O Planeta TV

Novo Mundo: Dom Pedro I se torna príncipe regente

Os personagens de Caio Castro e Luisa Micheletti.

por Redação, em 08/04/2020

Foto: Divulgação/Globo

Após quatro anos desde a chegada de Leopoldina (Letícia Colin) ao Brasil e seu casamento com Dom Pedro I (Caio Castro), que passou pela comovente separação de Noémie (Luisa Micheletti), sua amante francesa, a família real é obrigada a embarcar de volta para Portugal a pedido das cortes portuguesas. Com isso, Dom Pedro se vê obrigado a assumir o lugar de Dom João (Leo Jaime), seu pai. O caminho do príncipe regente e pai de família não será fácil, mas ele contará com o apoio de Leopoldina, que, mesmo conhecendo os defeitos do marido, vai ajudar no processo de independência do Brasil e dará força para que continue no cargo.

Na despedida, Pedro consola o pai, que não queria ir embora do Brasil e lembra que a atitude dele garante o poder da família em Portugal. Ele promete que fará o mesmo protegendo o Brasil, como representante do país. Dom João se preocupa com o filho e o alerta quanto ao risco de os liberais atrapalharem suas ações. Pede que ele garanta que, se o Brasil for se separar de Portugal, que seja para ele e não para algum desses aventureiros. Dom Pedro não entende a intenção do pai, mas consente.

Logo, o príncipe descobre que Dom João, Carlota (Débora Olivieri) e os irmãos foram embora e deixaram o Brasil falido. E, ao tomar conhecimento de que as tropas da guarda real estão sem receber, Dom Pedro se reúne com Thomas (Gabriel Braga Nunes), Avilez (Paulo Rocha) e Chalaça (Romulo Estrela) para definir as prioridades de governo, pois a falta de apoio do povo e das tropas poderá influenciar no tempo de permanência do príncipe no Brasil. Sem segurança, o príncipe fica vulnerável.

As cenas estão previstas para irem ao ar a partir de sábado, dia 11 de abril. ‘Novo Mundo’ é escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson, com Duba Elia, João Brandão e Renê Belmonte e tem direção artística de Vinícius Coimbra e direção de André Câmara, João Paulo Jabur, Bruno Safadi, Guto de Arruda Botelho e Pedro Brenelli.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade