O Planeta TV

Lília Cabral, Ivete Sangalo e Carol Duarte são as convidadas do Altas Horas

A cantora relembra época em que atuou em Gabriela.

por Redação, em 17/08/2017

Foto: Globo/Ramón Vasconcelos

De um lado, uma atriz com quarenta anos de carreira, que marcou a história da televisão com personagens inesquecíveis. De outro, a nova guarda, que apesar de viver seu primeiro trabalho na telinha, já pauta os assuntos do dia a dia através de uma atuação excepcional. O que Lília Cabral e Carol Duarte têm em comum, além da simpatia e humildade, é a representação de histórias de vida marcantes em ‘A Força do Querer’. Lília faz Silvana, uma viciada em jogos que se coloca em situações de alto risco, e Carol dá vida à Ivana, um transexual homem em fase de descobertas. Ao lado da cantora Ivete Sangalo, as atrizes vão ao Altas Horas deste sábado, dia 19, e comentam sobre suas carreiras, famílias e personagens, e logo são elogiadas pela baiana: “É importante a TV tratar desses temas porque de alguma forma as famílias dessas pessoas se sentem felizes por estarem sendo retratadas com tanto respeito.” A atração conta também com a voz e a alegria de Erika Ender, cocompositora de “Despacito”, com o grupo de rock de Rodrigo José, além da participação de Marco Luque e da sexóloga Laura Muller.

Aos 25 anos, Carol acredita que representar uma personagem transexual tem sido motivo de orgulho para sua família, mas confessa que a experiência foi uma surpresa. “Em algum momento, achei que a Ivana fosse sofrer alguma forma de rejeição. Na verdade, as pessoas me param para desejar que ela seja feliz e lidam comigo de forma muito carinhosa. Tenho contato com algumas pessoas do movimento trans, e elas estão felizes. A personagem traz uma visibilidade sobre o assunto na sociedade. O Brasil é o mais que mais mata transexuais no mundo, por isso ter a Ivana na novela faz muita diferença. Isso para mim é muito comovente, porque as vezes a sociedade está tentando entender a situação, e com a novela fica mais fácil”, analisa. Lília, que já contracenou com Carol nas gravações de ‘A Força do Querer’, não se contém de orgulho: “Eu quero agradecer a atuação dela. Bem vinda à dramaturgia, Carol!”.

Ivete Sangalo. Foto: Divulgação/Globo

Diferentemente de sua personagem, Lília afirma que não joga nenhum jogo. “Não gosto de perder. Você nunca para um jogo, pois diz: ‘uma hora serei vencedor’”, comenta ela, que teve que aprender diferentes jogos para dar vida à arquiteta. Em meio a cenas de humor e de drama, a atriz considera a situação complicada e importante de ser discutida. “Quando você é um alcoólatra, de alguma maneira, a família vai perceber. Quando é um jogo, as mentiras vão acobertando, e aí demora para a família reconhecer o problema”, diz.

Com o single “À Vontade” recém lançado na internet e prestes a bater cinco milhões de visualizações em menos de duas semanas, Ivete revela um sonho diferente. “Eu amo atuar. Eu queria, na verdade, ser atriz”, afirma, ao assistir sua atuação no clipe com Wesley Safadão. “Tem uma série de trâmites que você vence com o exercício da atuação. Determinados movimentos da interpretação te tiram da zona do desespero do ‘será que vou conseguir ser eu?’. Quando atuei, foi uma das experiências mais lindas que já tive”, diz a cantora. Serginho Groisman decide matar a saudade da amiga na dramaturgia e relembra no telão as personagens que ela eternizou na TV, como Maria Machadão, em 'Gabriela' (2012).

O Altas Horas vai ao ar aos sábados, após o Zorra.





Comentários (1) Postar Comentário

Geraldo comentou:

Lilia e Carol tem interpretado bem, mas a Glória está se tornando muito repetitiva, cansativa, ao tratar os temas do jogo e da transexualidade. Imagino que quem esteja assistindo e esteja vendo suas questões sendo abordadas devem ter a sensação como se todo dia, pessoas conhecidas estivessem "batendo na mesma tecla" como se diz. Quem acompanhou a trajetória da Roberta Close se lembra como ela foi decidida: na época não era autorizada a cirurgia, ela Não se acomodou foi para a Suécia e de onde conheceu o homem que se tornou seu marido. Ou seja: Sem as delongas como está sendo mostrado em relação à personagem Ivana.

Veja também