O Planeta TV

Novos tempos

Por: Nelson Gonçalves Junior E-mail para contato: [email protected]

Novos tempos

Final de novela. Começo de outra. E o papo é sempre o mesmo: nunca antes na história deste país, os índices das novelas das oito, que agora é assumidamente "das nove", foram tão baixos! Pior audiência de todos os tempos! Concorrência cada dia mais próxima da liderança!

Porém analisemos friamente a qualidade de “Passione” e de "Insensato Coração", as duas últimas produções globais do horário das 21 horas. Ambas são boas histórias, com elenco de primeiríssima mão, comandados por diretores experientes e com texto da melhor qualidade. E mesmo assim, são as duas novelas de menor audiência na história da Plim Plim.

Fracasso, fiasco, crise?

Nada disso.

A verdade é que com a economia aquecida, o brasileiro passa cada vez menos tempo em casa. Seja trabalhando até mais tarde, seja usando o dinheiro conquistado para passeios, como jantar fora, ir ao cinema ou teatro.

E mesmo que ele não saia de casa, têm diversos outros atrativos, como os aparelhos de DVDs/blu-ray, os videogames, a internet e a TV a cabo, mídias que apresentam índices de crescimentos constantes e expressivos.

Portanto fica cada dia mais impossível analisar o sucesso de um produto, apenas comparando os índices do Ibope. Agora é importante observar os trending topics do Twitter, os links mais curtidos do Facebook ou até mesmo o número de ligações que a central de alguma grande emissora recebe, pedindo a bolsa de determina atriz ou a camiseta de certo galã.

É a somatória destes informações que fará uma novela ou programa ser sucesso ou não. Mas com certeza isso ainda vai gerar muita discussão, afinal são dados muito mais subjetivos do que os números frios e "precisos" do Ibope.

O novo tempo já chegou. E isso vai requerer novas habilidades dos produtores de TV. E nova cabeça dos anunciantes para entender o telespectador que surge nessa salada digital.

Fatos

Deborah Secco é uma atriz linda e muito talentosa também. Mas precisa sempre interpretar o papel de gostosona, burra e oportunista? Ela pode mais que isso.

Já Lázaro Ramos ainda não convenceu com a sua versão Jose Mayer. E a química entre Gabriel Braga Nunes e Glória Pires é...inexistente. Não funcionou.

Adeus

2011 começou com duas grandes perdas no meio artístico. O ator John Herbert e a atriz Geórgia Gomide, pioneiros e sinônimos da nossa TV, nos deixaram em Janeiro. Fica o carinho e a lembrança eterna.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também