O Planeta TV

Com ex-BBBs, Vídeo Show atinge pior público em dois anos

Em setembro, o programa terá o reforço de um quadro de humor.

por Redação, em 13/08/2018
Publicidade

Foto: Reprodução/TV Globo

Segue instável a audiência do Vídeo Show, que há duas semanas vem sendo apresentado por Sophia Abrahão e ex-BBBs Ana Clara Lima, Vivian Amorim e Fernanda Keulla.

Na última sexta-feira (10), a revista eletrônica da Globo registrou apenas 7,7 pontos de média e amargou o segundo lugar, atrás do Balanço Geral SP (Record TV), que liderou com 9 pontos.

É o pior desempenho do Vídeo Show desde setembro de 2016, quando foi apresentado por Otaviano Costa e Susana Vieira.

Em setembro, o Vídeo Show ganhará o reforço do humor. Maurício Meirelles, ex-CQC,  Márvio Lúcio, ex-Pânico, foram contratados para apresentar um quadro que está sendo desenvolvido por Marcius Melhem e Boninho.


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (5) Postar Comentário

Francisco Othon comentou:

Video Show já morreu há muito tempo..

Geraldo comentou:

A Globo tem aquele costume de simpatia não se impõe ou o famoso QI: Cada figura que já passou nesse video show!!!

pedro comentou:

Demite Boninho e contrata a Venenosa! que da certo!

Wbs Val comentou:

a globo deveria colocar gente mais experiente nesse programa, eu não desejo que acabe afinal video show é a memoria viva da nossa Tv,mais para salva-lo ele tem colocar um apelo mais popular e que seja profissional de verdade e tenha uma boa relação com publico e que não se perca na apresentação do programa.

Galliano comentou:

A Globo parece ter esquecido uma premissa básica no que tange a audiência: o público do Vídeo Show não é o mesmo público das redes sociais. Trazer essas meninas - famosas na Internet - para apresentar um programa em mídia de massa enquanto uma apresentadora com experiência e desenvoltura como Angélica está na geladeira é um erro crasso da direção (vulgo Boninho). Quanto ao programa, sua fórmula já se desgastou há seculos: a solução seria ou transformá-lo em semanal como era nos anos 1980 até 1994 (talvez no sábado, após o JH) ou tirá-lo do ar.


Publicidade

Veja também

Publicidade