jeferson Cardoso respondeu:

Edson, estou surpreso com a atuação dela. #NuncaPensei



Escrava Sandy respondeu:

Aonde que Maite Proença é boa atriz? Só consegue se destacar mostrando o corpo (vulgo dona Beija). Liberdade, liberdade não passa emoção, não tem um bom casal, nada pra gente torcer. o único personagem torcicolo é a Virginia, muito por causa da maravilhosa atuação da lilia Cabral. Produção de época e fotografia maravilhosa, mas só isso nem segura novela. Sem falar no texto que é irregular demais!


Júlio Augusto comentou:

Velho Chico não é uma bobagem. Bobagem é esse blábláblá desse colunista louquinho pra afundar a novela, que é superior às três últimas do horário, inclusive Império que foi uma bobagem cheia de caricaturas que terminou com vilã rejuvenescendo abaixo de um véu e um filho matando o pai. Velho Chico precisa de ajustes, mas é linda, e cativante.


Jeferson Cardoso respondeu:

Julio, já disse que Velho Chico é boazinha e bonita. Bobagem, não é? Hahahahahaha! Sou telespectador dessa novela. Sou guerreiro, gosto do texto de Benedito. No entanto, acredito que a maioria dos telespectadores dessa novela não tem paciência para barrigas, enrolações... Você também está à espera de ajustes. Rsrsrs



Marcelo Tosta Nicoli respondeu:

Melhor que Império não acho que seja o povo na rua só falava no comendador. Melhor que Babilônia qualquer uma é. E A Regra do Jogo foi um tiro no pé mais dessas quatro Império é melhor, melhores tramas paralelas, conquistou mais o público e novela é isso !!!



Ana respondeu:

todo mundo falava no comendador? Menos eu e um monte de gente que conheço... Ah sim, falava alguns,... da decepção que tiveram no fim da novela. Morto pelo próprio filho, foi de doer


LUIZ comentou:

Tanto Velho Chico como Liberdade, Liberdade são ótimas e fogem da favelada que se via nas novelas. Aliás, a Globo vive um bom momento na teledramaturgia. Mesmo precisando de pequenos ajustes, Velho Chico é bonita, tem bons atores, e encanta justamente por ser diferente


Júlio Augusto respondeu:

Sim, Velho Chico é linda, e tem audiência superior as duas últimas do horário. Mas parece que a mídia ajuda a destroçar a novela, só porque ela é rural, e porque tem nordestino. No fundo, há um preconceito danado do pessoal com nordestino. Não reconhecem, mas essa é a verdade.



Jeferson Cardoso respondeu:

Luiz, acho que a Globo vive um bom momento graças às novelas das seis e das sete. Algumas cenas de Velho Chico encantam, mas é arrastada e moralista. Às vezes, cansa. Rsrsrs



LUIZ respondeu:

O que cansa é a tua propaganda pra afundar Velho Chico. Já tá enjoando isso. Toda semana é a mesma história...



Jeferson Cardoso respondeu:

Não tenho essa pretensão. Sou telespectador da novela e, apesar da lentidão, gosto dela. É uma linda novela das seis. Rsrsrsrs. Usei o termo "bobagem" de forma errada no texto. Quis dizer - e corrigi - que acredito que o público não tem paciência para cenas de paisagens e lições de moral. =D


Fernando comentou:

Tatá Werneck tem que ser Tatá Werneck, no dia que der a louca de imitar a Marquezine ou a Casadeval aí sim eu posso julgar alguma coisa. Mas enquanto ela for engraçada em cena será ótima! Sobre Liberdade, Liberdade realmente é uma grade novela. Tanto que a cri-critica especialista em chover no molhado sequer fala mal da audiência que nem é grande coisa. O conjunto é muito bom, Andreia Horta nasceu pra essa personagem. Muitos atores, digo, todo elenco está brilhando. Concordo que Velho Chico precisa é de ser ágil, precisa sair dese lama da beira do rio na qual atolou. Enquanto isso na Record, Os Dez Mandamentos atolou foi na lama do rio nilo, ou será que empacou na praia do mar vermelho: #deboche

Rodrigo comentou:

Concordo 100% com tudo que você disse. "Liberdade, Liberdade" é minha novela favorita do momento. Para mim tudo nela é perfeita. É um folhetim clássico que empolga e emociona o público com elementos que hoje faltam nas novelas da 21hrs. Os autores do horário nobre querem copiar os seriados americanos e buscam inovar demais achando que fazendo isso produziram um produto com maior qualidade sendo que novela é novela! Um folhetim bem escrito possui uma qualidade indiscutível, basta assistir às novelas antigas. Os noveleiros de plantão não mudaram, ainda gostamos de novelas, porém com cara de novela.

O erro no programa da Xuxa é de sua produção. Talento todos nós sabemos que ela tem, falta um bom diretor para colocar o programa nos trilhos. Marlene Mattos faz falta nessa hora...

Record vacilou total com Escrava Mãe! Teve a oportunidade de apresentá-la com a onda do sucesso feita por Os Dez Mandamentos e ter fisgado esse mesmo público que já estava conquistado mas como sempre, parece brincar de fazer TV...

"Totalmente Demais" foi totalmente demais! Os autores fizeram bonito e essa trama vai deixar saudades... Estou gostando das chamadas de "Haja Coração". Não entendo porque a Tatá Werneck continua ganhando papel de destaque. Ela é péssima atriz, boa comediante mas péssima atriz. Tem tantas atrizes que fariam melhor. Vai entender, né?


Jeferson Cardoso respondeu:

Rodrigo, você disse tudo!!! "Ainda gostamos de novelas, porém com cara de novela" o/



Jason Bond respondeu:

Tatá Werneck, boa comediante? Sei não...


CIDA comentou:

O problema de Velho Chico é que... tem gente acostumada com pirotecnica, gritaria, esculhambação e gays afetados o tempo todo de mimimi. Tirando isso, a novela é um deslumbre.


Jeferson Cardoso respondeu:

Curuzes! Hahaha!


Irma Alvarez comentou:

Liberdade, Liberdade e Velho Chico são ótimas. Não acho que a segunda seja uma bobagem. Até porque pelo que soube, a novela das nove tem ibope maior que A regra do jogo e Babilônia. Essas sim, bobagens. Império foi boa no começo, com proposta realista, depois virou um mundo meio Dias gomes de ser rs...


Jeferson Cardoso respondeu:

É verdade, pelo menos Velho Chico não marca 19 pontos e não é vice. Rsrs


marcia comentou:

Acredito que nos últimos anos só deram personagens ruins a Maitê......, mas ela arrasou como dona Beija, Como Helena, como Clara de Torre de Babel, Verinha de da Cor do Pecado, Clotilde do Salvador da Patria, grandes papeis no cinema e teatro. Gosto da Maitê como atriz e escritora.


Jeferson Cardoso respondeu:

Também gosto dela. ;)


Luis Felipe Rosa comentou:

As chamadas de Haja Coração são boas, parece que vai ser boa. Velho Chico é boa e tem história, mas, realmente, precisa dar uma boa turbinada. Com certeza Liberdade Liberdade faria sucesso as 21hs. Quando ela é exibida após Velho Chico marca 25/26, se fosse exibida às 21hs com certeza marcaria entre 34/35, porque é ótima!!!

Veja também

Publicidade