O Planeta TV

Vívian de Oliveira comenta contemporaneidade de sua nova trama bíblica

Gênero dá sinais de desgaste na Record TV.

por Redação, em 25/03/2017
Publicidade

Foto: Divulgação/Record TV

Os primeiros resultados de O Rico e Lázaro comprovam: o gênero bíblico adotado pela Record TV vem perdendo público. 

Investindo em novelas baseadas na Bíblia desde o sucesso de Os Dez Mandamentos (2015), a emissora observa queda de audiência a cada nova estreia. Apesar de distintas, as tramas são indissociáveis, o que faz com que seus cenários e figurinos se assemelhem. Além desses aspectos, a repetição do elenco também evidencia a semelhança  - desconsiderando a primeira fase, composta por muitas crianças e adolescentes novatos, 47% dos atores de O Rico e Lázaro estiveram em outras obras bíblicas, de acordo com Daniel Castro. Ou seja, 28 dos 59 nomes listados na abertura estiveram nas temporadas de Os Dez Mandamentos ou em A Terra Prometida.

Antes mesmo da estreia da atual novela, a Record TV já havia autorizado que Vivian de Oliveira investisse em uma trama que trouxesse a temática bíblica para a atualidade. De acordo com Flávio Ricco, O Apocalipse será totalmente ambientada em 2017, baseando-se nas últimas revelações do apóstolo João e mirando no futuro.

A autora revelou que vai apoiar sua história  em acontecimentos contemporâneos, como epidemias, guerras religiosas e fenômenos naturais: "Irei abordar a visão futurista, que acredita que muitos eventos ainda estão por acontecer. Uma das profecias é que haverá o Arrebatamento da Igreja de Cristo, ou seja, igreja no sentido de "corpo" de Cristo, independente de denominação religiosa. Pessoas que pertencem a Deus. Na minha visão, esse arrebatamento acontecerá antes do período da tribulação, que é outra profecia”.

Camila Rodrigues, Sérgio Marone e Guilherme Winter, trio de protagonistas de Os Dez Mandamentos, já foram confirmados em O Apocalipse, segundo Castro.

 


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (6) Postar Comentário

Vinicius comentou:

A Record tem que parar com essa chatice de novelas bíblicas, e voltar a produzir novelas contemporâneas. A melhor novela da Record foi Chamas da vida que era contemporânea.

Vinicius comentou:

Apesar de não ser muito fã da emissora, acho que a Record já produziu boas novelas contemporâneas, como Bicho do Mato, Amor e Intrigas, Prova de Amor, etc. As novelas bíblicas foram uma grata surpresa para o telespectador sim, mas já caiu na letargia, comprovando que a Record não sabe lidar com o sucesso. Vendo A Terra Prometida, pensei estar assistindo ODM, mas com uma narrativa mais lenta, e um enredo mais fraco. Penso que seria rentável voltarem a investir em tramas contemporâneas

Noveleiro comentou:

A Record sabe produzir novela contemporânea e boa como Chamas da Vida,Vidas em Jogo,Vidas Opostas,Prova de Amor etc

Danilo comentou:

Luz do Sol e Prova de Amor. As melhores até hj.

Isabel Ditzel comentou:

É ótimo sair dos folhetins da Rede plim plim. Deixei de assistir TV há anos, bem como as novelas daquela emissora. Traz conteúdos que não acrescentam valores ético-morais-culturais-filosóficos ao público, além do entretenimento.
Assisti o primeiro capítulo de Apocalipse. Admirável produção. Parabéns pelo trabalho técnico, efeitos cinematográficos, elenco e abordagem ao tema.
Sucesso!
Voltarei a assistir TV, a Record, em Apocalipse.

Anonima comentou:

Parabéns Record, o povo precisa acordar, o apocalipse está acontecendo e o povo não ve, estamos vivendo os últimos dias na terra, só não vê quem não quer. Ta na hora desse povo incrédulo voltar-se para o Deus vivo, dar credito a palavra de Deus. Já assisti as outras histórias bíblicas e irei assistir esta também. Prefiro ver historias assim do que ficar em emissora que só procura inverter os valores como respeito, fidelidade, amor ao próximo e muito mais.


Publicidade

Veja também

Publicidade