O Planeta TV

"Doeu mesmo", diz Juliana Paes sobre derrota em prêmio do Faustão

"Como somos vaidosos!!!", admitiu a atriz.

por Redação, em 24/12/2017

Atriz entre os vencedores do Troféu Domingão

Aclamada por seu desempenho em A Força do Querer, Juliana Paes perdeu o prêmio de Melhor Atriz de Novela no Troféu Domingão para Paolla Oliveira, que esteve na mesma trama. 

Hoje (11), em seu Instagram, a atriz confessou sua decepção. "Ontem foi lindo e não foi fácil!!!! Foi minha primeira vez no Melhores do Ano no Faustão e estava super ansiosa e esperançosa! Saí de casa com aquele clima 'vai que é tua' e quando o prêmio não veio, doeu mesmo!!! Ficou aquele buraco no peito... Aquela pergunta: 'O que houve?'.  Meu filho mais velho, o Pedro, ficou acordado para assistir e quando imaginei a decepção dele, aí chorei de verdade!!!! Queria ganhar para ele! Para os meus pequenos que sempre foram tão compreensivos a cada vez que eu ia gravar e eles perguntavam: 'Você vai virar a Bibi?'. Como somos vaidosos!!! Como isso nos golpeia de morte", confessou.

Na mesma legenda, de uma foto em que aparece com Emílio Dantas, Jonathan Azevedo e João Bravo, Juliana esclareceu que já viu o ocorrido por outro lado. "Hoje, mais tranquila, consegui ver que mesmo sem a materialização do sucesso, o troféu, eu fui muito bem-sucedida, tive a sorte de viver a Bibi, tive a bem aventurada companhia de um Brasil inteiro que voltou a acompanhar as novelas, recebi milhões de mensagens indignadas e, o mais legal, tive colegas cheios de gratidão ao me abraçar ontem! E é isso que tem que valer... O que a gente faz pelos outros, pelos amigos, pelos colegas, pelas pessoas que nos amam! Meu prêmio é o amor que recebo e recebi de todos vocês por aqui!!!! Obrigada!!! Emílio Dantas, Jonathan Azevedo e João Bravo, amo vocês!!!! Parabéns!!!!!!!!!!", escreveu ela, mencionando os colegas de elenco, vitoriosos nas categorias Ator Coadjuvante, Ator Revelação e Ator Mirim, respectivamente. 



Publicidade

Comentários (20) Postar Comentário

Victor comentou:

Só restava dizer que a culpa toda foi da Jeiza

Reyvidson Brondi comentou:

Não importa se vc não recebeu o troféu não, só o fato de vc ter sido eleita como uma das melhores isso já é o bastante, ali não existe o melhor, e sim os melhores, q foi o seu caso, Juliana vc fez 12 novelas, e não foi só a personagem Bibi q vc foi maravilhosa não, como tb teve outros, isso mostra o seu grande profissionalismo. Parabéns pelo seu grande e lindo trabalho.

Michelle comentou:

Sei que muita gente vai criticar minha opinião, mas irei expressa-la mesmo assim. Foi muito injusto a Juliana não ter vencido. A Paolla Oliveira só ganhou por conta dos milhares de fãs do casal Jeizeca. Ela mereceu ser indicada porque realmente foi boa, mas vencer mesmo era Juliana Paes ou até mesmo a Letícia Colin. Parabéns Juliana Paes, a melhor atriz de 2017 por merecimento!!!


Geraldo respondeu:

Para a Paola Oliveira foi desafiador à Carreira dela: geralmente interpretando a "boa moça" e ela definiu bem o papel: mesmo tendo interpretado policial ela não perdeu a docilidade da mulher: ao fazer o parto da Ritinha, ao auxiliar no resgate da filha da Silvana, das mãos do agiota; do amor filial ao chato do Abel. E até procurar "não chegar/chegando" nas cenas com a Isis, porque Paola é Paola. E antes de iniciar a novela, no Fantástico, Paola e Juliana sabiam que suas personagens "se completariam" ao relatar a situação das grandes cidades: a queda de braço entre Policia e Narcotráfico.


Noveleiro comentou:

Esse prêmio é uma palhaçada. Não tem credibilidade nenhuma.A Juliana Paes foi a melhor atriz do ano e não levou o troféu.A Paola Oliveira melhorou como atriz mas ainda não é uma grande atriz. E a Anitta? Foi a cantora do ano e não levou também.A Ivete pode ser simpática,boa cantora e tudo mais,mas esse ano ela não se destacou.Enfim,espero que elas ganhem o Troféu Imprensa.

Fervini comentou:

Injustiçada, esse prêmio era seu!!

THIAGO SÃO TOMÉ comentou:

Foi uma surpresa Paola Oliveira ganhar o prêmio de melhor atriz. Tudo bem, ela interpretou bem a policial Geiza, lutadora de MMA. Porém, sua personagem teve uma narrativa linear, sem grandes transformações. Já a Bibi teve que lidar com grandes mudanças e escolhas morais, que a colocavam constantemente na boca do povo. Juliana Paes fez um ótimo trabalho, juntamente com Elisângela, que se não fosse por Irene, levaria tranquilo o prêmio de melhor atriz coadjuvante.

Luan Campos comentou:

Em 2009 ela atuou em Caminhos das Indias e perdeu esse mesmo prêmio para Alinne Moraes de Viver a Vida.
Essa premiação é questionável, uma coisa que me chama a atenção é que Flávia Alessandra nunca foi sequer indicada para o prêmio com suas personagens Sandra ( Eta Mundo Bom), Dafne ( Caras & Bocas), Cristina ( Alma Gêmea), todas essas novelas recordistas de audiencia e com a atriz em personagens principais.


gu respondeu:

A Flávia é uma atriz mediana, mas consegue falar o texto do Walcyr do jeito que ele espera. Ela precisa de um personagem de peso para poder interpretar, assim como a Juliana, que desde Totalmente Demais vem mostrado um amadurecimento nítido.


Jorge comentou:

Nesse prêmio tudo é errado. Quem tem que votar e escolher os três e depois dos três tirar um é o pún
público. Quem escolhe os três são funcionários da casa. Afinal a globo faz programação p o público ou funcionário? Muito estranho a Ivete tá lá td ano, o garotinho q trabalhou no Novo Mundo como mudo? Não foi escolhido. Léticia Colin é para disputar atriz coadjuvante. Pablo Vitar canta gritando e eu não entendo nada, melhor música? ????. Cansei, vou parar por aqui. O que eu tenho c isso se eles manipulam kkkkk


Adalberto respondeu:

Não assisto. Nem sei que prêmio é esse. Sei apenas que passa no programa do chato Faustão.


Paulo comentou:

Esse prêmio não quer dizer nada, não tem qualquer credibilidade. Essa papagaiada de "Melhores do Ano" é como se fosse aquelas festas de confraternização de final de ano de empresa, uma espécie de amigo-X da firma. Sobra aquele artificialismo e ausência de espontaneidade tão próprio da Globo (tecnicamente perfeita em vários de seus produtos, é claro, mas resta aquela sensação de vazio, de tudo muito plastificado da Vênus Platinada). Acompanhei alguns poucos capítulos de A Força do Querer, mais a reta final. Em uma das matérias publicadas aqui, cheguei a dizer que a Paola de Oliveira, dase três (junto com a Ísis e A Juliana) é a mais fraca (apesar de conseguir carregar uma personagem). Juliana Paes me surpreendeu já de um tempo pra cá: o crescimento dela como atriz é notório. Mesmo não tendo assistido a novela, em poucas cenas, dava pra perceber que ela engoliu a trama. Tanto é fato que no final da novela, as atenções estavam mais voltadas para o desfecho da sua personagem. Quanto ao prêmio do Faustão, releve, Juliana, é só uma encheção de linguiça. Mas uma coisa que ela disse é verdade: no fim, tudo é vaidade!

Bernardo comentou:

Paolla é mulher do diretor amores sei que esse prêmio não tem credibilidade. Elizângela merecia melhor atriz coadjuvante e perdeu pra Débora Falabella. Enfim a Juliana está curtindo muitos comentários sabemos que foi injustiça mas ela disputou com a mulher do diretor não dá pra perder pra primeira dama né, apesar que gosto da Paolla. Ela também venceu em 2013 pela Paloma de Amor a Vida e o público odiou a personagem apelidaram de Pamonha. Em 2014 a Cláudia Abreu ganhou da Lília Cabral enfim. Não tem credibilidade. Ju segue o baile e bola pra frente outros prêmios importantes virão.


Adalberto respondeu:

Pois é. Quem sabe ela ganha o Troféu Imprensa? Aí, será justiçada.



Geraldo respondeu:

Paola não é a mulher do diretor, o diretor que é marido da Paloma: Paloma Não tem que provar nada a ninguém depois de interpretar a Jeiza. Quanto à Débora Falabella, Não ganhou a Débora mas o simples detalhe de ser Falabella!



Bernardo respondeu:

Ela já venceu o APCA querido que é um prêmio muito importante votado por críticos que realmente entendem de televisão. Ela venceu pelo Bibi e a Zana de Dois Irmãos chupa


Veja também

Publicidade