O Planeta TV

Os fantasmas da fazenda

Por: Nelson Gonçalves Junior E-mail para contato: [email protected]

Os fantasmas da fazenda

As primeiras semanas após o término de “A Fazenda” foram preocupantes para a Record: médias abaixo dos 10 pontos no Ibope para “Poder Paralelo”, “Bela, a Feia” e “Jornal da Record”. Além de instabilidade nos índices de programas como o “Geraldo Brasil”, que chega a ficar em quinto lugar; e a redução da liderança do “Hoje em Dia”, que no último mês era praticamente diária.

Estes dados merecem uma análise mais detalhada dos fatos:

Primeiro que a Record reestreou o “Tudo a Ver” antes das suas novelas, programa que só apresenta reprises de outros produtos da casa e que duvido alguém saber quantas vezes já foi e voltou na grade de programação. Em outras palavras, um tremendo erro de estratégia trocar um reality show extremamente popularesco por um remendo do Jornalismo da casa.

Já a dramaturgia e o “Jornal da Record” sofrem com as mudanças constantes de horário e a dificuldade de se enfrentar uma novela global das oito em suas semanas decisivas.

No período da tarde ficou claro que “A Fazenda” acabou maquiando a dificuldade de “Geraldo Brasil” em ter uma audiência estável que garanta a vice liderança no horário. É nítido que o programa ainda não encontrou seu caminho, se é que existe um.

O “Hoje em Dia” ainda é sólido e apresenta um público fiel, mas tem ficado muito menos tempo em primeiro lugar e está longe de atingir os números impressionantes de semanas atrás.

Moral da história: o SBT voltou a encostar na média diária do Ibope e a Record precisa aprender que uma grade de programação não vive de uma só atração por muito tempo.

Gugu e Eliana

O novo “Programa do Gugu” tem jeitão de velho. Está bem produzido, com um cenário belíssimo mas faltam novidades. A atração é basicamente a mesma da época de SBT, só que com maior apoio do jornalismo. Tem potencial para crescer, porém falta ousadia.

Já Eliana conseguiu se reinventar nas mãos da ótima diretora Leonor Correa e está visivelmente mais feliz e confortável no SBT. Trouxe os bons quadros do “Tudo é Possível”, e acrescentou outros que encaixaram bem na atração.


Memória

Pouco se comentou, mas no último dia 07 de Setembro morreu o jornalista esportivo Rui Viotti, um dos idealizadores do “Esporte Espetacular”, primeiro a narrar uma partida de tênis para televisão brasileira em 1976 e presente nas três conquistas de Guga Kuerten em Roland Garros. Fica a lembrança e o respeito.




Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também