O Planeta TV

Fraco texto de "Amor à Vida" prejudica Mateus Solano

Canal Viva é pressionada a reprisar "Água Viva".

Por: Jeferson Cardoso

Olá planetários, não me esqueci da coluna, voltei de recesso. Nesse período, de quase vinte dias, muita coisa aconteceu. Então vamos ao que interessa.

Amor à Vida

Totalmente decepcionado com a atual novela das nove, "Amor à Vida", optei por não acompanhá-la mais. Na última quinta-feira, no entanto, fui convencido a assistir ao capítulo. Prometi que não falaria mais sobre, mas preciso comentar dois pontos. Primeiro: Nunca fui fã da atuação de Mateus Solano, nem mesmo nesta novela. De todo o "espetáculo" que pude acompanhar, gostei de apenas uma cena protagonizada por ele. Vejo que Solano se esforça, mas o texto precário acaba prejudicando a sua atuação. Uma pena. Segundo: Waclyr Carrasco tem se superado. Ele quer de todas as formas alcançar a audiência de "Fina Estampa" e "Avenida Brasil", as recordidas da década. Se não bastasse o texto vergonhoso, o dramaturgo tem apelado para cenas de sexo, algumas vulgares. Confesso a vocês nunca pensei que a Globo aceitasse ou produzisse uma novela desse nível. É vergonhoso.

A próxima novela do Canal Viva

Fãs de novelas clássicas (bem antigas) estão tentando obrigar o Canal Viva a reprisar a novela "Água Viva". Numa enquete, a emissora permite que o telespectador escolha entre Água Viva (1980), O Dono do Mundo (1991), Fera Ferida (1993) e A Indomada (1997) para suceder "Rainha da Sucata".

Os fãs - que estão fazendo campanha abertamente por Água Viva -, estão com medo de que "A Indomada" seja a próxima novela do Viva, e têm feito ataques gratuitos no portal da emissora.

Segundo o Viva, a faixa da meia noite foi criada para exibir clássicos, mas não se limita às novelas dos anos 70 e 80.

A voz do povo é a voz de Deus. Se eles querem "A Indomada", que seja. Eu, particulamente, preferia "Fera Ferida". Não sendo, gostaria de ver "Água Viva", que seria inédita pra mim. Por enquanto, estou satisfeitíssimo com "Rainha da Sucata", meu novelão da madrugada.

TV paga é a nova vice-líder de audiência

A Record e SBT já não são mais a segunda opção dos paulistanos. A TV Paga, segundo o Ibope, alcançou a vice-liderança de audiência na capital paulista.

No mês de julho deste ano, a Globo liderou com 14,7 pontos de média; a TV por assinatura com 6,6 pontos; a Record com 6,4; o SBT, com 5,7 e a Band com 2,6 pontos de média.

Em pouco tempo, a TV Paga atingirá esse patamar também no Painel Nacional de Televisão.

Viva a TV Paga, Viva!!!

Saramandaia, o mico do ano!

Pra mim, essa nova versão de "Saramandaia", por enquanto, é o mico do ano. A baixíssima audiência se deve ao fato da trama não prender o telespectador. O horário de exibição instável, e mesmo sendo exibido mais tarde que "Gabriela", por exemplo, não justifica os seus pífios dez pontos de audiência.

Gostei muito das duas primeiras semanas, depois "Saramandaia" perdeu o rumo. A história é fraca; não há ganchos; enfim, os acontecimentos não convencem o telespectador.

O romance entre Vitória (Lília Cabral) e Zico Rosado (José Mayer), e a insuportável Dona Redonda (Vera Holtz) são o que há de pior nesta versão.  

Mesmo desanimado, continuou acompanhando a novelinha. A história é fraca, mas não sinto vergonha do texto. Vocês me entendem?. Dá para ir empurrando com a barriga.

Uma coisa me intriga. "Tieta" segue na lista de remakes. Será que a Globo estragará a história da melhor novela de todos os tempos? Santa Clara, rogai por nós.

Twitter manda e desmanda na programação do SBT

Os usuários do Twitter são os responsáveis por boa parte da audiência do SBT. A rede social manda e desmanda na grade de programação do canal. Depois que um diretor anunciou a reprise vergonhosa de "Carrossel", os fãs e torcedores do contra, diga-se de passagem os medrosos dos recordistas - boicotaram a ideia.

Diante da "revolta" dos usuários, dois dias depois, em comunicado oficial, a assessoria do SBT, sem explicações, se limitou a afirmar que "decidiu adiar a reprise da novela".

Falando nisso...

A Rede Record deveria ter vergonha de não arrancar a vice-liderança do "Domingo Legal", um dos piores programas da TV Brasileira.

O Tudo a Ver, bem produzido, com quadros inéditos, conseguiria colocar o programinha de Celso Portiolli no seu devido lugar: fora do ar!

"O Melhor do Brasil" acabou!

Não precisava ser vidente para afirmar que Rodrigo Faro não funcionaria aos domingos. No sábado, "O Melhor do Brasil" já estava desgastado, a única coisa que ainda rendia era o "Vai dar Namoro?", que foi brutalmente sacrificado.

Em novo dia e horário, "O Melhor do Brasil", está como Gugu Liberato, sem identidade. Posso estar enganado, mas esse programa não tem como engrenar aos domingos. A Record precisa se contentar mesmo com o faturamento, que é três vezes mais que o "Programa do Gugu".

Enquanto isto...

Eliana e sua equipe seguirão trabalhando pesado para manter a vice. Assim como a atração de Rodrigo Faro, Eliana também não tem fôlego. São dois programinhas que continuarão disputando migalhas.

Se a Globo liberasse jogos inéditos para a Band, esta provavelmente, nas tardes de domingo, deixaria o SBT e Record a ver navios.

Os prováveis protagonistas de

Meu Pedacinho de Chão

"Joia Rara" nem começou, e a Globo já começou a produção de "Meu Pedacinho de Chão". Há mais de três anos engavetada, a trama de Benedito Ruy Barbosa vai finalmente sair do papel.

Desejo de Aguinaldo Silva, Marina Ruy Barbosa deve ser a protagonista do folhetim. Marcelo Serrado, segundo consta, interpretará o vilão. E, se depender do autor, Eriberto Leão será o protagonista.

Benedito Ruy Barbosa estreará o folhetim com mais de 100 capítulos escritos, melhor, reescritos. A estreia deve acontecer em meados de março.

Beijo gay em novelas

Sou contra, e acho totalmente desnecessário. O fato não é inédito no Brasil. Em 2011, o autor Tiago Santiago escreveu e o SBT colocou no ar o primeiro beijo gay em novelas. Na época, a cena rendeu baixa audiência, e recebeu muita crítica dos telespectadores, tanto que a o SBT vetou o segundo beijo, que seria entre homens.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Manoel Carlos revelou que pretende mostrar um beijo no horário nobre da Globo. É preciso muito cuidado. Esse assunto é muito delicado. A TV Globo vetou em "América", e já afirmou que não há necessidade de expor isso a grande massa. Ou seja, a chance disto acontecer, apesar do desejo do dramaturgo, é praticamente nula.

Não há preconceito, só acho que não devemos ultrapassar certos limites. Por exemplo, como o pai explicaria ao seu filho diante de um beijo gay? É complicado, ainda mais num país como o Brasil, onde a cultura é bastante valorizada.

Não vejo problema nenhum em tocar nesse assunto, afinal ele renderá várias manchetes no próximo ano. Não estou sendo preconceituoso.  Concordo com o tema a ser explorado por Maneco, só acho desnecessário o tal beijo. Opinião cada um tem a sua, não é mesmo?

Record acredita no sucesso de "Pecado Mortal"

Confiante em "Pecado Mortal", a Record resolveu manter "Dona Xepa" às 22h30. A ideia é conquistar a confiança dos noveleiros. Se houvesse a troca de horário, a sucessora sofreria as consequências.

A nova direção da Record acredita que a trama de Carlos Lombardi tem potencial para atingir os dígitos. Será?

Audiência de Sangue Bom empaca!

Mesmo com alguns ajustes, "Sangue Bom" segue arrastada. Às vezes tenho a sensação de que a novela não sai do lugar. Se ficar uma semana sem assisti-la, o telespectador não terá dificuldade e questionará: "ainda nisso?".

Tenho batido na mesma tecla, "Sangue Bom" é uma boa novela, mas precisa de ação, principalmente dos vilões. Acredito que esse seja o seu maior problema.

Aproximando do centésimo capítulo, "Sangue Bom" precisa despontar. A média de 25 pontos na Grande São Paulo, não é satisfatória. No PNT, o folhetim, em alguns dias, tem sido superado até por "Flor do Caribe".

Na última sexta, marcou apenas 21 pontos na Grande São Paulo. Fiasco é apelido.

As reprises que já não valem mais a pena ver de novo

A reprise de "O Profeta" decepcionou. Com uma média de 12 pontos, a trama amargou a pior audiência do "Vale a Pena Ver de Novo". Para se ter uma ideia, o índice foi inferior ao de "Sete Pecados", considerado um fracasso.

Nesta segunda-feira, a Globo reestreou "O Cravo e a Rosa", numa tentativa de resgatar o público perdido. A escolha da reprise não agradou a maioria, mas a emissora armou um esquema. Reformulou o "Vídeo Show" e escalou grandes sucessos de bilheteria para a "Sessão da Tarde".

Por enquanto, o tiro tem saído pela culatra. A estreia da re-reprise, segundo a prévia do Ibope, marcou 13 pontos na Grande São Paulo. Ai que dó.

Reprise picotada: Aos fãs, só lamento informar. Hoje, a Globo resumiu todo o primeiro e segundo capítulo de "O Cravo e a Rosa". E, de bandeja, ainda exibiu o começo do terceiro.

É isso. Tentarei manter a atualização constante do blog. Lembrando que isso não depende muito de mim, e sim dos acontecimentos. Para evitar aborrecimentos, farei postagens curtas divulgando as novidades (de elenco, sinopse, etc) das novas novelas, evitando assim que esse canal fique muito tempo sem conteúdo.

Por fim, um breve aviso: não aprovarei mais comentarios que polue ou dificulte a leitura.

Obrigado pela compreensão.



Publicidade

Comentários (65) Postar Comentário

raysner comentou:

Altamente retrogrado o seu argumento do 'como um pai explicaria isso para um filho'. Ora! Como explica tantas coisas do mundo. É tempo de ACEITAÇÃO, RESPEITO E CONVIVÊNCIA. Decepcionante sua fala.


Jeferson Cardoso respondeu:

Citei apenas um pergunta básica, entre outras, que não vêem ao caso. Não fui eu quem levantei essa pergunta. Não vamos perder tempo com bobagem. Diz apenas que é a favor. Respeito a sua opinião. ;)



Paulo respondeu:

Concordo plenamente com Raysner. E quando escrevemos algo, formamos opinião. Como explicar para crianças que o marido de fulano traiu com a mulher do beltrano? Cadê os sentimentos alheios? Tantas coisas para explicar...e o beijo sim, é importante para levantar a reflexão. Jeferson meu caro, não é o fato de dizer sim ou não, e realmente foi sábio, todos tem que opinar. ATT Paulo



redemarco respondeu:

Paulo, vc foi até polido ao mencionar que Jeferson foi retrógrado. Não se deve aceitar esse tipo de comentário que beira o "imbecil!". O que um pai vai falar para seu filho?? Onde esse cara vive?? Que tipo de ser humano ele espera que cresça num mundo hipócrita, que "tapa o sol com peneira?". INACEITÁVEL o comentário do "colunista?". Vai ver que depois que esse site entrou para o R7 o Jeferson entrou para a Universal. Como diria o Macaco Simão, rárárá! Cresça garoto pois atitudes como a sua fomentam o ódio entre as pessoas.



Jeferson Cardoso respondeu:

redemarco, só falta entregar o dízimo né? hahahaha, você são engraçados. " O que um pai vai falar para seu filho?" não fui eu quem criou essa frase, vi em vários debates. Apenas citei como exemplo. Agua Viva é a novela escolhida pelo público. O Cravo estreou com 13 pontos. Nossa, esses assuntos não são mais relevantes? Rrsrsrsrs


Valentim comentou:

A novela O cravo e a Rosa não estreou com uma audiência tão baixa assim. Acho que a Globo optou por tentar reerguer o horário antes de pôr Cobras e Lagartos no ar de novo ou mesmo Páginas da Vida. O Cravo e Rosa é uma excelente novela, tem tudo pra reconquistar uma parte do público. Nos dias de hoje, se conseguir médias em torno de 15 pontos, estará no lucro; e pode ser que consiga: a concorrência é inexistente. E diante de tantas tragédias nos telejornais da tarde, por que não se aliviar um pouco com essa que é umas das mais divertidas novelas já feitas?


Jeferson Cardoso respondeu:

Valentim, e porque a Globo não cria vergonha e exibe reprise inédita?



Valentim respondeu:

Não sei, rapaz! rs. Talvez a experiência de O Profeta tenha deixado a Globo em alerta, mas se ela está em alerta, é por merecimento. Reconheço que pra reerguer o horário, só uma novela de nome do horário das oito, poderia até ser de uma novela já reprisada como Laços de Família, mas infelizmente essa censura hipócrita toma conta do país.


Júllio di Avlis comentou:

Desse novo post que a meu ver foi decepcionante, esperava muito mais pela espera de quase um mês de atualização. Parece um dejavu de posts anteriores: Mais do mesmo, só o que me chamou a atenção foi o comentário desnecessário sobre o beijo gay. Num mundo cheio de informações que vivemos atualmente, que a internet impera, cheia de noticias, impossível um pai ter a "necessidade" de explicar a seu filho o por que de dois homens se beijando no mais o que deveria ser enaltecido é o amor e o sentimento envolvido no assunto, o que não se distingui por sexo cor ou religião. Decepcionei.
O ser humano hoje em dia se esquece muito do HUMANO e pensa muito no SER. Existe muito SER e pouco HUMANO...


Jeferson Cardoso respondeu:

Esperava o quê, dê um exemplo? Tem algo novo a ser comentado? Quando me refiro aos filhos, digo às crianças, entre 4 e 10 anos. Citei apenas um exemplo básico. ;)



Felipe respondeu:

Só acho que crianças de 4 e 10 anos nem podem assistir novela desse horário... se os pais permitem que assistam, então não há o que se queixar.


zenival comentou:

Lamento por vc nao concordar em nada do que o walcir escreve em amor a vida,ja houve novelas bem piores no horario nobre ,acredito que foi bem feita a cena em que a barbara paz revela pra familia que o mateus e gay ficou bem escrita,e a direção impecavel,tem algumas cenas repetitivas mesmo,assim como em todas novelas que ao chegar no centesimo captitulo acredito que ira melhorar ainda mais,nao e um novelao,mas que supera fina estampa,salve jorge,ha com certeza!Sobre sangue bom concordo contigo,a novela parece que nao anda.E quanto a reprise de o cravo e a rosa gostei da escolha,embora queria cobras e lagartos,mas,acredito que e bom a globo de vez em quando trazer essas re-reprises pois o publico vai aumentando e alguns chegam ate nem ver quando reprisam a 1ª .Sobre a reprise depois de Rainha da sucata,aguardo agua viva tb,pois assinamos pra rever grandes classicos e nao algo recentes que nem foram classicos assim.Fiz tambem minha votação,ora,depois vao querer so reprisar as novelas dos anos 90,que nem teve tao boas assim,so ate 89 as outras ja foram caindo,perdendo o primor e texto que os anos 80 tinha ate nas comedias.


Jeferson Cardoso respondeu:

No quesito texto, acho difícil alguma superar "Amor à Vida". Rsrsrs


Paulo comentou:

Como um pai explicaria a um filho? Nossa!! Realmente não imaginava um argumento desse tipo. Mas se queres uma resposta, é simples: do mesmo jeito que um pai explicaria a um filho uma cena de beijo hétero. Não sei qual a sua concepção de educação, mas certamente é pautada em esconder a realidade. Gays existem e devem ser respeitados! E por favor, não venha com argumento de que tal cena influenciaria as crianças, pois isso não é verdade! Meus pais têm um casal de amigos gays e fui criado convivendo com os mesmo, os vendo beijar por sinal, e isso não me fez gay. Por mais que tentes esconder, o que vomitas nesse texto é pura intolerância com uma parte da sociedade que só pede tolerância.


Jeferson Cardoso respondeu:

Paulo, querido, só citei um exemplo básico. Um estudo aponta que 70% do brasileiro é contra esse tipo de cena em rede nacional. Portanto, é preciso tomar cuidado. É óbvio, que quem concorda, considera isto uma discriminação, mas no fundo não é. Enfim, esse assunto é polêmico e não vou continuar falando sobre. Apenas quis expor a minha opinião, sou contra o beijo gay em novela. FIM! Rsrsrs



Dira respondeu:

Adorei seu comentário Paulo, parabens. Gostaria de saber do moderador qual é esse estudo que aponta essa estatística?



Babalaô Rixá respondeu:

Querido existe alguma espécie de recalque? Qual o estudo que você extraiu essa informação dos 70%? Tome vergonha e faça comentários que prestem ok?



Paulo respondeu:

Parabéns Paulo, isso aí! Sou professor e as crianças são muitos respeitosas com todos, debatemos isso em sala, e do ponto de vista deles, é natural. São os adultos que ficam constrangidos. As crianças são mais evoluidas que nós!


Vanessa comentou:

"Como um pai explica isso pra um filho?" Assim como ele explica porque drogas fazem mal, assim como ele explica porque é importante usar camisinha ao fazer sexo e por aí vai. O grande problema da televisão brasileira é q ela fica estagnada nesse tipo clichê e vergonhoso de debate. Nos Estados Unidos beijo gay já deixou de ser polêmica há muito tempo, qualquer série mostra sem dó nem piedade, é por isso q eles são 1° mundo e nós continuamos e vamos continuar por muitos anos como país SUB-desenvolvido e o pensamento do autor desta coluna apenas ajuda a reforçar este tipo de pensamento ultrapassado. Honestly, What a shame!


Jeferson Cardoso respondeu:

Pais falam de droga com um filho de 5 a 8 anos? Hummm... que mundo moderno, heim?



Wilton respondeu:

Vanessa não é o Brasil que é subdesenvolvido, são só certas pessoas, tadinhas!



Felipe respondeu:

Como já havia dito... se os pais permitem assistir, tem que estar abertos para explicar. Porque novelas desse horário não só abordam relação homossexual, mas violência, insinuação de sexo e derivados... se permitem, devem estar abertos para tudo. Por isso existe classificação etária.



GABRIEL respondeu:

VANESSA FAÇO MINHA SUAS PALAVRAS.... O BRASIL DIFICILMENTE IRÁ EVOLUIR



Paulo respondeu:

Na escola onde eu trabalho existe o PROERD Programa de educação contra as drogas e a violência, a partir dos 7 anos.


Kennedy comentou:

Também acho que Walcyr Carrasco está apelando demais para a vulgaridade. Quando ele escrevia novela das 18h, tudo era muito inocente, muito bonitinho, que chegava até a ser irritante. Ao começar a escrever novela das 19h, Walcyr já se soltou um pouquinho, mas mesmo assim, achava tudo muito inocente.

Sempre achei o Walcyr um autor que imprimia muita inocência em suas tramas. Ele é um bom autor, mas por vezes o excesso de inocência me incomodava - "Alma Gêmea" por exemplo. Não sei se a palavra certa é "inocência", sei lá. Sempre achei as novelas dele meio... sei lá, conservadoras.

Agora em "Amor à Vida"... Moderna e polêmica demais, né? Um vilão gay; um casal gay; uma autista (mesmo aparecendo MUITO POUCO); uma família (os Khoury) fadada à destruição; uma enfermeira (Perséfone) muito divertida e engraçada, rendendo cenas bem calientes; um romance moderno entre Patrícia e Michel, com cenas bem ousadinhas; Leila e Thales armando um plano horrível com a pobre da Nicole; uma doutora mau-caráter, capaz de fazer tudo por Bruno.

Nossa, é tanta coisa polêmica e perversa (provavelmente uma forma de criticar uma sociedade como a nossa). Será que esqueci de alguma coisa?

Enfim, também vejo alguns problemas no texto do Walcyr Carrasco. A situação em que Paloma quer descobrir sua origem soa um tanto quanto desconcertante, e mal desenvolvida. Há, também, situações que surgem, mas que são esquecidas, assim como personagens que somem do nada. Desde quando Ninho é um dos protagonistas? O cara não apareceu praticamente nada durante a semana passada, não desempenha uma função tão grande na trama, que já se aproxima do 70º capítulo, e só teve significância na trama na primeira semana de exibição.

Enfim, mesmo com esses problemas, vejo mais pontos positivos do que negativos. Suzana Vieira arrasou nas duas semanas passadas da novela. Tanto nas sequências de sua briga e reconciliação com Paloma - quando esta a perdoa por tudo depois de ter descoberto que ela não é sua mãe biológica -, tanto num belo diálogo que teve com Félix, ao saber que ele é gay.

E que capítulo aquele de quinta-feira, hein? Excelente texto e sensível. Walcyr Carrasco, de fato, está exagerando em certas coisas, mas algumas não são exagero, e sim uma forma de escancarar determinadas situações à sociedade. É preciso quebrar certos tabus, principalmente da homossexualidade.

Para concluir, devo dizer novamente que Walcyr Carrasco está indo muito bem nesse novo horário, escreve a trama de uma forma ágil - em menos de 70 capítulo já houve várias voltas e reviravoltas, e mais reviravoltas e outras voltas, e provavelmente essas voltas e reviravoltas estão muito longe de findar. A estória vai até janeiro de 2014, cerca de 221 capítulos, e com esse ritmo ligeiro.

Meu único medo é que a fonte criativa de Walcyr se esgote, e prestes a chegar a sua reta final, assim como "Fina Estampa", apresente situações forçadas e sem emoção, sinais de uma estória que se desgastou.

César Ribeiro comentou:

O telespectador brasileiro que senta no sofá no fim da noite está defecando e andando para o texto da novela. Até parece que a classe C, a que mais assiste novelas, se importa com isso...

Preferir Fera Ferida à Água Viva???? Meu Deus, que macumba é essa que o Aguinaldo Silva faz com as pessoas??? Meu Deus, não acredito que li isso!!!!

Quanto à Saramandaia, já sabia que ia dar nisso... Depois do luxo Gabriela, seria difícil que esse lixo de novela conseguisse prender o público com essa história infantil...

Quanto ao beijo gay, realmente, foi lamentável o comentário...


Jeferson Cardoso respondeu:

70% da população é contra o beijo gay em novelas. Isso não quer dizer que seja contra o homossexual. Faço parte desse grupo, não vejo necessidade disso ser exibido. Apenas isto. My god! ;)


Valentim comentou:

Realmente foi desnecessário a sua opinião sobre beijo gay, e o argumento que usou foi pior ainda. O blog é seu, sabemos e respeitamos, mas as coisas estão mudando, rapaz, Também não vejo necessidade de todas novela tentar polemizar com esse tema, mas se houver beijo entre dois homens, qual o problema? ou entre duas mulheres? O que importa não é o sentimento? Há tanta coisa de ruim no mundo e de podre nesse país, e as pessoas ainda se incomodam com a felicidade alheia! Que haja beijos! Que haja amor! Ao menos as novelas assumem um papel social: o de tentar diminuir a intolerância exorbitante desse país hipócrita! E sem dúvida, Amor à vida é superior a muitas telenovelas já exibidas no horário, inclusive Salve Jorge e Fina Estampa. Mas temos o dever de respeitar o seu ponto de vista, Jefferson! Abraços da Baixada Fluminense! rs


Jeferson Cardoso respondeu:

Obrigado Valentim por respeitar a minha opinião. ;) Só acho que há outras formas de abordar um relacionamento gay. Walcyr Carrasco, por exemplo, está mostrando sem apelação. ;)



João Nogueira respondeu:

Mas esse Jeff é CONTRADITÓRO MESMO GENTE!!!!!! falou que o Walcyr apela tanto nessa novela pura vulgaridade(que de um lado até concordo,tem muita safadeza mesmo kkkkkk)acho até que o Walcyr tá descendo muito baixo, mas o que eu tava dizendo da CONTRADIÇÃO DO JEFF ele que tá batendo na mesma tecla da apelação e agora pra amenizar o assunto responde ao Valentim,veja só Valentim vou colar o final da resposta do Jef: Só acho que há outras formas de abordar um relacionamento gay. Walcyr Carrasco, por exemplo, está mostrando sem apelação. ou seja já disse aí no fim pra so amenizar que o Walcyr tá sem apelação. ou seja QUEREM MAIS CONTRADIÇÃO DO QUE ISSO MINHA GENTE???? agora ou o Jeff claro não vai responder e ignorar ou nem vai aceitar meu comentário,que ele seja justo e nos responda aqui sua contradição!!!!!!!!!



Jeferson Cardoso respondeu:

Hahahaha! Isso está ficando divertido demais! João Nogueira, meu querido, o que a apelação do sexo tem a ver com o casal gay? O núcleo do Marcelo Antony e Thiago Frago, por enquanto, só tem texto fraco. Se vão apelar (atirar pra outros lados), não faço ideia. Parei de acompanhar. ;)


rodrigo faria comentou:

Confesso que Amor à vida,não é um novelão,mas os acontecimentos que vem ocorrendo são bons,a cena que teve a revelação de que félix é gay,foi boa e a interpretação de mateus solano e barbara paz foram brilhantes,outra coisa acho desnessesario você que disse que não assistiria a novela e disse que não comentaria a mesma nos seus posts e despois escrever um texto falando mal da novela. Gosto do blog e gosto ainda mais quando ele é atualizado com frequência!!!


Jeferson Cardoso respondeu:

Pode deixar, o blog será atualizado com mais frequencia, agora com notinhas sobre as novidades das novas novelas.


Veja também

Publicidade