O Planeta TV

O Outro Lado do Paraíso: Sobrinho explica para Clara porque não ajudou Beatriz

Patrick ajudará a mocinha a vender as obras de arte.

por Redação, em 28/11/2017

Patrick (Thiago Fragoso). Foto: TV Globo

Em O Outro Lado do Paraíso, assim que conseguir resgatar as obras de arte que valem cerca de 150 milhões de dólares, Clara (Bianca Bin) vai procurar o sobrinho de Beatriz (Nathalia Timberg) para pedir ajuda.

A princípio, Patrick (Thiago Fragoso) acreditará se tratar de uma golpista e explicará porque não ajudou a tia: "Minha tia Beatriz morreu num hospício, internada pela neta, minha prima. Sou um advogado importante, especializado em advocacia criminal. No entanto, movi mundos e fundos para libertar minha tia do hospício. Mas minha prima agiu às ocultas. Quando eu soube, tia Beatriz já estava interditada. O dinheiro, nas mãos da Fabiana. Agora vem você usar o nome da minha tia? Não vai conseguir".

Clara dirá que estava no hospício com a senhora e mostará a carta destinada a ele."Se ela amava você como diz nessa carta, farei tudo que puder", dirá ele. Depois de ouvir o relato de Clara sobre a captura das obras, Patrick cairá na gargalhada: "Tirou os quadros debaixo do nariz da minha prima. Ela não merecia castigo melhor. Tia Beatriz escondeu o que havia de mais valioso. E deixou para você".

Patrick dirá para Clara que possui bons contatos em galerias internacionais, explicando que não seria seguro vender as obras no Brasil. "Só se eu encontrasse um grande colecionador, mas isso poderia causar rumor, intrigas. Não quero que nada chegue aos ouvidos de minha prima. Já as grandes casas de leilão no exterior têm interesses em adquirir obras tão valiosas. E capital. Se você colocar as obras em leilão, ganhará mais. Mas se vender diretamente a uma dessas grandes casas, receberá o dinheiro mais depressa", explicará.

Clara dirá que prefere receber o dinheiro logo. "Você tem consciência de que cada obra vale, por alto, 50 milhões de dólares? Você terá em mãos, Clara, 150 milhões de dólares", afirmará Patrick.

As informações são do jornal Extra.



Publicidade

Comentários (2) Postar Comentário

gui comentou:

"Sou um advogado importante, especializado em advocacia criminal. No entanto, movi mundos e fundos para libertar minha tia do hospício. Mas minha prima agiu às ocultas. Quando eu soube, tia Beatriz já estava interditada. O dinheiro, nas mãos da Fabiana. Agora vem você usar o nome da minha tia? Não vai conseguir."

Essa novela se passa em 2017? quem é que fala dessa forma, declamada, parece as vezes que to vendo uma novela de época...


Angelo respondeu:

se critica negativamente, por que não para de ver? ou assiste apenas pra criticar? se sim, procure algo a fazer



gui respondeu:

Meu caro, agora é assim? se eu não gosto não posso falar? só pode falar quem gosta? quanta democracia de sua parte! produtos midiáticos estão aí para isso, para serem aplaudidos ou criticados quando merecem. Quero ver você falar para os críticos de cinema isso: "se acha ruim porque assiste". Argumento raso e advindo de fanboy de autor não merece ser levado em consideração. Abração.



Geraldo respondeu:

É raro vermos na midia, expressões técnicas ou português erudito: eles existem sim. Ainda mais advogados que peticionam bem, o vocabulário deles, não é nada coloquial. Além disso o linguajar na primeira fase da novela foi bem criticado, onde Walcyr está tendo que maneirar na redação das falas. Com a Sofia é que ele ainda extrapola, na linguagem da personagem.


Mario comentou:

a bianca bin está muito bem na novela, e mesmo sem produção, é muito bonita.

Veja também

Publicidade