O Planeta TV

"No Limite" está de volta - e com ex-BBBs

Confira entrevista com o apresentador Andre Marques.

por Redação, em 11/05/2021
Publicidade

Foto: TV Globo/Divulgação

O ano era 2000. Pela primeira vez, o país se reunia semanalmente na frente da televisão para acompanhar, torcer e se emocionar com um reality show brasileiro. O 'No Limite' marcou a memória de toda uma geração que vibrou com a força e com a coragem dos participantes que toparam embarcar nessa grande aventura. Vinte e um anos depois, o pioneiro está de volta!

De lá para cá, o gênero cresceu, ganhou novos programas e formatos e fez nascer uma certeza: a paixão dos brasileiros pelos realities veio para ficar. A partir de hoje, 11 de maio, a torcida, a ansiedade e os batimentos cardíacos pelo resultado de quem deixa o programa vão atingir novos patamares nas noites de terça. Logo após 'Império', o 'No Limite' estreia em uma versão repaginada e multiplataforma, cheia de surpresas, provas ainda mais desafiadoras - a tradicional prova da comida está confirmada! -, Andre Marques no comando e R$500 mil em jogo.

'No Limite' estreia dia 11 de maio, após ‘Império’, com apresentação de Andre Marques, direção artística de LP Simonetti e direção geral de Angélica Campos. O reality é mais uma parceria da Globo com a Endemol Shine Brasil, com base no ‘Survivor’, um formato original de sucesso.

Superando seus limites - Relembre a dinâmica do Jogo

Um grupo de pessoas isolado em uma praia deserta, convivendo em um ambiente inóspito, sem nenhum conforto e com recursos limitados. Os 16 participantes do 'No Limite' precisarão de muita força, resistência e coragem se quiserem chegar até a grande final. E os escolhidos para viverem essa experiência de muita superação são pessoas que marcaram o público em um outro reality já bem conhecido de todos, o 'Big Brother Brasil'. São eles: André (BBB13), Angélica (BBB15), Arcrebiano (BBB21), Ariadna (BBB11), Carol Peixinho (BBB19), Elana (BBB19), Gleici (BBB18), Gui Napolitano (BBB20), Iris Stefanelli (BBB7), Jéssica (BBB18), Kaysar (BBB18), Lucas Chumbo (BBB20), Mahmoud (BBB18), Marcelo Zulu (BBB4), Paula Amorim (BBB18) e Viegas (BBB18).

Assim que chegarem à Praia Brava, nome fictício do local onde acontece a competição, os participantes serão divididos em dois grupos: Carcará e Calango. E os perrengues já começam na sequência. Logo nos primeiros minutos, os times serão submetidos a provas desafiadoras - que já darão o tom do que os competidores irão encarar pela frente.

Nesse jogo de sobrevivência, os ex-brothers precisarão esquecer o que viveram na casa mais vigiada do Brasil. O acampamento do 'No Limite' não tem regalias e os participantes contam apenas com recursos básicos para sobreviver. Os desafios vão além da convivência. É preciso ter resistência física e psicológica para superar as provas de força, raciocínio e estratégia.

Para LP Simonetti, o histórico dos participantes com reality shows não irá facilitar em nada: "No 'BBB', eles viveram em uma casa que é moderna e luxuosa, tinham camas para dormir, água quente e, até mesmo na xepa, comida à disposição. Agora eles não terão mais nenhum conforto. Não vai ser fácil conviver nessas condições. A única vantagem é que eles já conhecem a regra básica: toda semana uma pessoa vai sair e, no final, só teremos um grande campeão".

Foto: TV Globo/Divulgação

As provas

Aprender a trabalhar em equipe é o passo número um para garantir a permanência no reality. Juntos, os times vão encarar duas provas a cada semana. Vencer esses desafios é fundamental para conquistar alguns itens que podem facilitar a vida no acampamento e também para escapar do "Portal de Eliminação".

O dia dos competidores começa a partir do raiar do sol. O primeiro desafio que as equipes Carcará e Calango encaram é a "Prova de Privilégios". Objetos de grande valor para o jogo podem ser conquistados pelo time que ganhar essa disputa, como sacos de dormir, facas ou fósforos.

Após uma noite de sono na mata, os participantes precisarão driblar o cansaço e encontrar forças para o segundo desafio - esse, ainda mais importante. Na "Prova da Imunidade", todo o grupo vencedor garante a permanência no reality por mais uma semana. Já a equipe perdedora deverá se preparar para dar adeus a um dos seus.

"Além de estarem completamente isolados, sem nenhum contato com outras pessoas, nossos competidores ainda precisarão driblar as dificuldades que surgirão com a convivência em um lugar inóspito e selvagem. Se quiserem ganhar as provas, eles terão que passar por cima dos conflitos e ajudarem uns aos outros. Manter o equilíbrio emocional não será tarefa fácil", opina Angélica Campos, diretora geral do reality.

Portal de Eliminação

A cada semana, todos os participantes do time que perder a "Prova da Imunidade" correm o risco de serem eliminados. O clima ficará tenso no "Portal de Eliminação", onde cada um dos membros da equipe perdedora deverá escrever o seu voto em um pergaminho e depositá-lo em uma urna.

Ao final de cada programa, o participante mais votado será eliminado. Os critérios de votação podem ser vários: desde um competidor que represente uma maior ameaça no jogo àquele que não está colaborando nas provas. Traçar estratégias e criar alianças são fundamentais para chegar à final.

"Acho que o 'No Limite' desperta no público uma curiosidade de saber como você reagiria diante daquelas situações. Você começa a se imaginar vivendo e passando as mesmas dificuldades. Eu, que fui espectador e fã do reality nos anos anteriores, espero que essa edição seja ainda mais memorável e desafiadora", finaliza o roteirista do projeto, Élbio Valente.

O comandante da aventura

Com passagem marcante em programas de sucesso como 'Vídeo Show', 'Superstar', 'É de Casa', 'The Voice Kids' e 'The Voice +', Andre Marques estreia na apresentação de 'No Limite'. Com mais de 26 anos de história na televisão, mais do que encarar essa nova experiência como um grande desafio, Andre recebeu o convite como um presente.

"Fiquei muito feliz e emocionado pela confiança no meu trabalho. O programa é diferente de tudo que eu já fiz, completamente fora da minha zona de conforto. Então estou inteiramente dedicado ao projeto e sei que não estou sozinho nessa! Todos da equipe estamos muito empolgados e temos certeza que o público vai curtir e se emocionar com a gente", conta Andre.

Entrevista com Andre Marques

Qual a sensação de estar à frente do pai de todos os realities tantos anos depois? Quais as suas expectativas?

Eu sou suspeito para falar porque sempre fui fã do programa. Obviamente, fiquei mega feliz com o convite e com a confiança que a Globo depositou no meu trabalho. Eu acho que o 'No Limite' tem todos os elementos que o brasileiro gosta: superação, emoção e tretas - não tem como fugir delas quando você está isolado nas condições que eles estarão. E pelo fato de serem ex-BBBs, vamos poder fazer uma comparação do que vimos deles antes com o que eles são hoje. Essa disputa vai render! (risos).

O que você acha que é mais importante para vencer as provas: resistência física ou psicológica?

Acho que é um mix dos dois, um equilíbrio entre corpo e mente. Às vezes o participante tem estrutura física para aguentar a prova, mas o psicológico atrapalha e ele acaba não conseguindo.

Se te convidassem para estar do outro lado, participando. Você aceitaria? Teria coragem?

Eu topo tudo pela arte. Não sei se eu mandaria bem nas provas de resistência, tem algumas que eu já vi e que serão bem puxadas. Mas acho que eu seria o participante que se dá bem com todo mundo. Eu gosto muito de cozinhar e me viro bem no meio do mato, acho que eu seria aquele que cozinha para a galera e talvez por isso não votassem em mim (risos).

Entrevista com LP Simonetti e Angélica Campos

Quais os principais desafios que os participantes precisarão encarar?

LP Simonetti: Acredito que o principal desafio do participante do 'No Limite' é a própria cabeça. É a mente que comanda tudo. Eles vão perder todo o conforto que estão acostumados no mundo moderno e passarão a viver em um deserto, onde as necessidades são conquistadas através da sua batalha e da sua energia, com bastante desgaste físico e, também, mental.

Angélica Campos: Além das provas, eles também precisarão encarar os desafios que surgem com a convivência em um lugar inóspito e selvagem. E mesmo com as desavenças, eles vão precisar trabalhar em equipe e se ajudar, se quiserem permanecer no jogo.

O que o público pode esperar desse retorno do reality após tantos anos?

LP Simonetti: O formato do 'No Limite' evoluiu muito. A primeira edição foi há 20 anos atrás! Estamos voltando com um projeto multiplataforma e conectado, para levar muita emoção para o público. É um jogo difícil. Não é fácil estar naquelas condições e ainda ter que passar pelo desgaste físico e mental. Definitivamente, não é para qualquer um.

Angélica Campos: Além disso, podem esperar por belas imagens. A locação escolhida é bastante variada. Temos praias, falésias, dunas, lugares que parecem um deserto e outros que parecem um terreno lunar, além de vegetação abundante. Teremos todo esse colorido em um só lugar.

Para a direção, quais serão os maiores desafios?

LP Simonetti: Gravar em um lugar inóspito e com essas condições - calor, areia, dunas, sol - é um desafio para qualquer pessoa. Para nós, que estamos produzindo o programa, o desafio é maior ainda. Todos nós vamos mudar a nossa rotina costumeira e estaremos no "deserto" também. Mas a tecnologia evoluiu muito nesses últimos 20 anos e hoje temos um avanço que vai nos ajudar bastante na realização desse projeto.

Angélica Campos: Os maiores desafios da produção são o calor e as locações, que exigem que a gente ande muito. Fazer a montagem das provas e sets em um ambiente selvagem são um grande desafio.

Com informações da Comunicação Globo


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Publicidade

Veja também

Publicidade