O Planeta TV

O gigante realmente acordou?

Uma análise das coberturas das principais emissoras de TV.

Por: Victor Rezende - Email: [email protected]

Com as recentes manifestações que afloraram em todo o território brasileiro, pode-se notar uma importante mudança na forma de cobertura jornalística realizada pela televisão aberta brasileira, em especial a Rede Globo. Neste texto, não irei abordar sobre a cobertura realizada pela TV fechada ou pelas demais TVs abertas como Record, Band e SBT.

As mudanças que ocorreram nas estruturas da Globo puderam, pela primeira vez, ser notadas nessa cobertura. Carlos Henrique Schroder, atual diretor geral da emissora, provém do jornalismo e resolveu focar neste. Talvez tenha parecido óbvio que os acontecimentos pediam uma maior cobertura por parte das emissoras – o que realmente aconteceu, mas o fato de a Globo não ter exibido dois de seus principais produtos – as novelas das seis e das sete, além dos telejornais locais.

Um plantão do “Jornal Nacional” foi exibido por volta das 18h e continuou até pouco depois das 21h com a apresentação de Patrícia Poeta que, posteriormente, foi “ajudada” com a presença de William Bonner, editor-chefe do telejornal, que deixou a cobertura da Seleção Brasileira durante a Copa das Confederações, para ajudar a equipe do JN com as manifestações que se perpetuavam pelo Brasil.

Ok. Cancelar as novelas e exibir um plantão de um acontecimento importante e factual que atinge a todos os brasileiros é algo urgente e necessário de se ser feito. Todavia não é algo que seria feito anteriormente, na gestão de Octávio Florisbal. Schroder levou o jornalismo ao centro da emissora – o que me levou a pensar no dito por Boni, numa edição do “Altas Horas”, ao afirmar que o jornalismo seria, cada vez mais, agraciado pelos brasileiros e seria o que moveria a TV aberta do País. A Globo acreditou nele e Schroder ainda mais.

Contudo analisando os números de audiência da semana que passou, penso se Boni estaria, realmente, correto. Um jogo de futebol e duas novelas foram "sacrificados" pela cobertura jornalística do fato, mas a audiência da Globo caiu na faixa. Talvez as mudanças de pensamento da população brasileira realmente aconteçam, mas a longo prazo, visto que o entretenimento ainda é o que comanda a TV.

Sim, o jornalismo é importante, mas, ao combater o entretenimento, ainda perde de forma considerável na realidade brasileira atual. Penso, portanto, que o "gigante" não acordou totalmente, mas parcialmente. Uma pequena parte, talvez. Se é que ele, de fato, tenha acordado e não esteja, apenas, sonâmbulo...


Publicidade

Comentários (2) Postar Comentário

Antonio Roland de Brito comentou:

A Cobertura da Record é a melhor !

José Henrique comentou:

A cobertura da Globo é muito morna e a da Record é sensacionalista demais. Na boa!


sim respondeu:

Falta algo na dose certa


Publicidade

Veja também

Publicidade