O Planeta TV

Chamadas de Justiça impressionam; e as de Sol Nascente decepcionam

E mais: confira a história central de A Lei do Amor.

Por: Jeferson Cardoso

Os protagonistas. Foto: Divulgação

"A Justiça é mais cega do que a paixão?"

"Existe Justiça na vingança?"

Que CHAMADA ESPETACULAR! DESTRUIDORAAAAAA! É de arrepiar (e emocionar)!

‪#‎Justiça, acredito, será A OBRA do ano! O trailer da trama, de oito minutos, é interessante e desperta o interesse do telespectador. Claro, uma ótima chamada não quer dizer que a trama será perfeita, ou vice-versa. No entanto, só o fato de chamar a atenção merece todo o destaque. 

Justiça deve surpreender o público com seu formato inovador, e contará quatro histórias diferentes que se interligam em determinados momentos, sendo cada dia da semana dedicado a uma delas - exceto às quartas-feiras, quando a série não é exibida. A protagonista de segunda-feira pode ser uma coadjuvante na terça, uma figurante na quinta e ter uma aparição relâmpago na sexta. A trama não trata de leis ou processos jurídicos, mas sim do conceito de justo sob o ponto de vista ético e moral. Perdão, vingança e arrependimento são alguns dos assuntos em pauta. Em todas as histórias, um personagem comete algum crime e fica preso durante sete anos. A minissérie mostra, também, como essas pessoas reconstroem suas vidas após saírem da prisão.

Marina Ruy Barbosa e Jesuíta Barbosa vivem romance trágico em Justiça. Foto: Globo

A trama, de 20 capítulos, é escrita por Manuela Dias e tem a direção artística de José Luiz Villamarim. Será exibida às segundas, quartas, quintas e sextas, após Velho Chico. Finalmente estaremos livres de seriados bobos, como Chapa Quente e Mister Brau.  

Se as chamadas de Justiça dão o que falar, as de Sol Nascente preocupam. As primeiras imagens divulgadas dão a impressão que a novela será chata, apostando em relação amorosa entre amigos. A aposta da vez será Giovanna Antonelli e Bruno Gagliasso. ZZzzzZZz Tenso! São bons atores, gosto deles, mas não como casal. Sei lá, talvez seja o desânimo.  Confesso que nada nesta novela me empolga. Penso que será um fracasso de audiência e de repercussão. Obviamente que não espero pelos mesmos índices de Eta Mito Bom!, um fenômeno atípico, e tão pouco farei comparativos. Se fosse para apostar uma média, diria que não passará de 22 pontos (e estou sendo otimista). Às vezes tenho a impressão que marcará menos de 20, aos sábados. Credo. Tomara que eu esteja enganado. No passado, acreditei que Babilônia seria sucesso, e foi um pesadelo. Pensei que A Regra do Jogo daria certo, e foi horrível. E a reprise de O Rei do Gado? Pensei que daria 12 e deu 17 pontos.

Giovanna Antonelli fará par com Gagliasso e Rafael Cardoso

Seja criativo Walther Negrão, já que de sorte não vai precisar, uma vez que receberá o horário em alta. Tomara que Sol Nascente surpreenda no ar e empolgue principalmente aqueles que estão animados com a sua estreia, como os fãs de Gagliasso e Antonelli.
 

Anda em círculos

Haja Coração empacou! No meu ponto de vista, há duas semanas essa novela não sai do lugar e anda em círculos. A relação entre Tancinha e Apollo começa a irritar; e Fedora (Tatá Wernekc) se tornou uma personagem desnecessária, sem função.

O grande acerto da trama, sem dúvida, é o casal Felipe (Marcos Pitombo) e Shirlei (Sabrina Petraglia). 

A final

Goste do último capítulo de Liberdade, Liberdade; só fiquei decepcionado com a morte do vilão. O público merecia ter visto o assassinato de Rubião (Mateus Solano).  Um dos maiores vilões da história não podia ter um fim trágico, sem antes sofrer.  Pra mim, esse foi o único vacilo do autor Mário Teixeira.

Não fará milagre!

Cheias de Charme é uma ótima novela, foi fenômeno de audiência, mas não fará milagre às 15h. Se dividir o horário com Anjo Mau, a primeira semana da novela terá um desepemho abaixo do esperado e prejudicará a sua média final. A Globo precisa desistir desta bobagem de duas novelas no Vale a Pena Ver de Novo. A estratégia adotada não segura público, pelo contrário, causa revolta e desinteresse. É lamentável.

Dúvida

O que a Record fará após o fim de Escrava Mãe, prevista para novembro? Duvido que Belaventura, a sucessora, seja produzida este ano. Será que reprisarão, de novo, A Escrava Isaura? #Deboche

A Lei do Amor

Sabe aquela história, que pode até não empolgar na audiência, mas que você tem a certeza que amará? Estou empolgadíssimo com A Lei do Amor. A seguir, as últimas informações da trama central, de acordo com a assessoria da TV Globo. 

Sentimento que extrapola as definições verbais, o amor é uma palavra de múltiplos significados. Mas a essência e a força deste sentimento é uma lei definitiva que movimenta a humanidade. “É este o sentimento que determina e define o tom e a essência da nossa história”, conceitua a autora Maria Adelaide Amaral, que assina “A Lei do Amor” com Vincent Villari. A próxima novela das nove, com direção artística de Denise Saraceni.

A sinopse

Helô (Claudia Abreu) e Pedro (Reynaldo Gianecchini). Foto: Globo

O amor pode ser ainda arrebatador, resistir ao tempo, aos descompassos da vida e às armadilhas da inveja e do poder. Assim é o sentimento de Pedro (Chay Suede/ Reynaldo Gianecchini) e Helô (Isabelle Drummond/ Claudia Abreu), que tem a simplicidade de algo genuíno e a força incessante para selar um destino. 

Pedro é filho de um rico e ambicioso empresário do ramo da tecelagem, Fausto Leitão (Tarcísio Meira), e Helô é uma menina que luta para sustentar a mãe que sofre com uma doença terminal e o pai, Jorge (Daniel Ribeiro), alcoólatra e desempregado. O acaso permite que os dois se cruzem, mas é o amor que surge entre eles que determina esta história. 

Pedro e Helô tinham tudo para permanecer em lados opostos, afinal foi o pai dele que demitiu Jorge, o que marcou a vida da jovem para sempre. Em uma atitude desesperada, Jorge tenta assaltar a tecelagem, é preso,  e acaba morrendo num motim dentro da penitenciária. Apesar do amor por Pedro, Helô não perdoa Fausto por não ter retirado a queixa contra seu pai. Em seu coração, o ódio e o amor convivem em desacerto.

Certa de que Helô pretende se vingar de sua família através de Pedro, Magnólia (Vera Holtz), esposa de Fausto, passa a armar situações para afastar a jovem do enteado. E não sossega até conseguir. Mulher de várias facetas, forte, autoritária, mas vista como uma santa pelos moradores da fictícia São Dimas, ela tem a convicção de que é preciso manter a família unida e próspera. O rompimento acaba afastando Pedro da cidade e ele passa a viver sozinho em seu veleiro, fora do Brasil. 

Vinte anos depois, Pedro volta para sua cidade natal a pedido de seu pai. Fausto quer lhe revelar um grande segredo no dia de sua festa de aniversário. O que representa também uma oportunidade de rever Helô, que está casada, mãe de dois filhos, e não tem ideia das armações que a separaram de seu grande amor. 

Foto: Divulgação/Globo

Nestas duas décadas, Fausto chegou ao topo, mas, nesse exato momento, ele não se orgulha de sua trajetória. Fraudou, foi corrompido e corrompeu. Está esgotado e disposto a jogar tudo para o alto. Quer recomeçar, mas a teia política em que se meteu é muito mais sórdida do que ele próprio poderia imaginar. Um jogo perigoso culmina em um atentado que o silencia. Ou, pelo menos, tenta silenciá-lo. Os inimigos de Fausto são muitos. Vários têm motivos de sobra para encomendar sua morte. Mais uma vez, o amor aparece como protagonista desta história, com o poder de transformar o caráter deste homem. “Pedro precisa não apenas resgatar o amor da mulher que ele perdeu, mas precisa também salvar sua família e a cidade que, de certa forma, se tornou refém dos atos ilícitos e de má fé cometidos justamente pelo seu pai. É uma história sobre a salvação pelo amor”, completa Vincent Villari.
 
A Lei do Amor tem ainda no elenco Claudia Raia, José Mayer, Thiago Lacerda, Camila Morgado, Grazi Massafera, Denise Fraga, Tuca Andrada, Humberto Carrão, Ana Rosa, Mila Moreira, Otavio Augusto, Isabella Santoni, Alice Wegmann, Maria Flor, Pierre Baitelli, Ricardo Tozzi, Regiane Alves, Heloísa Perissé, Emanuelle Araújo, Danilo Granghéia, entre outros. 

A próxima novela das nove, de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, com direção artística de Denise Saraceni, tem estreia prevista para o dia 3 de outubro.

Gostaram da sinopse de A Lei do Amor? E das chamadas de Justiça e Sol Nascente? Será que a próxima novela das seis dará, pelo menos, 22 pontos de audiência? Rsrs. Abraços e até o nosso próximo encontro. =D



Publicidade

Comentários (18) Postar Comentário

Brunno comentou:

As chamadas de Justiça estão SENSACIONAIS!!!! Cara, fiquei arrepiado com aquele trailer no intervalo do último capítulo de Liberdade Liberdade (NOVELÃO!!!!!) Parece ser uma boa série, etou bem ansioso...
E as chamadas de Sol Nascente estão tão ZZzZzZzzzZzZzRONC! Sério, parece ser uma novela chatinha, e que me alegra, é a presença da Giovanna Antonelli

Brunno comentou:

E se eu estou ansioso pela estreia de A Lei do Amor???? MUUUITOOO!!!! Amooo a Maria Adelaide, e a parceria dela com o Vincent, nos deram novelas maravilhosas, como, TiTiTi e Sangue Bom!!!! E outra, não aguento mais Velho Chico, pooor favooor, que novela mais chata!!!!


Jeferson Cardoso respondeu:

Pois é, Velho Chico foi do jeito que imaginava: lenta, arrastada e abaixo dos 30 pontos. Rsrs


Danilo comentou:

Olá Jeferson, que bom que voltou a escrever com mais frequência hehe, tbm estou muito animado com A lei do amor acho que será uma grande novela da Maria Adelaide, tem tudo para reerguer a audiência do horário. A chamada de justiça confesso que parou minha atenção, acho que vai ser mais um sucesso as 23h. Sobre Sol nascente, até gostei das primeiras chamadas, mas tbm estou desanimado, parece que vai ser uma trama fraca, e vem ai o horário de verão...não sei não, mas acho que não passa dos 20 pontos, vamos ver...tbm estou desanimado com Cheias de charme, queria uma novela das 21h no vlpvdv. Abraço, muito muito bom seu texto!


Jeferson Cardoso respondeu:

Danilo, muito obrigado. O horário de verão será a justificativa para a baixa audiência de Sol Nascente. Rsrsrs


Rodrigo Amaral comentou:

Faça com mais frequência esses posts. Amooo!!!
Justiça vai ser sucesso, sol nascente espero que empolge. Haja coração com certeza vai decolar nos próximos capítulos. Amei o último cap. De liberdade liberdade. A lei do amor vai ser um novelão. Acredito que conquistará o público e começará a reerguer o horário nobre! Beijos querido.


Jeferson Cardoso respondeu:

Se A Lei do Amor não alcançar a média de 30 pontos, vamos esquecer. #Deboche


Andrr comentou:

A Lei do Amor promete hein. Nao sei se será fenômeno de audiência, mas confio nos autores e na direção de Denise Saraceni, que funcionou bem na minissérie Queridos Amigos ( outra parceiria).
Vem logo A lei do amor, Velho Chico nao da mais rs.


Jeferson Cardoso respondeu:

Fenômeno também não acredito, mas espero que consiga uma média geral de 30 pontos. =D



Marcelo Tosta Nicoli respondeu:

QUERIDOS AMIGOS ERA UMA OTIMA MINISSERIE


Marcelo Tosta Nicoli comentou:

A ULTIMA NOVELA DAS 21 QUE FOI SUCESSO DE AUDIENCIA FOI IMPERIO. DEPOIS DELA NENHUMA ATINGIU MAIS DE 30 PONTOS DE MEDIA FINAL... MARIA ADELAIDE TEM UM TEXTO OTIMO, UM DOS MELHORES
A GLOBO PODIA TAMBEM COLOCAR A LICIA MAZO NO HORARIO DAS 21 ELA ESCREVEU A VIDA DA GENTE E SETE VIDAS E NO HORARIO DAS 21 PODERIA PESAR MAIS A MAO, BOM EU ACHO QUE SERIA SUCESSO .

Jason Bond comentou:

As chamadas de Justiça estão espetaculares. Promete!

Júllio di Avlis comentou:

Ansioso por Justiça e nada mais...
Ah, cadê o comentário sobre Escrava Mãe que vc disse que teria nesse post Jef? Tá aproveitando o período eleitoral tbm? Se canditate amigo, tem grandes chances de ganhar viu, pois quem promete e não cumpre casa bem com a maioria dos nosso políticos...

Mario comentou:

Velho Chico é horrível.
Haja coração é uma decepção. Vi Sassaricando e o autor destruiu a novela
do Silvio de Abreu. Quem viu a original, não se conforma com este remake.

bruna comentou:

A sinopse de a lei do amor é bem parecida com a de torre de babel!

Veja também

Publicidade