O Planeta TV

Entrevista com Marcílio Moraes, autor de "Ribeirão do Tempo"

Entrevista com Marcílio Moraes, autor de "Ribeirão do Tempo"

Quem acompanhou a coletiva de imprensa de Ribeirão do Tempo percebeu que a trama tem ingredientes suficientes para disputar a liderança com a Rede Globo.

O autor Marcílio Moraes apostará suas fichas em humor, política, romances e crimes misteriosos numa cidade fictícia que representa o Brasil da atualidade. Para atrair os mais jovens, a trama terá um núcleo de esportes radicais que apresentará várias sequências de ação.

Estrategicamente, Ribeirão do Tempo entra no ar numa terça-feira, provavelmente, após a novela das oito da Globo.

Em entrevista exclusiva com O Planeta TV! o autor conta como surgiu a sinopse e que já tem mais de 30 capítulos escritos. Quando questionado sobre a audiência, ele mostra estar confiante no sucesso de seu novo trabalho.

Confira:

O Planeta TV! – Como surgiu a sinopse de "Ribeirão do Tempo"?

Marcílio Moraes – A sinopse de “Ribeirão do Tempo” junta três fontes: um romance policial inacabado que eu tinha, uma sinopse antiga sobre esportes radicais e, longinquamente, um romance de Dostoievski, “Os Demônios”. Juntei tudo isso numa cidade fictícia, colonial, e preparei a sopa.

O Planeta TV! – Conte-nos um pouco sobre os principais personagens da história?

Marcílio Moraes – Tem o Joca (Caio Junqueira), personagem que vem do romance, um detetive atrapalhado, formado por correspondência; a Arminda (Bianca Rinaldi), uma executiva internacional que vai viver um insólito romance com Joca; o Doutor Flores (Antonio Grassi), intelectual, ícone dos anos 60, ainda adepto dos ideais daquela época; o Tito (Ângelo Paes Leme), jovem apaixonado por esportes radicais. E mais a Filomena, uma garota desajeitada que vai sofrer uma mudança radical na vida; o Querêncio, pai dela, bêbado folclórico da cidade; a Karina, noiva de Tito, etc.

O Planeta TV! – Os vilãos vêm se destacando nas novelas. O que o público pode esperar deles em Ribeirão do Tempo?

Marcílio Moraes – Eu não gosto muito de dividir meus personagens entre vilões e mocinhos. De qualquer forma, “Ribeirão” vai ter também seus vilões, mas eles serão bastante inusitados.

O Planeta TV! – A trama terá  uma série de assassinatos. Os personagens que morrerão já estão definidos ou depende da aceitação do público?

Marcílio Moraes – Já estão definidos. Quem conta a história sou eu, não o público. Este pode até influenciar, mas não determina.

O Planeta TV! – O assassino só será descoberto no último capítulo?

Marcílio Moraes – Não. Logo no primeiro terço da novela grande parte dos crimes já estarão descobertos, pelo menos para o público. Sem prejuízo de outros mistérios...

O Planeta TV! – Os crimes terão ligação com o segredo de Madame Durrell (Jacqueline Laurence), que chegará à cidade atrás do filho que abandonou há 50 anos?

Marcílio Moraes – Vamos esperar a história se desenvolver. Ainda é cedo para abrir tanto.

O Planeta TV! – A novela nem começou, mas já existem comparações com as tramas de Dias Gomes e Aguinaldo Silva? O que você acha disto?

Marcílio Moraes – O Dias Gomes foi o escritor com quem fiz mais parcerias na televisão. A primeira novela que escrevi foi com ele, “Roque Santeiro”. Sendo assim, é inevitável que “Ribeirão” sofra influência dele, embora tenha uma perspectiva diferente. Do Aguinaldo, nunca acompanhei com cuidado nenhuma novela. Nada a ver.

O Planeta TV! – O realismo fantástico também estará presente em "Ribeirão do Tempo"?

Marcílio Moraes – Não. “Ribeirão do Tempo” será uma comédia satírica.

O Planeta TV! – "Ribeirão do Tempo" terá muitas cenas externas. Não fica preocupado com o período chuvoso, obrigando-o reescrever algumas cenas?

Marcílio Moraes – Tenho uma cidade cenográfica, o que facilita bastante. E pelo menos no início estaremos nas estações mais secas.

O Planeta TV! – Foi difícil escalar o elenco? Conseguiu os atores que queria?

Marcílio Moraes – A Record já conta com um elenco de primeira qualidade. Não foi difícil encontrar os atores adequados. Estou feliz e confiante no elenco.

O Planeta TV! – Em suas últimas novelas todos os personagens tiveram o seu momento de protagonista. O mesmo acontecerá  em "Ribeirão do Tempo"?

Marcílio Moraes – Eu gosto de contar histórias de panorama amplo. Em “Vidas Opostas”, o povo da favela era um dos protagonistas. Em “Ribeirão” será a cidade. Ela será a grande personagem. E ela engloba todo mundo que está morando lá.

O Planeta TV! – Inicialmente, "Ribeirão do Tempo" estrearia em fevereiro. Depois adiaram para março e finalmente marcaram a estreia para o dia 18 de maio. Por que a trama foi adiada em três meses?

Marcílio Moraes – Razões de estratégia de programação, da alta direção da Record.

O Planeta TV! – O adiamento modificou a sua rotina de trabalho ou continuou escrevendo os capítulos normalmente?

Marcílio Moraes – Continuei escrevendo normalmente, mas mais devagar, para não adiantar muito. Vou ter trinta e poucos capítulos de frente.

O Planeta TV! - Com quantos capítulos escritos você estreará a novela? Trabalhar com muitas frentes sem saber a aceitação do público não preocupa? 

Marcílio Moraes – Exatamente. A força da novela, como é feita no Brasil, vem do fato do autor poder escrever enquanto a trama vai ao ar. A frente que tenho é a Ideal.

O Planeta TV! – "Ribeirão do Tempo" está prevista para ter quantos capítulos? Está preparado para um possível esticamento? 

Marcílio Moraes – Quem escreve novelas tem que sempre estar pronto para esticamentos. “Ribeirão” deverá ter aí pelos 180 capítulos.

O Planeta TV! – Qual sua expectativa em relação à audiência de "Ribeirão do Tempo"?

Marcílio Moraes – Que seja boa. Mas não quero arriscar nenhum número.

O Planeta TV! – Existe alguma pressão da Record ou meta pessoal para vencer a audiência da Rede Globo? Mudaria alguma coisa na história para driblar os índices?  

Marcílio Moraes – Ninguém consegue driblar os números. Ou o espectador se interessa pela história ou não. Não tenho como meta bater a Globo, embora, claro, se bater, vai ser ótimo. Minha meta é fazer uma novela que tenha repercussão.

O Planeta TV! – As novelas da Record passaram a ser exibidas de segunda a sexta. Isto facilita o trabalho do autor e beneficia na audiência semanal?

Marcílio Moraes – Facilita o trabalho do autor. Em vez de seis, só preciso escrever cinco capítulos. Em que medida altera a audiência, não sei.

O Planeta TV! – As novelas em geral vêm apresentando queda de audiência. Para você quais os desafios atuais de um autor? 

Marcílio Moraes – Fazer uma novela que fuja do rame-rame habitual, dos clichês de sempre, e segure o público.

O Planeta TV! – Record pretende lançar A Lei e o Crime nos cinemas. O projeto foi adiado para depois da novela?  

Marcílio Moraes – O projeto do filme nada tem a ver com a novela. É uma produção independente. E está em curso.

"Ribeirão do Tempo" estreia nesta terça, 18/05, às 22h, na Rede Record!





Comentários (1) Postar Comentário

lady comentou:

Parabéns ao altor da novela Ribeirão do tempo ,melhor novela que eu ja acistir .
grandes elenco Parabéns Bianca Rinaldi todas novelas da Record essa estrela brilha intensamente,audiência total......

Veja também