O Planeta TV

E as novas da TV Brasileira?

Por: Nelson Gonçalves Junior E-mail para contato: [email protected]

E as novas da TV Brasileira?

Duas novelas e um canal de notícias (que não é só de notícias). Este é o saldo de novidades da televisão brasileira nestes últimos dias. Ah sim, teve também o “SBT Manchetes”, novo jornal noturno que apareceu de uma semana pra outra no SBT, e que tem os mesmos apresentadores e comentaristas dos demais jornais da casa...

Mas falemos de coisa séria. No último dia 27, entrou no ar o “Record News”. Uma festa de gala, com direito a presença de todas autoridades políticas do Brasil, duas entrevistas impactantes para começar (Lula e Renan Calheiros) e...Parou por ai. Na tentativa de ser diferente, o Record News tenta ser um misto de Globo News com Band News, mas acaba se perdendo. Muitas falhas técnicas nos primeiros dias contribuíram para uma visão negativa deste início. O canal parece uma TV Record de número 2, com pitadas de competência estilo RedeTV!.

Agora a dramaturgia. “Duas Caras” estreiou na Globo após uma fraca campanha de divulgação, e parece não ter agradado. Sua estréia rendeu apenas 40 pontos, índices ótimos...para uma novela das 7. Foi um dos piores desempenhos recentes para uma novela das 8.

Ainda é cedo para tecer críticas sobre a trama. O público tende a rejeitar as primeiras semanas de exibição devido ao costume com a história anterior, mas é interessante notar que os índices das novelas globais não vem conseguindo se recuperar tão facilmente como era de se esperar...Vejam o exemplo de “Sete Pecados”...a novela é tão marcante que ninguém comenta dela há não ser pra dizer que a audiência é deprimente.

De qualquer forma, o elenco de Duas Caras é fortíssimo, a história aposta em idéias criativas como a máquina de fazer dinheiro falsa de Adalberto Rangel, interpretado por Dalton Vigh. Aliás, o ator já demonstrou que pretende roubar a cena na novela. Suas primeiras aparições como vilão foram elogiáveis. Mas uma coisa é certa: a competição de outras emissoras fez com que a Globo investisse ainda mais na qualidade de sua dramaturgia, e quem sai ganhando com isso é o telespectador.

Por fim, falemos de “Dance, Dance, Dance”. Apesar da idéia estranha de começar sua trama no mesmo dia da estréia de Duas Caras, a Band acertou em cheio na novelinha teen: ótima abertura, trilha sonora cativante, roteiro ágil e com uma trama bem água com açúcar. Daquelas simples, leves e que costumam agradar os adolescentes (público alvo).

Entretanto o elenco é instável. Tem bons atores, como o vilão Lucio, interpretado por Eduardo Galvão, mas repleto de outros protagonistas pouco talentosos. Tudo isso acabou por resultar em 5 pontos de média na estréia, bom índice para a Band, mas a expectativa era (e ainda é) maior.


Alta definição


Você nem deve ter notado, mas ambas as novelas são gravadas em alta definição, só que com os televisores atuais que possuímos, pouca diferença fez...




Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também