O Planeta TV

CNN Brasil anuncia sua sede na Avenida Paulista e divulga primeiras imagens

O canal de notícias 24 horas estará disponível no segundo semestre de 2019.

por Redação, em 19/06/2019

Foto: Divulgação/CNN Brasil

A CNN Brasil escolheu a Avenida Paulista, 1374, para sediar os estúdios e escritórios do novo canal de notícias em São Paulo.

A instalação conta com quatro mil metros quadrados de área útil, posicionada em mezaninos que ficam de frente para a Avenida Paulista.

No passado, o prédio foi sede do antigo Banco Real, e, recentemente, passou por um retrofit - processo de modernização. A área estará integrada à Cidade Matarazzo, um grande complexo de lazer e de entretenimento que vai revitalizar toda a região. Também está próxima de famosos edifícios brasileiros, como o do MASP e da FIESP.

Empresas de arquitetura, engenharia, tecnologia e cenografia já trabalham nos projetos dos escritórios, do parque tecnológico e dos estúdios de onde serão ancorados os programas da CNN Brasil.

“O lugar que escolhemos para a CNN Brasil foi estratégico”, afirma Douglas Tavolaro, founder e CEO da empresa.

“Queremos fazer parte do dia a dia dos brasileiros e estar integrados com público. Por isso optamos por estar no centro pulsante e cartão postal da maior cidade do país, próximos das pessoas”, completa.

Foto: Divulgação/CNN Brasil

Em breve, serão anunciadas as localizações das redações da CNN Brasil no Rio de Janeiro e em Brasília.

Sobre a CNN Brasil  

A CNN Brasil é conduzida por um grupo brasileiro de mídia, baseado no acordo de licenciamento de marca estabelecido com a CNN International Commercial (CNNIC), que abrange o acesso a certas propriedades, incluindo conteúdo da CNN International.

O canal de notícias 24 horas estará disponível no segundo semestre de 2019 para assinantes da TV paga e também nas plataformas digitais.



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Ralf comentou:

Quanto mais informação, melhor. Espero que seja um veículo imparcial pois a impressa atual do Brasil está vergonhosa, credibilidade zero, com pouquíssimas exceções, não é atoa que os conteúdos independentes no youtube só estão crescendo.

Veja também

Publicidade