O Planeta TV

The Voice Brasil 4x03 - Audições Às Cegas, Parte 3

Apertem os cintos, a 4ª temporada do The Voice Brasil começou

Por: Daniel Melo - Contato: [email protected]

Foto: Reprodução/Globo

Depois de duas semanas de audições medianas, com poucos destaques, finalmente o The Voice Brasil nos entrega uma hora de programa quase que completamente a prova de críticas. As minhas audições favoritas da temporada estão aqui nesse episódio e acredito fortemente que podemos ter um ou dois finalistas que cantaram essa semana. Aliás, se nada mudar drasticamente nas próximas duas semanas ou no restante da temporada, acredito que o vencedor da temporada cantou nesse episódio, mas daqui a pouco vamos falar dele.

Gostei de ver que o programa conseguiu elevar o nível das audições sem deixar de lado os aspectos que exaltamos nas duas semanas passadas. Acho que estamos diante do melhor episódio do programa desde a final da 1ª temporada em todos os aspectos. Qualidade musical excelente, uma edição que apesar de um pouco corrida cumpre o papel de nos apresentar aos candidatos e à história deles, e o mais importante, técnicos que parecem entender o seu real papel nas cadeiras vermelhas, com destaque para Lulu e Cláudia. Brown também cumpre bem melhor seu papel se comparado às temporadas passadas e Michel, apesar de competente, não busca se impor na bancada, apesar de ter conseguido bons candidatos até agora (e um em especial que o fez se aproximar muito do time de Lulu).

Agora um aspecto que tem chamado a atenção de muitos, inclusive a minha, é a grande superioridade de músicas brasileiras no repertório dos candidatos. Pouquíssimos cantores tem feito song choices internacionais e quando o fazem, geralmente ficam entre o medíocre (que é o mesmo que mediano, só soa pior) e o ruim. Acredito bastante que isso tenha influência no excelente começo de temporada que o programa vem fazendo.

Agora chegou a hora de criticar. O único problema que existiu nesse episódio, na verdade não é exclusivo desse episódio e pode ser visto nos outros dois também, é o grande número de artistas que viraram as 4 cadeiras. Até o final desse episódio, o número já estava em 12, sendo 5 só nesse episódio. Dessas 12, apenas 2 foram realmente merecidas, Rebecca Sauwen e Renato Vianna, o que mostra uma grande falta de critério dos técnicos na hora de virar a cadeira. Principalmente de Brown que virou para praticamente todos os aprovados até então. Toda essa situação tira muito da graça para nós, telespectadores, de ver que um fato que merecia ser raro acaba sendo comum e tira boa parte da graça do programa.

Sem mais delongas, vamos aos candidatos, como sempre ranqueados do menos ao mais interessante.

9) Matheus Zuck - Tudo Que Você Quiser (Luan Santana) - Team Brown

Há quem acredite que escolher cantar uma música do Luan Santana não seja uma boa estratégia para impressionar. Eu acredito piamente nessa afirmação, ainda mais quando as pessoas que você deve impressionar estão de costas para o palco. Com isso, Matheus foi o único candidato aprovado dessa noite que não conseguiu empolgar nem chamar a atenção em nenhum momento da sua audição, como cantor. Quando a única coisa realmente interessante é você tocar gaita, você deve ficar pelas audições mesmo. Contudo Brown resolveu virar a cadeira no último segundo, como já virou costume do cacique, e levou o menino para ser eliminado nas batalhas.

8) Gau Silva - Ângela (Raul Seixas) - Team Brown

Gau pode até ter um grave lindo, mas ela não entendeu ainda que trabalhar as dinâmicas numa apresentação não é ficar baixo um tempo e depois subir para depois ficar repetindo esse ciclo vicioso por toda a apresentação. E além disso, apesar de lindo, o grave dela se mostrou bem instável, o que esbarra no feedback de Claudia a respeito da dicção (muito bem lembrado, por sinal!). Apesar de tudo, Gau mereceu a cadeira virada e torço desde já por uma surpresa nas batalhas vinda dela.

7) Adna Souza - Suite 14 (Henrique & Diego) - Team Michel

Apesar de para muitos a menina ter sido um dos destaques da noite, para mim ela apenas tem uma voz interessante. Como ela possui uma voz mais encorpada, esse arranjo não a favoreceu, a impedindo de subir o tom muitas vezes e ficou naquela mesma região toda a apresentação.  Num primeiro momento, não aprovei a escolha da música para ela, principalmente porque possui uma letra muito coloquial e que não combinava com aquele arranjo, sendo algo muito perto do que Luciana Balby (cujo nome eu só me lembro graças à Wikipédia) fez na 2ª temporada do programa com “Show das Poderosas”. Apesar disso, vejo um futuro para Adna no programa se ela receber músicas melhores.

6) Camila Leonel - Pensando Em Você (Paulinho Moska) - Team Milk

A única coisa que realmente faltou em Camila nessa audição foi segurança, até porque seja nos versos mais baixou ou mais altos, ela já deixou bem claro que tem bastante controle sobre a sua voz. O problema é que no geral foi uma performance um pouco instável, seja pelo nervosismo ou por uma tentativa de vibrato vindo da cantora. Uma excelente escolha musical e que casou perfeitamente com o seu timbre. A virada única de Cláudia foi bastante justificada e mostra que a cantora, por mínimo que seja, tem um certo critério para virar. Acredito que Claudia possa fazer muito bem à Camila, podendo a menina até passar das batalhas.

5) Alice Tirolla - Mamma Knows Best (Jessie J) - Team Milk

Foto: Reprodução/Globo

Jessie J está em alta com os brasileiros, hein. Terceira música dela em 3 episódios. Pois bem, Alice, apesar de mostrar que não está no nível de Jessie J em termos vocais, até que conseguiu se sair bem. Acredito que a principal qualidade da audição de Alice seja o controle que ela teve. Porque assim, “Mamma Knows Best” foi uma música feita para o cantor gritar com estilo e toda a sua estrutura melódica pede um controle para alternar entre tons altos e baixos. Contudo, apesar de tido as suas notas altas, Alice conseguiu segurar a onda e fazer uma audição mais contida e eu gostei bastante. Vejo nela o mesmo problema de Thaís Moreira semana passada (que também escolheu uma música da Jessie J): falta de naturalidade nas ondulações vocais e no idioma. Pontos para Brown por apontar a sensualidade do falsete da menina e para Lulu por dizer que Alice tem uma das melhores vozes da temporada. Concordo muito com ambos, mas desde já digo: ela canta muito melhor em português.

4) Larissa Mello - Cabide (Ana Carolina) - Team Brown

Foto: Reprodução/Globo

Temos aqui a sucessora de Carla Casarim como a cantora de MPB da temporada. Larissa se conheço muito bem e sua segurança no palco, suas escolhas vocais e até mesmo a sua presença de palco, sua movimentação pelo palco mostra isso. Claro que Larissa não chega aos pés da minha queridinha do Team Daniel do ano passado, mas não deixa a desejar nem um pouco também. Talvez merecesse mais uma cadeira virada, mas o mais importante é que ela não ficou de fora e Carlinhos Brown adiciona traz para seu time a melhor candidata dele até então.

3) Leo Chaves - Condição (Lulu Santos) - Team Lulu

Foto: Reprodução/Globo

Apesar da falta de dinâmicas gostei muito da audição de Leo. Ele poderia ter explorado mais o registro mais alto da sua voz, como ele mostrou em um momento ou outro. Diferente de Michel, achei a voz dele bem comum, mas é bem utilizada e tem, como Brown MUITO bem notou, uma qualidade de compositor que sempre nos chama a atenção. Mas incrível que isso foi o quanto Cláudia lutou por Leo. Talvez tenha sido o candidato pelo qual ela mais lutou nessas 4 temporadas, o que acabou não dando resultados já que ele acabou indo com o Lulu, mas sempre existem os “pegueis”, ainda mais que o Time do Lulu tá cheio de talentos esse ano.

2) Negra Mary - Fim de Tarde (Cláudia Telles) - Team Lulu

E é com Negra Mary (a irmã gêmea perdida de Rose Oliver) que temos a primeira audição perfeita da temporada. Que voz linda que essa mulher tem, gente! Vejo, ou melhor, ouço nela influências do soul americano, mas ainda assim, o jeito brasileiro de cantar. Tivemos de tudo nessa audição e vou chamar atenção para as 3 modulações (que eu notei, mas nunca que usaria essa palavra! The Voice Brasil é cultura!) que foram muito bem colocadas na música e apenas nos fez prestar atenção na voz dela, sempre querendo muito mais. Como disse Claudinha: “Você não precisava desse final, porque já tinha feito de tudo” e eu concordo plenamente. Não precisava, mas fiquei muito feliz de ela ter feito. Ri MUITO do “você é Negra Mary? Eu sou Nega Loira!”. Apesar da jogada genial da Nega Loira, Lulu levou a candidata. Minha favorita em um time Lulu fortíssimo.

1) Renato Vianna - When a Man Loves a Woman (Michael Bolton) - Team Michel

Foto: Reprodução/Globo

Eis aqui, senhoras e senhores o meu candidato favorito da temporada! Vou confessar que Renato quase perdeu o primeiro lugar por essa música de sabe Deus quantas décadas atrás. Contudo, nenhum outro candidato essa semana (ou na temporada) conseguiu fazer uma performance vocal tão bem feita e interessante acompanhada de um timbre de passa muito longe de comum. Pessoalmente, eu evitaria cair na repetição melódica da música, mas com um cantor tão bom quanto Renato, isso não foi incômodo. Só sei que fiquei com vontade de passar o dia ouvindo a voz dele, com aquela rouquidão característica que eu simplesmente adoro em um cantor. Claudia teve a mesma dúvida que eu quanto a voz dele, porque apesar de nunca falhar em alguns momentos, pareceu ficar forçado. Desde Sam Alves não vejo um vencedor definido logo nas audições, mas repito: A não ser que algo ou alguém mude completamente a configuração da temporada daqui pra frente, acredito que estamos diante do campeão do programa esse ano. E tendo em vista sua escolha por Michel, acredito que Renato seja o tipo de candidato que busca sempre expandir seus horizontes musicais (o que é perfeito para um candidato no programa).

Bem, apesar de muitos nomes interessantes terem aparecido essa noite e TODOS os técnicos conseguirem alguém de destaque, é engraçado ver que a configuração do nosso ranking continua a mesma.

1) Team Lulu: Negra Mary, Tori Huang, Rebecca Sauwen, Leo Chaves, Thaís Moreira, Ayrton Montarroyos, Sarah Lorena, Marcos Matarazzo.

Lulu tem 4 candidatos excelentes para levar para os shows ao vivo e ainda outros muito bons que podem surpreender daqui pra frente. Apenas Marcos não me agrada nesse time, e por isso é facilmente o primeiro lugar aqui.

2) Team Michel: Renato Vianna, Franciele Karen, Edu Santa Fé, Renan Ribeiro, Adna Souza, Paulynha Arrais.

Michel tem o meu favorito da temporada, uma cantora pop de muito potencial e um dois cantores sertanejos que dentro dos seus ramos do próprio sertanejo mandam bem. Com isso, Michel conseguiu colocar uma boa distância dos times de Cláudia e Brown, mas ainda está um pouco longe do time de Lulu.

3) Team Milk: Lorena Ly, Alice Tirola,  Del Feliz, Tabatha Fher, Camilla Leonel, William San’Per, Nikki.

Cláudia vai aos poucos agregando bons nomes ao seu time e acredito já ver dois pareamentos muito claros aqui para as batalhas: Lorena x Tabatha e Alice x Nikki. Apesar disso vejo um abismo de diferença entre os times de Lulu e Michel, e os de Claudia e Brown.

4) Team Brown: Larissa Mello, Agnes Jamille, Dani Lino, Gau Silva, Selma Fernandes, Maurílio de Oliveira, Matheus Zuck.

Brown agora tem Larissa e finalmente entrou no jogo, ganhando alguma chance na competição. Os demais precisar crescer muito para barrarem os destaques dos outros times.

Apesar de já termos tido um episódio excelente, parte de mim quer que as audições acabem logo e que sigamos para as batalhas, que tem sido o ponto alto do programa nos dois últimos anos. Mas, ainda nos restam duas semanas e 20 vagas para as batalhas! Então até semana q vem!

OBS: Bem vinda de volta, Dani Suzuki! E traga com você toda a vibe positiva da 1ª temporada do programa! (Achei essa foto bem tal qual e vocês?)

Foto: Reprodução/Globo



Publicidade

Comentários (6) Postar Comentário

Juan Freitas Viana comentou:

Cláudia leite nao e burra pra colocar nikki vs allice . Ela ja fez ***** em colocar thalita vs ju gomes então acredito que ela vai levar nikki e allice para os shows ao vivo.


Daniel Melo respondeu:

Realmente, Cláudia vem protegendo seus candidatos que viraram as 4 cadeiras e pode ser que faça o mesmo aqui, mas algo me diz que apenas uma das duas irá para os shows ao vivo.


igor juan comentou:

Cláudia leite não é burra pra colocar nikki vs allice . Ela ja errou quando colocou thalita vs ju gomes, então acredito que nikki e allice sigam para as fases ao vivo no time da Cláudia.

Alex comentou:

Queria que vc fizesse uns breves comentarios dos eliminados aqui nos comentarios, pode ser?


Daniel Melo respondeu:

Claro, Alex! Primeiro que Kassyano (que nome é esse? SEM OR) pode até ter mandado bem na parte do rap,



Daniel Melo respondeu:

Claro, Alex! Primeiro que Kassyano (que nome é esse? SEM OR) pode até ter mandado bem na parte do rap,



Daniel Melo respondeu:

Claro, Alex! Primeiro que Kassyano (que nome é esse? SEM OR) pode até ter mandado bem na parte do rap,



Daniel Melo respondeu:

Claro, Alex! Primeiro que Kassyano (que nome é esse? SEM OR) pode até ter mandado bem na parte do rap, mas na parte em que realmente teve que cantar mostrou ter pouquíssimo preparo vocal. Pedro tem uma voz interessante, mas a maneira clichezenta com que ele abordou a música me fez perder qualquer interesse que eu poderia ter. E Fernanda, a melhor dos 3, até que achei que poderia passar, mas a parte de "Asa Branca" pareceu um tanto quanto deslocada do resto da apresentação e ainda a parte do Xote das Meninas até que foi boa, mas vocalmente ela ainda precisa melhorar um pouco. Se passasse esse ano, certamente seria eliminada nas batalhas, mas se voltar ano que vem, talvez tenha chances reais na competição e por isso concordei com a eliminação dela. Abraços!


Alexandre comentou:

Foi justo deixar Fernanda Azevedo (a do cabelo vermelho) de fora e OS QUATRO TÉCNICOS virarem a cadeira pra Adna Souza? Sinceramente, critério nenhum! Independente de ser homem ou mulher, a voz não merecia estar na competição. Não vi nada de encorpada ou interessante, apenas uma voz estranha cantando uma música cansativa e pobre de conteúdo.
Michel inibido, perdido e sem opinião própria. Uma pena, pois pensei que poderia acrescentar alguma coisa no programa, o que não ocorreu.
Apenas uma correção: Gau Silva (maravilhosa, mas de dicção péssima) cantou a música "Negra Ângela", de Neguinho da Beija-Flor e não "Ângela", de Raul Seixas.
Gosto muito da coluna, embora não concorde com algumas opiniões. Abraço!


Daniel Melo respondeu:

Em termos vocais foi justo sim a eliminação de Fernanda e a aprovação de Adna, mas concordo perfeitamente que a menina não merecia 4 cadeiras viradas. Essa falta de critério deles para virar pode ser vista desde o começo da temporada. Já temos 12 candidatos que viraram as 4 cadeiras, o que é um absurdo. A voz de Adna é um pouco interessante pra mim, mas não é lá grandes coisas msm. Michel está meio perdido msm, mas de vez em quando consegue falar coisas relevantes e conseguir bons candidatos. Quanto à música de Gau, muito obrigado pelo toque! Não conhecia a música e no próprio site do programa estava que o nome da música era "Ângela". Não concorde a vontade kkkkk, o melhor elogio possível é dizer que gosta muito da coluna! Abraço, Alexandre!


joelma marinho comentou:

Por enquanto meu ranking do times
1-nikki 2-allice 3-willian 4-lorena 5-del 6- tabatha 7- camilla
1- renato 2-edu 3-renan 4-franciele 5-adna 6-paulinha
1-selma 2-larissa 3- agnes 4-matheus 5- maurilio 6- gau 7- dani
1- negra 2-leo 3-thais 4- rebeca 5-tori 6- ayirton 7- sarah 8- marcos

Cássio Munhoz comentou:

Renato é do Raul Gil né? (lembro que eu assistia o quadro e ele ficou em 4º, 5º ou 6º lugar). Ganhou uma promoção da Gadu. Tem um monte de coisa dele na Internet. Acho que não ganha the voice. Mas canta muito.

Veja também

Publicidade