O Planeta TV

Elenco, direção e autores apresentam a minissérie Dois Irmãos

Uma noite para celebrar a literatura brasileira.

por Redação, em 07/12/2016

Caua Reymond. Foto: Globo / João Cotta

Com a literatura brasileira como grande estrela da noite, autores, elenco, direção e equipe se reuniram na noite de hoje, no Instituto Europeo di Design (IED), no Rio de Janeiro, para apresentar Dois Irmãos à imprensa. Baseada na obra célebre do escritor amazonense Milton Hatoum, a minissérie de dez capítulos é escrita por Maria Camargo com direção artística de Luiz Fernando Carvalho, e estreia em 9 de janeiro.

"A minha expectativa é que as pessoas vejam e percebam uma dramaturgia diferente no sentido de que ela parte do romance e volta para o romance sem negá-lo. Relaxem, abram os olhos e o coração e façam essa viagem", disse o diretor Luiz Fernando Carvalho, logo após de convidar a todos para se sentarem no chão formando uma grande roda de conversa, na qual o principal assunto foi a ligação da teledramaturgia com a literatura.

Após a apresentação do clipe de lançamento, Milton Hatoum não escondeu a emoção ao ver seus personagens tomarem vida, com interpretações viscerais de atores como Cauã Reymond, Eliane Giardini, Antonio Calloni, Juliana Paes e Antonio Fagundes, entre outros. "Vocês não têm ideia da emoção que senti. E olhe que a gente sabe que quem é da Amazônia como eu tem pele de sucuriju, não sucumbe às emoções facilmente", disse, com voz embargada. "Em nenhum momento, eu palpitei em nada. Sou um admirador da obra do Luiz Fernando e acho que ele tem uma linguagem autoral."

Ao ressaltar a humildade daquele que é um dos maiores escritores da Língua Portuguesa, Maria Camargo, que assina a adaptação do romance, contou detalhes sobre o processo de construção do roteiro e sua relação com Hatoum. "Todo roteirista que faz adaptação sonha com um autor como ele, que é de uma generosidade enorme", observou.

Da obra de Milton Hatoum, Dois Irmãos é uma minissérie escrita por Maria Camargo e tem direção artística de Luiz Fernando Carvalho. 

Milton Hamoud , Maria Camargo e Luiz Fernando Carvalho. Foto: Globo / Estevam Avellar

O lançamento da minissérie Dois Irmãos marca o início do projeto ‘Assista a Esse Livro’, que resgata a relação íntima da teledramaturgia da Globo com a literatura brasileira, sempre presente em adaptações que marcaram época. Ao longo de sua história, a emissora produziu mais de 200 programas a partir de obras literárias. Como parte do ‘Assista a Esse Livro’, a Globo promove uma exposição de fotos e figurinos de grandes clássicos literários adaptados, debate sobre a relação entre a literatura e a TV, um bate-papo criativo sobre a história do figurino e lança uma nova edição do ‘Caderno Globo’ sobre o tema. O projeto também vai viabilizar o relançamento de títulos adaptados para a TV em formato de ebooks com cenas conectadas. Ao resgatar seu vasto universo de adaptações, a emissora quer estimular uma maior aproximação do público da TV dos grandes autores da literatura, reafirmando seu compromisso histórico com o incentivo à leitura e a promoção da cultura nacional.

“Os livros contam histórias que, na televisão, ficam ainda mais vivas e tomam forma não apenas na cabeça de quem lê, mas na cabeça de quem vê. E isso ajuda a despertar o desejo pela literatura. Eu, por exemplo, não tinha lido ‘Dois Irmãos’. E ao ver o trabalho brilhante feito por Luiz Fernando Carvalho e Maria Camargo, me deu uma profunda curiosidade de descobrir a obra de Milton Hatoum. Pra mim, isso foi um presente.”, disse Sergio Valente, diretor de Comunicação da Globo.

A partir de hoje, a emissora dá início à veiculação da campanha “Assista a Esse Livro” em sua programação. O filme reforça como a adaptação das obras literárias inspiram e aproximam os brasileiros das histórias que ganham vida na TV. Exibidas em páginas de livros, grandes cenas de séries e minisséries - como ‘Gabriela Cravo e Canela’, da obra de Jorge Amado, ‘O Tempo e o Vento’, de Érico Veríssimo, ‘Grande Sertão Veredas’, de Guimarães Rosa - além de imagens inéditas de ‘Dois Irmãos’, de Milton Hatoum, resgatam clássicos da literatura que se transformaram também em grandes clássicos da televisão.

Juliana Paes. Foto: Divulgação/Globo

Entre os dias 6 e 9 de dezembro, o ‘Assista a Esse Livro’ ocupa o Istituto Europeo di Design (IED), no Rio de Janeiro. Na quarta-feira, dia 7, o debate ‘Literatura e dramaturgia’ aprofunda as questões que envolvem o acesso do grande público a obras literárias por meio de adaptações televisivas e a formação de novos leitores. A conversa reúne o escritor Milton Hatoum, autor do romance ‘Dois Irmãos’, a roteirista e autora da minissérie homônima, Maria Camargo, o autor Fernando Bonassi e o jornalista e editor Paulo Werneck, com mediação do jornalista e escritor Edney Silvestre. Neste dia também acontece um bate-papo criativo sobre a história do figurino e sobre cenografia a partir das inspirações e criações de ‘Dois Irmãos’. O encontro conta com a participação de estudantes e professores de cursos como moda, design, arquitetura e comunicação social.

Aberta ao público na quinta e sexta-feiras, dias 8 e 9, uma exposição leva o público por um passeio através das produções da Globo nascidas a partir de grandes textos literários. Seis adaptações de clássicos da literatura brasileira são homenageadas, cada uma representando uma década: ‘A Moreninha’ (1965), novela escrita por Otávio da Graça Mello, adaptada do romance de Joaquim Manuel de Macedo; ‘Gabriela’ (1975), novela adaptada de Walter George Durst do romance Gabriela, Cravo e Canela, de Jorge Amado; ‘O Tempo e o Vento’ (1985), minissérie escrita por Doc Comparato, baseada na primeira parte da trilogia homônima de Érico Veríssimo (O Continente); ‘Memorial de Maria Moura’ (1994), adaptação de Jorge Furtado e Carlos Gerbase da obra homônima de Rachel de Queiroz; ‘Capitu’ (2008), minissérie escrita por Euclydes Marinho, com colaboração de Daniel Piza, Luís Alberto de Abreu e Edna Palatnik, e texto final do diretor Luiz Fernando Carvalho, adaptada de Dom Casmurro, de Machado de Assis; e ‘Dois Irmãos’ (2017), minissérie de Maria Camargo, com direção de Luiz Fernando Carvalho, adaptada da obra homônima de Milton Hatoum. 

Coletiva de Imprensa. Crédito: TV Globo / Mauricio Fidalgo

Como parte da exposição, os visitantes podem se perder por livros e monóculos que ‘caem’ como uma chuva literária, textos originais e fotos do acervo da TV. Os figurinos também ganham destaque na exposição. Com pesquisa da figurinista Beth Filipecki, uma pequena mostra reúne indumentárias das obras destacadas. Um túnel do tempo traz, em ordem cronológica, fotos e informações das adaptações feitas pela emissora. Uma verdadeira viagem pela história da TV e dos clássicos da literatura brasileira.  A minissérie ‘Dois Irmãos’ ganha um espaço exclusivo, com 10 figurinos usados nas gravações e peças cenográficas, recriando a Manaus do início do século descrita por Milton Hatoum em seu romance. A figurinista Thanara Schönardie selecionou peças que vão revelar as variações de estilo e silhueta dos personagens femininos em cada fase da trama, envolvendo o visitante na história da minissérie.

O projeto terá, ainda, outros desdobramentos. O primeiro título a ser relançado em formato eletrônico será ‘Gabriela, Cravo e Canela’, de Jorge Amado, em parceria com a Companhia das Letras. Transformando páginas de livros em imagens e som, o leitor poderá navegar no universo da história enquanto assiste às cenas exibidas pela Globo na adaptação do clássico brasileiro. Também no ambiente digital, os assinantes do Globo Play poderão rever na íntegra algumas das adaptações feitas pela Globo na sessão Replay. As minisséries ‘O Canto da Sereia’ (2013), adaptação de George Moura e Patrícia Andrade do livro homônimo de Nelson Motta; e ‘Ligações Perigosas’ (2015), escrita por Manuela Dias do clássico francês Les liaisons dangereuses, de Choderlos de Laclos, serão as primeiras obras a integrarem o lançamento do projeto na plataforma. Para os usuários do Globo Play, estarão disponíveis trechos das obras, destacados com o selo do projeto.

Em janeiro de 2017, será lançado o ‘Caderno Globo – Assista a Esse Livro’, com reflexões sobre as adaptações literárias em outros meios e formas de incentivo à leitura e à escrita. A publicação reunirá textos inspirados na adaptação de ‘Dois Irmãos’ – sobre a preparação da equipe da minissérie, as literaturas produzidas na Amazônia e o momento histórico vivido pela cidade de Manaus durante o período em que se passa o romance –, além de artigos com temáticas que passam pelas diferentes  possibilidades artísticas de adaptação de obras literárias e sobre o incentivo à leitura e à escrita. 



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade