O Planeta TV

Bom Momento

Por: Nelson Gonçalves Junior E-mail para contato: [email protected]

Bom Momento

Um formato se desgasta ao longo de sua existência, isso é fato. Mas dependendo da sua força, ele tem total chance de se reinventar.

Recentemente, os especialistas de plantão alardeavam uma crise de audiência no principal produto da televisão brasileira: a telenovela. Diziam que nunca os índices foram tão pífios, e as histórias tão mal desenvolvidas e trabalhadas. Que deveríamos evoluir para o estilo americano de TV, que privilegia o formato de seriados, deixando as novelas (chamadas por lá de soap operas) isoladas no horário vespertino.

Passado algum tempo destas previsões apocalípticas, a telenovela brasileira continua firme na grade de nossas principais emissoras.

Na Globo, os três principais horários de folhetins são ocupados por boas histórias. “Passione” de Silvio de Abreu agrada e tem todos elementos de um sucesso. “Ti ti ti” é um remake delicioso e bem cuidado. E até mesmo “Araguaia”, que derrapa no Ibope devido ao horário de verão, é um produto interessantíssimo e agradável de ver.

No SBT, as novelas antigas vêm sendo usadas para alavancar os índices da emissora, e já são os programas de maior audiência da casa. Fica a expectativa das novas produções, principalmente de “Amor e Revolução”, feita por Tiago Santiago, que promete um roteiro ambientado na ditadura brasileira, tema tão pouco trabalhado por nós.

Na Record, apostar nos remakes mexicanos como “Bela, a Feia” e “Rebelde” pode ser um caminho duvidoso a se seguir, porém é inegável o apelo destas tramas com o público e a qualidade do produto apresentado. Destaque também para a ótima “Ribeirão do Tempo”, de Marcílio Moraes.

A audiência das novelas pode não ser a mesma de antigamente, mas as novas mídias fazem este fenômeno se repetir em todos os programas. A diferença é que a novela continua na boca do povo, no principal destino dos controles remotos e no clique do mouse.

E as emissoras começam a perceber o potencial da internet neste meio. Veja o exemplo de “Passione”, que cria conteúdo exclusivo para o seu site oficial, e não por acaso, é a trama mais discutida na grande rede. Esta é uma ótima forma de divulgação, que só tende a crescer nos próximos anos.

O caminho está traçado. E ao que tudo indica, o capítulo final da telenovela no Brasil está longe de acontecer.




Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também