O Planeta TV

Grade de programação do SBT volta a voar

Emissora volta a ser como antigamente mudando atrações de sua grade.

Por: Victor Rezende - Email: [email protected]

Com toda certeza, a greve dos aeroviários da TAM poderia ter sido resolvida rapidamente e sem transtornos se aqueles que foram demitidos fossem contratados pelo SBT, afinal a emissora precisaria de muitos aeroviários para dar um jeito em sua grade.

O SBT, neste mês de agosto, conseguiu voltar aos seus áureos tempos em que sua grade de programação era trocada dia sim, dia não. Em um dia só passamos a saber que “Rebelde” será exibida às 21h15, que, enquanto a novela não estreava, seria exibida a série “O Mistério da Ilha” – a partir do dia seguinte, leia-se –, que o “Astros” deixaria de ser exibido imediatamente, fazendo com que o Ratinho tivesse mais uma hora de exibição e que o “Amigos da Onça” deixaria de ser exibido na outra semana, para dar lugar ao “Casos de Família”.

Muita informação. Sem contar com o festival de novelas mexicanas que invade a grade da emissora durante a tarde. “O Privilégio de Amar” é apenas mais uma delas, que tomou o lugar do “Casos” e que extinguiu, basicamente, a programação própria do SBT durante o período vespertino...

A bagunça não para por aí: “Carrossel” teve o seu retorno anunciado, mas foi decidido, mesmo com anúncios no ar, que não iria mais voltar. E agora voltam atrás e anunciam, novamente, a reprise da novelinha. Mais uma reprise, às 18h30, substituindo o "Clube do Carrossel", que não passa de mais reprises de desenhos antigos.

Fazendo algumas contas, chego à resposta de que, entre segunda e sexta-feira, o SBT, nas 120 horas de sua programação, terá, a partir de 2 de setembro, apenas 36% de programação própria, caso seja considerado o horário da novela “Carrossel”. A Globo, de segunda a sexta, mantém 81% de sua programação de cunho próprio.

A maldição rebelde. Lendo por aí, descobri uma teoria boba sobre uma maldição que a novela “Rebelde” traz quando uma emissora resolve exibi-la, como diversas mudanças na grade, de horário etc, que resultam numa queda brutal de audiência. Por coincidência, isso aconteceu com o SBT no passado e com a Record, visto que “Rebelde Brasil” teve seu encerramento com apenas 3 pontos de médio de acordo com o Ibope.

Pobres crianças. O que aconteceu, dias atrás, no “Clube do Carrossel”, em que uma criança teve um telefone desligado ainda no ar é algo inadmissível. Outra coisa inadmissível é a audiência dos programas infantis do SBT. Precisam ser reformulados urgentemente. Seus índices são pífios e sua repercussão próxima de zero.

Maratona como teste. Com as recentes mudanças no “Criança Esperança”, que passa a se parecer muito mais com o Teleton, no formato de uma maratona da esperança, pretende-se, acima de tudo, testar uma nova grade para os sábados, a ver como se sairá a grade semanal no dia 31 de agosto. Aliás, deve-se ressaltar que é louvável a atitude de Carlos Henrique Schroder ao ter mudado a programação da emissora com o intuito de valorizar, de certo modo, o show que encerrará a noite.


Publicidade

Comentários (2) Postar Comentário

lukas comentou:

realmente o sbt esta deixando a desejar

glauco comentou:

pois e o pior e o q fizeram com o celso no domingo!! pobre coitado nao valorizam o seu trabalho e sempre acabam prejudicando ele como fizeram no passado!! deveriam dar valor pelo q ele fez pela emissora quando o gugu deixou tds na mao!!!

Publicidade

Veja também

Publicidade