O Planeta TV

Sorriso renovado

Por: Nelson Gonçalves Junior E-mail para contato: [email protected]

Sorriso renovado

Muitos reclamam que os programas humorísticos da televisão brasileira são retrógrados, ultrapassados e velhos. E não dá pra tirar a razão deste comentário, afinal boa parte do que está no ar já completou décadas de existência e as “novidades” são sempre baseadas e copiadas do passado.

Porém também é preciso valorizar a ótima safra de novos humoristas que vem surgindo e todos com uma característica em comum: se destacam quando são os próprios roteiristas de seus trabalhos.

Nesta linha, podemos citar Bruno Mazzeo, do seriado “Cilada”, original do Canal Multishow e Marcelo Adnet, do surpreendente “15 Minutos”, sucesso na MTV.

Ambos escrevem o que interpretam, fundindo as funções de ator e roteirista num mesmo processo. Independente de esta ser a melhor forma de trabalho ou não, é inegável que o resultado é extremamente interessante e divertido.

Bruno Mazzeo é filho do gênio Chico Anísio, mas seu talento já tem brilho próprio há muito tempo. Roteirista da Globo desde 1991, assinou a redação final de “A Diarista”, além de diversos projetos no teatro e no cinema.

Outro fato curioso é de que o seu “Cilada”, exibido desde 2005 no canal a cabo Multishow, entrou para a história ao se tornar quadro do Fantástico, quando pela primeira vez a Rede Globo importou um formato de outra emissora de seu grupo.

Já Marcelo Adnet fez diversas participações em cinema e televisão nos últimos anos, tendo seu verdadeiro destaque no teatro com os textos de “stand up comedy” . Porém só passou realmente a ser conhecido em 2008, quando foi convidado a estrelar o “15 Minutos” nas noites da MTV.

Aliás, Adnet atualmente é o grande destaque da emissora, sendo inclusive escolhido para ser o apresentador do “VMB Brasil 2009”, principal produto da casa; e é fortemente assediado por Globo e Record, que o querem para o seu casting.

O talento desta “nova geração” nos leva a conclusão de que a influência dos “stand up” é inevitável e importante para este processo de renovação, afinal este tipo de humor é totalmente baseado na realidade, no dia a dia, o que nos leva a uma proximidade muito maior com o público, que adora se ver retratado na telinha.

E mais, valoriza os textos dos programas, já que este tipo de comédia rápida só prende a atenção se for bem escrita e compreendida pelo espectador.

É a chance de finalmente ver os humorísticos brasileiros renascendo, apoiados em bons roteiros, já que bons atores nós já temos.

Aniversário

No último dia 18 de Setembro a televisão brasileira comemorou 59 anos de existência e pouco se falou a respeito. Até quando o brasileiro será um povo sem memória?





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também