O Planeta TV

Multishow marca data da estreia do "Prazer, Pabllo Vittar"

O programa vinha sendo formatado desde o ano passado.

por Redação, em 14/03/2018

Foto: Reprodução/Fantástico

O Multishow marcou para o dia 1º de maio a estreia do "Prazer, Pabllo Vittar". O programa terá quatro episódios e vai contar a vida da drag queen, da infância até o auge do sucesso.

O formato do programa é inspirado no "Life of Kylie", exibido pelo canal a cabo E!. A ideia é mostrar como Pabllo administra a vida pessoal com a carreira de cantora e drag queen.



Comentários (6) Postar Comentário

Victor Guimaraes comentou:

Quando eu acho que tem muita porcaria na tv aberta, me assusto com isso e com aquele tal de "musica boa", só sendo trouxa e alienado pra pagar pra assistir essas porcarias. (E nao, nao tenho nenhum preconceito com esse ai, só acho que já é demais chama-lo de cantor). Sem mimimi.


Armando respondeu:

"Sem mínimo". Quem tá fazendo mimimi aqui é você! Kkkkkkk


ester belmonthy comentou:

que "artista" por essas e outras que dificlmente vejo tv,por essas eoutras que vejo como o pais esta mal em relaçao a cultura


Armando respondeu:

E pelo seu português percebe-se que o Brasil também vai mal no quesito educação.


Jose sousa comentou:

Pablo vittar merece o sucesso que está fazendo,mesmo com tantas criticas duras e ate cruéis,de forma tao maldoso,mas esta cada vez mais radiante,apesar de todo criticas negativas,tem muitos e muitos que gosta de vc,parabéns!!!

Valdir Lima comentou:

Parabéns ao Multi Show pela iniciativa! Uma ação afirmativa, um tapa na cara da homofobia disfarçada de cultura d bom gosto!

Victor Guimaraes comentou:

Pelos comentários, Pablo Vittar é melhor evitar pois causa demência cultural (Ps: oh povo chato, vê preconceito em tudo, misturam as coisas, uma coisa é a pessoa ser gay outra é nao ter talento pra cantar. A última coisa "a" Pablo tem, só não entende quem não quer. Temos tantos artistas gays talentosos, mas ele só é famoso pelo péssimo repertório, falta de interesse e acesso a uma cultura de qualidade por parte das pessoas e por levantar bandeira, se fazendo de vítima). Só sendo muito lezado pra pagar pra assistir a esse horror de "CANTOR". Ouçam Fransico Alves, Ary Barrosso, Cauby Peixoto, Belchior, Gonzaguinha, Thiago Iork, Milton Nascimento, Ney Matogrosso( que é gay, porém tem talento), Raul Seixas, Chico Buarque e tantos outros(isso por que estou citando só alguns cantores pois há várias CANTORAS maravilhosas que merecem ser ouvidas). Enfim, existem exelentes opções de Cantores para serem ouvidos e apreciados pelos seus talentos de voz e repertorio e nao por vulgarizar as mulheres com letras apelativas e sem sentido, a não ser que o ouvido de vcs seja penico.

Wallace Barbosa Ferreira Elisvânia Barbosa Ferreira dos Santos comentou:

O Multishow marcou para o dia 1º de dezembro a estreia do "15 Anos sem TV Globinho". O programa terá dez episódios e vai contar a história da programa infantil da TV Globo, da infância até o auge do sucesso.
O formato do programa é inspirado nos moldes "TV Globinho" da Globo, "Band Kids" da Band, "TV Kids" da RedeTV! e "Bom Dia & Cia" do SBT. A ideia é mostrar como a TV Globinho administra a história do programa infantil com a novela Bambuluá com Angélica.

Veja também