O Planeta TV

O Rebu: nem sempre um ótimo produto tem a audiência merecida

Uma análise da novela das onze da Globo.

Por: Giovanni Justino - Contato: [email protected]

Primeiramente, esse não é um post defendendo a novela, e sim uma análise definitiva abrangendo os pontos positivos e negativos. Acompanhei O Rebu na íntegra e adorei. Sou fã de cinema e séries e o clima da novela me fez lembrar dos filmes de Alfred Hitchcock e da série TwinPeaks.

A trama principal foi muitíssima bem construída pelos autores George Moura e Sérgio Goldenberg, com algumas cenas contadas a partir de perspectivas diferentes ou sendo repetidas. A equipe de direção liderada por José Luiz Villamarim também é digna de elogios, com diversos usos da câmera em “Steadicam”, acompanhando os movimentos dos personagens e também com a técnica do “Plano-sequência”, com cenas sem corte algum.

No entanto, nem tudo foi perfeito. A narrativa pouco convencional afastou o espectador mais tradicional, que não conseguiam acompanham a novela. Algumas tramas paralelas que se afastaram do núcleo principal, e também houve o problema com ritmo alucinante dos capítulos.

Admito que esses pontos que citei acima não me incomodam. Pelo contrário, achei espetacular. É preciso de inovação do gênero da teledramaturgia, que ultimamente anda se repetindo e não apresentando nenhuma originalidade. Em alguns casos a novidade funciona, como foi o caso de Avenida Brasil (2012). Infelizmente, isso não ocorreu com O Rebu.

Um outro fator que prejudicou o desempenho da novela foi o horário de exibição. Nas segundas, era exibida após a novela Império, geralmente às 22:30. Nas terças, quintas e sextas, não havia um horário definitivo. Às vezes era exibida às 23:05, 23:30, 22:15... O espectador não tinha certeza de quando o produto seria exibido. E se perdia uma parte, perdia o interesse. E se perdia o interesse, deixava de acompanhar.

No geral, não decepcionou. A equipe de produção (autores, direção, fotografia, cenografia, figurino) deu um show, e obviamente eu não poderia de ressaltar todo o elenco da novela, que nos presentearam com brilhantes atuações – com destaque para Patricia Pillar, Tony Ramos, Sophie Charlotte, Cássia Kis Magro, Daniel de Oliveira, José de Abreu, Marcos Palmeira, Julio Andrade, Jesuíta Barbosa e Maria Flor –que foram alguns dos grandes destaques da novela.

Enfim, O Rebu foi uma ótima novela que com certeza entra na minha lista de surpresas do ano. Uma pena ter sido prejudicada pelo espectador mais tradicional – que gosta de folhetins mais simples – e também por erros da própria emissora. Talvez se fosse produzida como minissérie se sairia melhor na audiência. Mas uma coisa é certa: qualidade teve e de sobra!



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Isotopos Springfield comentou:

Plano sequência me impressionou, muito bem feito.
o ritmo foi frenético mesmo, se eu tivesse perdido um episódio a trama iria perder um pouco de sentido
O Rebu Pode não ter funcionado pro publico médio, mas pra quem tem a mente aberta e aprecia qualidade, ela foi um achado.

Veja também

Publicidade