O Planeta TV

"Joia Rara" frustra e "Pecado Mortal" anima!

A opinião de um telespectador viciado em novelas.

Por: Jeferson Cardoso

Depois de "A Favorita", os noveleiros de plantão já não são mais os mesmos. A grande maioria do público ficou viciada no estilo frenético de João Emanuel Carneiro.  Desde então, as novelas escritas por autores que apostam no mais do mesmo e que esquecem principalmente dos vilões estão sendo rejeitadas pelo público. 

Maldade com humor. O lado cômico na personalidade persuasiva de um vilão tem sido o destaque. Flora (A Favorita), Tereza Cristina (Fina Estampa), Carminha (Avenida Brasil), Félix (Amor à Vida), Chayene (Claudia Abreu) são exemplos atuais. No passado, a lista é grande, dentre eles Pérpetua (Tieta) e Vlad (Vamp). Atualmente, os vilões são tão queridos que alguns se envolvem em situações cômicas e muitas vezes conseguem a simpatia e até a absolvição. 

Por que estou falando sobre isso? Para poder comentar sobre "Joia Rara", que exagera em seus vilões. Esperei duas semanas para ter uma melhor opinião sobre essa nova parceria de Thelma Guedes e Duca Rachid. 

Assim como eu, acredito que muitos esperavam por uma novela ágil e bastante dramática como a inesquecível "Cordel Encantado". No entanto, fomos apresentados a uma primeira fase com foco no romantismo, e vilões de atitudes óbvias. 

As autoras precisaram de duas semanas para explorar o mais do mesmo da relação dos protagonistas, que se resume em: Franz (Bruno Gagliasso), filho do poderoso Ernest Hauser (José de Abreu), se apaixona pela batalhadora Amélia (Bianca Bin). Contra a vontade do pai, ele se casa com ela. Para impedir que o filho tenha uma vida ao lado de uma funcionária, Ernest consegue incriminar Amélia, que acaba presa. Acreditando que sua amada seja comunista, Franz acaba se casando com Silvia (Nathalia Dill). 

Cá entre nós, esse melodrama poderia ter sido resumido em – no máximo – sete capítulos. 

Outro vacilo das autoras, na minha humilde opinião, foi ter postergado a entrada da vilã Silvia. De imediatado, Nathália Dill mostrou que está disposta a se destacar. Por outro lado, José de Abreu – se sentindo convencido – está exagerado, e Carmo Dalla Vecchia, fora do tom, não convence.  

Não curti o núcleo do cabaré. Por enquanto, não vejo graça nos personagens de Nicete Bruno, Marcos Caruso e Rosi Campos. Às vezes me recordo do núcleo insosso do teatro de "Lado a Lado". Por fim, a voz de Letícia Spiller me tira do sério. É irritante!

Ainda sobre os personagens, Mundo, interpretado por Domingos Montagner, é insuportável, e Thiago Lacerda parece perdido, sem foco. É impressão minha ou um dos erros dessa novela está na escalação do elenco?

A primeira fase de "Joia Rara", pra mim, é uma decepção. Não esperava por uma novela melodramática e com bastante foco no budismo. A religião deveria ser apenas o pano de fundo. Sinto falta também do humor, característica essencial para o horário das 18h.

A imagem escura da novela tem me tirado do sério, idem a gritaria dos personagens. A diretora Amora Mautner resolveu repetir os escândalos da família Tufão de "Avenida Brasil", mas, acredito, que não se encaixou bem na história de Thelma e Duca. Está muito exagerado, e às vezes as falas ficam incompreensíveis. 

E tem mais: A abertura é feia, chata e cansativa. O texto, às vezes, é didático e os personagens caricatos. Em resumo, "Joia Rara" não apresenta nada de novo, é um Déjà Vu. Por enquanto, mostra que as autoras estão num ciclo vicioso.  

Mas o que "Joia Rara" tem de bom? Apesar de idas e vindas, e mesmices, acho lindo o romance dos protagonistas. Há química entre Bruno Gagliasso, um dos melhores atores de sua geração, e Bianca Bin. 

Por enquanto é isso. Apesar das frustações, vamos acreditar na segunda fase da novela. Amém.

Ainda não farei comentários sobre a pífia audiência da novela. Tenho uma opinião formada, mas esse assunto fica para o próximo post depois dos consolidados da próxima semana. Mas não se iludem, a média de 19 pontos (até agora) resume tudo.

Pecado Mortal

Diferente de "Joia Rara", "Pecado Mortal" já me fisgou de imediato. Estou deslumbrado com a novela de Carlos Lombardi. 

Pode parecer puxa-saquismo, mas não é. Se não gostasse, falaria do mesmo jeito. Adoro o estilo Lombardiano. São novelas diferenciadas, com personagens cínicos, sarcásticos, dúbios, e descamisados. Essas características foram mantidas em "Pecado Mortal".

Os três primeiros capítulos foram luxuosos, com cenas de romance, drama e ação. Com estilo de seriado, a narrativa é rápida, o que pode dificultar o entendimento. Talvez esse, por enquanto, seja o seu único problema.

A abertura é linda; a trilha sonora agradável; a direção – sob o comando de um dos melhores diretores da atualidade (Alexandre Avancini) –  segura; e interpretação do elenco convincente. 

Com muita repercussão nas redes sociais, "Pecado" tem sido bastante elogiada pela crítica especializada. A audiência média de 9 pontos, ainda não está na meta esperada pela emissora – que sonha com os dois dígitos, mas o desempenho já é superior ao de suas antecessoras. Ainda é cedo para analisar os números da novela. Afinal, a estreia aconteceu numa quarta-feira. Os números da próxima semana serão fundamentais, onde observaremos o público fiel da novela. 

Como telespectador, torço pela audiência, mas espero mesmo é que "Pecado Mortal" continue tensa, ágil, dramática, e acima de tudo divertida. 

Agora é com vocês. "Joia Rara" tem pique para aumentar a audiência das 18h? E quais as primeiras impressões de "Pecado Mortal"?

Obrigado pela atenção. Abraços e até a próxima! 



Publicidade

Comentários (60) Postar Comentário

alberto comentou:

Essa novela Joia Rara é uma chatice ninguém merece!

Layon comentou:

JOIA RARA | Eis a música de Bruno & Marrone:

"...E no brilho de uma pedra falsa
Dei amor a quem não merecia
Eu pensei que era uma joia rara, era bijuteria."

PECADO MORTAL | Até que enfim a Record acertou em ceio. Muitas coisas me lembrou Kubanacan, inclusive uma personagem meio 'machona'. Lembrei logo de Rubi (Carolina Ferraz). Até a música "September", de Earth, Wind and Fire tocou em "O Quinto dos Infernos" tocou em seu primeiro capítulo. Vou continuar assistindo.

Jef, e os 60 da Record, foram bem-comemorados ou passou em branco?

Tchau!!!


Jeferson Cardoso respondeu:

Layon, não tinha muito o que se comemorar. Né? Rsrsrs


Ingrid Monreal comentou:

pecado mortal é muito ruim ja joia rara é a melhor novela atualmente no ar com uma fotografia linda,elenco com otimas atuações destaque para nathalia,ze de abreu e bruno alem de uma historia agil onde cada capitulo acontece um acontecimento novo duca e thelma estao de parabens

Heron comentou:

Joia Rara sera um sucesso! Ao contrario das novelas anteriores a media semanal aumentou na segunda semana!
Espere e veras..


Jeferson Cardoso respondeu:

Estou é rezando para manter 20 no horário de verão. Rsrsrs


Anjo Mau comentou:

"Quem se diz muito perfeito/Na certa encontrou um jeito insosso /Pra não ser de carne e osso". Empréstimo da belíssima música de Zélia Duncan. Lado a lado pode não ter alcançado aquilo que o IBOPE ,DIGA-SE DE PASSAGEM DUVIDOSO, esperava, mas tinha uma bela trama e não deixou a desejar. Foi sucesso de crítica e até tema de PSS.Não canso de repetir seus comentários são dúbios e mal- amarrados. Não existe novela ruim existe telespectador que não sabe diferenciar o fictício do real. O problema foi dar poder à classe C. Lado a Lado contou com perfeição e poesia um pouco da história de nosso país. Várias apologias foram feitas aos grandes vultos de nossa história através de suas personagens. CONTINUO A PEDIR ESCREVES UMA TRAMA INÉDITA!

Marcelo comentou:

Eu não digo que "Joia Rara" é uma decepção, mas frustrou quem esperava por uma nova "Cordel Encantado". Realmente, o Mundo é chatíssimo, e o núcleo do cabaré é tão engraçado como o "Zorra Total" (ironia). A voz da Letícia Spiller, então, é de deixar a TV no mudo! Mas nada é pior que a imagem escurecida da novela. Sobre "Pecado Mortal", sendo sincero, não gostei. Não gosto das novelas do Carlos Lombardi e com essa não é diferente. Saudades de "Dona Xepa"...


Jeferson Cardoso respondeu:

Marcelo, quanto a Joia Rara concordamos em tudo heim? Fique calmo, já já você vai admirar a comédia inteligente do Lombardi. Deixa a novela pegar! ;)


Rafa Godoy comentou:

Abandonei tudo para acompanhar novamente a magnifica Cordel Encantado, agora em DVD pela globo marcas com edição fantástica e imagem excelente. A novela esta praticamente ne integra, os cortes são so o desnecessario mesmo. Quanto as duas novelas não me fisgaram. E lombardi pra mim é 4 x 4 e Pé na Jaca. Só. Abraço jeff


Jeferson Cardoso respondeu:

Rafa, você não assistiu a Uga Uga? Nossa, uma das melhores do Lomba.


José Filho comentou:

Jeferson, vc escreveu exatamente o que eu penso: Erro de escalação do elenco de Joia Rara, sem falar na repetição de boa parte de Cordel. Ali, só Bruno, Bianca, Nathalia e Carolina Dickeman estão bons, os outros podem ser trocados fáceis, principalmente Domingos, Carmo e Thiago Lacerda. Tb achei a estória muito fraca e cheia de lenga lenga. Espero que a sintonia do casal principal salve a novela. E ainda vem Mel Maia por aí, então pode haver salvação.
Pecado Mortal é o que a Rede Globo perdeu de melhor: uma novela seriado de ação. Lombardi mantém todo seu estilo que a direção de Alexandre Avancini se alinha muito bem! Sem falar do charme dos anos 70 que a novela apresenta. [No meu trabalho, no dia seguinte a estreia, várias pessoas estavam comentando justamente disso!] Aqui em casa, todos assistimos os três capítulos religiosamente. Espero que a novela continue assim.
Você poderia falar mais de "Além do Horizonte"? É que sou do Amazonas e vi que haverá parte da novela se passará aqui. E tem alguma notícia de "Em Família" do Manoel Carlos? Sinopse?
Ao mais, parabéns pelo site e grande abraço!


Jeferson Cardoso respondeu:

José, vamos aguardar a segunda fase da novela. Espero que seja melhorzinha porque, como você disse, esse lenga lenga do romantismo do núcleo central não tem força para atrair o público.


Adriano comentou:

Jeff, estou gostando de Flor do Caribe, apesar de acompanhar pela internet, estou no 10º capitulo, na verdade esperava mais, acho ainda que Mariana Ximenes vai roubar a cena ou até mesmo a Dieckman que está bem.Abertura muito paia, esperava algo superior a caminho das Índias.
Pecado Mortal, não acompanhei, mais ainda essa semana vou assistir, gosto do estilo do Lombardi.
Jeff, Flor do Caribe não fechou com 21 pontos de média? abraço


Jeferson Cardoso respondeu:

Flor do Caribe? Rsrsrs


Léo Pereira comentou:

Joia Rara peca pela mesmice e chega a ser entediante. Esperava mais de Duca e Thelma. Não consigo nem assistir. Lombardi chega a Record com os mesmos clichês de suas tramas, mas porém gostei de Pecado Mortal, achei a trama luxuosa. A trilha sonora é excelente e sua abertura é muito boa. Espero que a Record saiba aproveitar os talentos de que dispõe e pare com aquele muda-muda de horário. Isso prejudica na audiência e o telespectador fica cansado de tentar acompanhar a trama.


Jeferson Cardoso respondeu:

Léo, parece que a maioria não está satisfeita com Joia Rara. Uma pena. Vamos ver se a segunda fase conquiste o "pequeno" público.


Veja também

Publicidade