O Planeta TV

Horário Político ou Propaganda Enganosa? Tanto faz!

Como a TV se organiza para cobrir um dos eventos que mais mexe com o Brasil.

Por: Emerson Ghaspar - Contato: [email protected]

Antes de tudo quero pedir desculpas aos meus fiéis leitores (sim, vocês ai... vocês 4) pela demora em escrever um novo post, mas estive ausente devido a uma alegria pessoal, o que me permitiu assistir TV durante um certo tempo, principalmente nas madrugadas. Mas enfim, quero falar de TV e daqueles 50 minutos que adoramos assistir: Horário Eleitoral Gratuito. Lei n° 9 507/97. Para Todas As Emissoras. E a seguir, aquilo que realmente queremos ver.

É assim, a cada dois anos, eleições sejam governamentais ou para eleger o prefeito da sua cidade. A cada dois anos, nossa programação é interrompida para ouvir as intenções de candidatos aos nossos votos e até a programação do Canal do Boi é mais interessante que toda essa balela. Os elegíveis acreditam que em cinco minutos podem nos fazer esquecer o que vemos durante todo dia no telejornal, mas enfim...

O horário político nada mais é do que uma versão bonita de candidatos e suas propostas, mas geralmente corresponde ao que vemos nos debates e entrevistas. Um exemplo claro foi o comportamento dos candidatos a presidência que foram entrevistas por William Bonner e Patrícia Poeta. Muito ficou no que queriam vender e pouco nas respostas necessárias. Isso é política?

Perdendo 1h40min diariamente entre seus principais produtos vemos a audiência fugir, afinal cansados do eterno papo do “eu prometo”, o público tem ido caminhar, ler um livro, ou revista sobre signos, enfim pensar em suas vidas, que para eles vão além de promessas inúteis. Realmente o horário eleitoral gratuito é uma propaganda enganosa que nos quer vender uma coisa que ainda não aconteceu, por pessoas que não conhecemos, mas que farão qualquer coisa pelo seu voto. Na época das manifestações é só spray de pimenta e porrada nas costas do povo. Isso é política?

Há aqueles que assistem na esperança de rir com figuras engraçadas ou com promessas estapafúrdias. Mas porque sou obrigado a assistir em todo canal aberto por algo que não quero ver? TV é concessão pública e com isso o governo nos obriga a conhecer propostas e ideias de pessoas que julgam nos conhecer através de pesquisas. Isso é política?

Não, o horário eleitoral gratuito segue a cartilha da publicidade, te vender aquilo que você não tem e que às vezes não precisa. É uma luta para merecer o seu voto, que logo perde o valor no primeiro pedido de socorro médico ou de cesta básica. Então porque somos obrigados a ver algo que não queremos e não acreditamos. Era melhor ter ido assistir ao filme do Pelé (como diria o célebre Chaves) ou ver o capítulo da novela. Pelo menos nesses programas a ficção não tem a pretensão de se tornar real.

Com o horário para os partidos, mesmo que sejam 30 segundos, nossa habitual maneira de ver TV acaba mudando, alguns vão dormir mais cedo, outros fazerem uma caminhada e tem aqueles que simplesmente vão para a TV paga, ou internet. Enfim, o horário político não nos motiva, faz a audiência televisiva despencar, além de ser obrigatória. Evidente que tem aqueles que dizem que essa critica é uma apologia a alienação e que depois reclamos de nossos políticos, pois bem, ai vai uma dica. Quando o ato de um candidato for destaque, sem ser ano político, e passar em qualquer telejornal como algo bom que mudou a vida de alguém, com certeza ele ganhará as eleições. Agora nos obrigar a ver algo em que não acreditamos, não ganhará nosso voto. Usar a TV para tentar nos vender uma ideia é o mesmo que vender Iogurteira Top Therm, a única certeza é que a última chegará a nossa casa. Agora a proposta política já não é garantia de nada.

E você, tem assistido ao horário político de sua região? Tem gostado? Compartilhe, comente!



Publicidade

Comentários (9) Postar Comentário

Eduardo comentou:

O mais incrível e lamentável é quando um cidadão é perguntado sobre se já tem um candidato e ele diz que ainda não, mas está analisando o que eles dizem no horário político para poder escolher. Aí eu pergunto: é assim que se escolhe um candidato? Eu pensei que era por seu histórico político, por suas lutas em defesa do que realmente interessa ao povo. E, mesmo que ele seja novo na política, pelo menos o seu histórico de vida pessoal ou profissional seja de luta pelo direito ao que mais precisamos. As pessoas me criticam quando digo que vou anular meu voto. Dizem que eu não estou colaborando com a democracia e, eu anulando meu voto, não vou contribuir para mudar o cenário político do país. Primeiro, anular o voto também faz parte da democracia. É um direito que me deram, certo? Segundo, se eu não tenho candidato, vou votar em quem? Nenhum deles me convence. Querem o que? Que eu vote no menos pior? Não mesmo. Imagina botarem três mulheres muito, mas muito feias na tua frente e mandarem tu escolher uma para casar. Vai escolher só porque mandaram, quando o teu desejo é casar com uma mulher bonita? A comparação é meio escrota, mas é mais ou menos isso. Mas eu também acho que nós merecemos os governantes e os políticos que temos, porque nos vendemos por uma cesta básica ou um vale gás. Reclamamos de sem vergonha que somos.

[email protected] comentou:

Detesto esse tempo de eleição! A verdadeira democracia é vc não ser obrigado a votar como nos EUA. Esse ano vou votar nulo em tudo: 000 confirma. Não sou obrigada, não gosto de nenhum politico q está se candidatando, dos partidos então nem se fala, aí me vem os conservadores: Vote, não faça isso, não jogue seu voto no lixo. Hora pois, é um direito meu de não me agradar e não querer votar em ninguém, se podesse nem iria, como sou obrigada vou, mas não votarei em ninguém.


Julia Hellen Gomes respondeu:

Olá querida, vc tem razão! Mas fiquei sabendo que quando vc vota em branco você não está realmente votando em branco. O voto em branco é uma farsa (assim fiquei sabendo) pois, querendo ou não vc vai estar indiretamente votando em alguém. Alguns acreditam nisso e outros não, mas eu acredito. Mas o direito é seu, siga a sua vontade.


Jair Rocha Neto comentou:

Eu sempre vou para a internet na hora do programa político OBRIGATÓRIO.
Afinal PROMETER é uma coisa e FAZER é outra.
Desde que completei 18 anos (6 eleições até agora pois tenho 29 anos) venho ouvindo a mesma ladainha: "...prometo saúde, educação, segurança..." ou: "...somos um partido ficha-limpa...".
Seis coisas que me desestimula mais ainda: A URNA
1- Que é facilmente fraudável;
2- Não dá garantia NENHUMA que quem nós votamos é o que foi registrado;
3- Quem realiza as eleições (TSE) é o mesmo que fiscaliza;
4- Se eu votar em branco ou anular, meu voto vai para o candidato mais votado naquela seção;
5- O TSE diz que é caro botar impressora nas urnas, mas eu já fui mesário, e essa urna tem impressora sim, se não tivesse, como ela IMPRIMIRIA a "zerésima" ou o "relatório de urna"?
6- Acredite ou não ela salva todos os votos em um disquete amarelo. Aí qualquer ímã... já sabe né?

[email protected] comentou:

Julia Hellen Gomes, olá, bem o voto nulo não vai para quem está ganhando porém o branco sim, pelo menos é o que é explicado pelo governo federal, no nulo vc coloca um numero qualquer que não seja de nenhum candidato de preferencia o zero e digita, oa invés de vc corrigir confirma. Mas também quem confia nessa urna eletronica não é mesmo, porém Não vou votar em quem não quero só para fazer bonito, se vão pegar meu voto e dar a alguém indiretamente não posso fazer nada, mas conciente vou fazer minha parte, se não confio em ninguém que está se candidatando não voto.

Anderson Romeiro comentou:

Muito fácil assoprar sem assistir né Emerson?
Novela #Vitória é umas das melhores novelas no ar, com efeitos especiais, cenários bonitos, cenários natural encantador, atores de primeira, história que envolve e cativa. Parabéns #TvRecord por essa, pelo elenco, por essa autora! Renovem o contrato de todos! E queremos mais novelas como #Vitória, do jeito que o público da Record gosta!

Priscila comentou:

A questão não é essa, cenário bonito nas novelas nós temos, o fato é que os candidatos desejam criar esse cenário também, usam minutos para nos acalentar de anos de promessas e mínimas realizações. A democracia nos EUA permite que os eleitores não votem, são países distintos, portanto, leis diferenciadas. Alguns minutos em público não escondem seus históricos políticos durante anos. Cabe a você decidir sobre a proporção da importância do seu voto. Se for para a Dilma ou para o Tiririca, vote sabendo quem foram, como defenderam interesses da população antes mesmo dos anos políticos.

vilson comentou:

até quando seremos obrigados a houvir o pt, estraçalhar a palavra DEMOCRACIA, para encobrir suas podridões, cambada de hipocritas e assassinos da DEMOCRACIA., até quando o povo brasileiro vai aceitar esta b desta politica promovida por esses canalhas que estão no poder em todas as esferas onde fazem 95% da população brasileira sofrer as concequencias imposta por eles. pagamos impostos de 1. mundo e temos uma qualidade dos serviços publico de 5. mundo.

Nilton comentou:

Bom caros eleitores!E muito lamentável que tenhamos que chegar em nossas casas nesta época de eleição cansados de mais um dia de trabalho,e cansar mais ainda de ver esses idiotas tomando nosso tempo com propagandas e promessas enganosas.Eu mesmo já nem perco mais meu tempo,ligando TV ou RADIO pra ouvir esses pilantras.Na minha opinião,como na opinião de tantos outros,não deveria nem existir essa bosta de (propaganda politica).

Edson comentou:

É tudo sujo na política brasileira ninguém pensa no povo que paga seus impostos pra sustentar esse sistema podre,essa obrigação de ter esse horário político deveria ser considerado crime pois só tem promessas mentirosas e essas urnas eletrônicas é outro golpe pois em nenhum lugar do mundo se usa essa urna pra votar.

Veja também

Publicidade