O Planeta TV

Cartoon Network é o canal mais visto da TV paga entre as crianças

Destaques para os pontos de contato com o fã e a diversidade de conteúdos na TV e em diferentes plataformas.

por Redação, em 27/01/2020

Foto: Divulgação/Cartoon Network

Após um ano com presença forte e consolidada em diferentes frentes de negócio - TV, digital, eventos, social, games e licenciamento -, o Cartoon Network, marca de entretenimento em constante evolução, conquista pelo sétimo ano consecutivo¹ o topo de canal daCartoon Network mais assistido pelas crianças de 4 a 11 anos no Brasil². Entre os meninos da mesma faixa etária, a liderança já dura 19 anos³.

Segundo Adriana Alcântara, diretora sênior de conteúdo e produção nacional dos canais infantis da Turner no Brasil, essa conquista tem relação com qualidade e diversidade do conteúdo e do DNA da marca, seja na plataforma que for. "Para a criança de hoje a experiência não está somente na TV e, por isso, vários pontos de contato precisam andar juntos de forma afinada e integrada", afirma.

O ano de 2019 foi marcado por grandes novidades e pela parceria com importantes players de mercado. Uma delas foi a Toontubers League - um marco muito importante para o Cartoon - que mergulhou de cabeça no universo dos games lançando sua própria liga e, pela primeira vez, com transmissão ao vivo e simultânea do Brasil para América Latina. "Foram mais de 6 milhões de touchpoints, alcance de 1,5 milhão de pessoas ao vivo e mais de 40 mil novos seguidores em nossos canais do YouTube, tanto do Brasil, quanto da América Latina", completa Adriana.

Os fãs também tiveram a oportunidade de assistir aos seus personagens favoritos na Cinemark, com o Cine Cartoon, que levou as propriedades brasileiras Irmão do Jorel, Oswaldo e Turma da Mônica Jovem, além de DC Super Hero Girls e Ben 10 para as telonas, em parceria com a maior rede de cinemas do país. Também marcou presença, mais uma vez, na maior comic con do mundo, a CCXP, com Owen Dennis, criador de Trem Infinito. Além disso, levou seu DNA para mais de 70 mil pessoas com o Verão Cartoon e a Corrida Cartoon. Ao longo do ano, essas ações reforçaram as experiências ao vivo como um dos principais pilares para a marca.

Na programação, diversas propriedades brasileiras e da América Latina foram coproduzidas e lançadas pelo canal ao longo do ano, ampliando a conexão com os fãs. Entre elas estão Oswaldo, Turma da Mônica Jovem, Ninjin, Victor e Valentino e Zeta e Ozz. Além da contratação da primeira youtuber de animação do país, Any Malu, que vai estrear um programa inédito em breve.

Em 2019, o Cartoon Network continuou sua evolução como produtor de conteúdo, alcançando sucesso nos principais mercados da América Latina, incluindo o Brasil, e expandindo seu portfólio com novas propriedades. Como resultado dessa evolução, em 2020 a marca vai estrear nestes mercados 243 novos episódios de produção original local. Essa oferta de conteúdo é proveniente do Cartoon Network Studios, Warner Bros. e da ampla biblioteca de animações globais.

As campanhas pró-social também são parte do DNA do Cartoon Network que, pela primeira vez, foi principal parceiro da Campanha do Agasalho do Governo do Estado de São Paulo, com os personagens Ben 10 e As Meninas Superpoderosas. E em parceria com a ViaQuatro e a ViaMobilidade, lançou mais duas campanhas sociais: a de doação de calçados, no Mês do Irmão do Jorel, em abril, e a de doação de brinquedos e materiais de arte, para o Dia das Crianças.

"As crianças estão liderando o movimento de deixar a TV linear como foco para se dedicar a outras plataformas. Já não nos vemos mais como um canal tradicional, somos uma marca de conteúdo de entretenimento, com um posicionamento atual que evolui respeitando sempre o nosso DNA de irreverência e diversão. E o nosso foco é sempre centrado nos fãs. Antecipar as tendências deste público é justamente o que mantém nossa liderança no segmento. Para 2020, vamos manter essa diretriz, pois acreditamos que estamos no caminho certo", conclui Adriana.

Fontes:
1 - Source: Kantar IBOPE Media Brazil (Brazil 15mkts & Brazil 9Mkts 2013) / Kids with Pay TV 4-11/ 2013 - 2019/ Monday to Sunday / 24hs / Rat% / Live/ Rank Pay Tv / (#1)
2 - Source: Kantar IBOPE Media Brazil (Brazil 15mkts) / Kids with Pay TV 4-11/ 2019/ Monday to Sunday / 24hs / Rat% / Live/ Rank Pay Tv / (#1)
3 - Source: Kantar IBOPE Media Brazil (Brazil 9 mkts 2001-2013; Brazil 15mkts)/ Boys with Pay TV 4-11/ 2001 - 2019/ Monday to Sunday / 24hs / Rat%./ Live/ Rank Pay Tv / (#1)

Sobre o Cartoon Network

Marca multiplataforma da Turner do Brasil, o Cartoon Network engloba o canal de TV por assinatura com transmissão 24h e líder entre as crianças no Brasil, além de diversos outros meios, incluindo internet, mobile, presença nas redes sociais, eventos e produtos licenciados. Proprietário do maior acervo de desenhos animados do mundo, o canal conta com produções originais premiadas como Hora de Aventura, Steven Universo, As Meninas Superpoderosas, Ben 10 e O Incrível Mundo de Gumball. Também vem desenvolvendo várias horas de conteúdo original local na América Latina, estreando títulos como Irmão do Jorel, Historietas Assombradas, e uma série animada com episódios inéditos da Turma da Mônica, produzida no Brasil com a Mauricio de Sousa Produções. O canal foi lançado em 30 de abril de 1993 e é transmitido na América Latina em mais de 61 milhões de domicílios em português, espanhol e inglês. No Brasil, o Cartoon Network está disponível para mais de 16 milhões de pessoas nas operadoras NET (canal 104 e 604), Sky (canal 101 e 301), Claro HDTV (canal 104), Oi TV HD (canal 112), Vivo TV (canal 56 ou 321) e GVT (canal 21).

Com informações da assessoria de imprensa/Tastemakers.



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Cabeludo comentou:

Isso é bem óbvio. A programação infantil na tv aberta está a míngua. Até mesmo Silvio Santos que chegou a dizer que não vai remover o bom dia e Cia do ar já reduziu drasticamente a duração do programa. Os desenhos animados exibidos pelo SBT deixam a criançada retardada. São poucos os desenhos bons hoje em dia.

Veja também

Publicidade