O Planeta TV

Regina Duarte fala sobre sua misteriosa personagem em Tempo de Amar

"Gosto dessa ideia de que ela é uma caixinha de surpresa", diz a atriz.

por Redação, em 04/10/2017

Foto: Divulgação/Globo

De volta ao ar em um dos principais papéis de Tempo de Amar, Regina Duarte é só elogios à nova trama das seis. "A novela preenche uma carência que estamos vivendo nos dias de hoje. Alertar para a importância do amor na vida da gente é sempre muito rico, muito proveitoso!", disse a atriz, que desde o remake de O Astro (2011) não participava de uma novela desde o início. De lá pra cá, ela entrou no meio de Sete Vidas (2015), fez importantes participações nos primeiros capítulos de Império (2014) e A Lei do Amor (2016) e surgiu como ela mesma em Pega Pega, recentemente. 

Na novela de Alcides Nogueira, Regina vive Madame Lucerne, mulher de passado ainda desconhecido. "Ela é bem misteriosa! Eu gosto dessa ideia de que ela é uma caixinha de surpresa, muita coisa pode acontecer, porque ela é uma plataforma cheia de possibilidades para qualquer atriz", disse ela, que logo vai dividir a cena com Tony Ramos, sem que o personagem do ator saiba que Lucerne é proprietária da Maison Dorée: "Adoro a ideia de que ela tem o lado jurídico e o lado físico, digamos (risos). Ela é dona de um cabaré e, ao mesmo tempo, é uma pessoa na intimidade, com um outro comportamento".

Sucessora de Novo Mundo, Tempo de Amar começou bem no Ibope, acumulando média de 25 pontos na Grande São Paulo em seus primeiros seis capítulos.





Comentários (3) Postar Comentário

Tarso comentou:

Amo essa mulher!!! Estrela máxima!!

Mario comentou:

E O astro não era exatamente uma novela, era o que hoje
chamam de supersérie, mas antes era minissérie ou macrossérie.

Bernardo comentou:

Regina é maravilhosa, um deleite essa nova personagem Madame Lucerne, ela não precisa voltar pra fazer qualquer personagem foi decisão dela se afastar e selecionar bem os papeis que quer fazer, uma das maiores atrizes desse pais não precisa ficar fazendo qualquer papel e ela ficou fora da televisão mas nao esteve parada, organizou sua exposição de 50 anos de carreira, produziu e atuou peças, fez cinema, passou uma temporada em Portugal. O povo acha que o ator quando nao está na televisao está parado nada a ver nao existe só televisao, eles nao param.
Não tinha como recusar Jayme a dirigiu em Páginas da Vida e Sete Vidas, Alcides Nogueira escreveu o remake de O Astro e Tony Ramos seu grande amigo fez par romãntico em Rainha da Sucata, a reedição do par, nao tinha como a namoradinha do Brasil não aceitar, madame Lucerne é maravilhosa.

Veja também