O Planeta TV

Altas Horas: Programa faz encontro de irmãos no palco

César Menotti & Fabiano e Pedro Bial estão entre os convidados.

por Redação, em 30/05/2018

Foto: Divulgação/TV Globo

O Dia do Irmão é só em setembro, mas o Altas Horas deste sábado, dia 2, prova que nunca é cedo para celebrar. Serginho Groisman convida Pedro Bial e seu irmão, o treinador de basquete Alberto Bial, para falar sobre o companheirismo, a amizade e o carinho que um nutre pelo outro. “Me sinto irmão de toda a humanidade, mas irmão consanguíneo é o meu Pedro”, diz Alberto, orgulhoso. A dupla César Menotti & Fabiano também representa o time: os dois cantam, brincam e se divertem ao relembrar os momentos marcantes da infância em família.

Para Pedro, o irmão mais velho sempre foi fonte de inspiração. Do futebol, à natação e ao basquete, Alberto se destacou no esporte desde criança, enquanto Pedro se identificou imediatamente com os livros. “Alberto era aquele cara que se praticasse cuspe à distância seria campeão mundial. Eu não: sempre fui perna de pau, um prego na natação. O que consegui aprender com ele é a paixão pelas coisas que faz. É assim que faço tudo hoje”, explica. Alberto, por sua vez, relembra que considerava o irmão um intelectual desde que Pedro tinha oito anos de idade. “Aos 12, ele ganhou uma prancheta, onde vimos o menino desenhar, escrever, pintar, fazer de tudo. A gente viu que ali tinha muito talento e inteligência”.

Bem-humorado, César Menotti compara Fabiano a Pedro Bial. Segundo ele, o irmão só leu um livro na vida. A dupla conta, ainda, que Menotti é apenas um nome artístico: o sobrenome dos irmãos é Silva. “Se bem que agora virou sobrenome, porque minha filha é Maitê Menotti”, conta César.

Já em novo episódio do quadro ‘Linha do Tempo’, Serginho entrevista Ivete Sangalo. Na gravação, a cantora — que estava grávida das gêmeas Helena e Marina, mas ainda não havia tornado pública a novidade —, revela que cantar nunca foi um sonho. Para ela, o fato de ter nascido em uma família musical fez com que quisesse ser outras coisas, de dentista a triatleta. “Como eu já era cantora, o que viesse era lucro”, afirma. 

Ivete Sangalo relembra também os seis anos em que ficou à frente da Banda Eva. O sucesso da banda coincidiu com os problemas de saúde da mãe, que precisou de cuidados médicos ao sofrer um AVC (acidente vascular cerebral). “Na época, ganhava R$ 150 por show. Foi um ‘ranca couro’, mas valiosíssimo para mim. Foi ali que encontrei meus primeiros fãs; foi ali que descobri o que era uma relação com fã, em que a pessoa sabia o que eu tinha gravado, que tinha visto eu fazer show não sei onde. Isso é precioso demais”.

O ‘Altas Horas’ recebe também o holandês Mitchell Brunings, considerado a voz oficial do Bob Marley no mundo. O cantor entoa “One Love”, um dos sucessos do jamaicano. A atração fica completa com a performance do grupo “Serial Funkers”, que traz clássicos do irmãos “The Jackson 5”, em homenagem a todos os irmãos do Brasil.

O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após o ‘Zorra’.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade