O Planeta TV

José Mayer comenta sobre baixa audiência de A Lei do Amor

"É agora ou nunca, ou vai ou racha", analisa o ator.

por Redação, em 13/11/2016
Publicidade

José Mayer em cena de A Lei do Amor. Foto: Globo

Em entrevista ao jornal O Globo, José Mayer falou sobre a baixa repercussão de A Lei do Amor. A trama das nove, assinada por Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, até o momento, alcança 26 pontos de audiência, uma das mais baixa da faixa das 21h.

"A faixa das 21h está no volume morto há tempos. As últimas produções (“Babilônia”, “A regra do jogo” e “Velho Chico”) não foram tão bem. É como se o público tivesse perdido o hábito de assistir a novelas. Precisamos reconquistar o horário. Tenho convicção de que a história vai conseguir seu espaço. Estamos por volta do capítulo 30. É agora ou nunca, ou vai ou racha.", analisa o profissional.

Tião Bezerra, personagem José Mayer, é um dos trunfos da trama.  Nos próximos capítulos, uma das apostas é o caso tórrido de Tião e Jéssica (Marcella Rica), que começará no capítulo previsto para ir ao ar no dia 21/11.

Apesar das maldades do personagem, o ator vê um lado positivo:

"Não é um vilão caricaturado, de uma só face. Ele, de fato, gosta da família. O afeto foi negado a ele de maneira brutal pela mãe e pela primeira namorada, Magnólia (Vera Holtz). Por isso, ele é tão apegado ao sentimento familiar. Mesmo com casamento destruído, ele luta para manter aquilo. Acho esse um aspecto positivo do personagem. É o homem traído que lida com a triangulação amorosa sem perder a compostura e o controle emocional. Isso, num certo sentido, é admirável.", avalia.


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (8) Postar Comentário

Eduardo comentou:

Eu acho que racha essa novela chata!

celina sartorio de sá comentou:

realmente essa novela é chaterrima,que venha a proxima,e não me surpreenderei se for outra novelinha chata,novelas dessa emissora ja foram boas,,,

BE comentou:

Não adianta enfiar mais de 50 personagens num novela se não tem espaço pra todo mundo e nem tem como esse batalhão se destacar dentre tanta gente, grande parte sem importância, meros coadjuvantes saídos de Malhação e gente nova que veio de teatro. Tem que focar no núcleo principal e puxar um pouco o freio a estória está muito acelerada. Ele disse certo o público perdeu o hábito de assistir novelas pq hj em dia os autores fantasiam demais querem fazer nos moldes de seriados, só que novela é um produto diário e seriado é semanal. Novela é uma coisa e série é uma coisa, o folhetim tem que voltar.
Eu parei de assistir pq é bem chata, parece novela mexicana.

faustão comentou:

O LOUCO TÀ PEGANDO FOGO BIXO

Shu Peng comentou:

NOVELA BOA É QUANDO TINHA LUCÉLIA SANTOS, FÁBIO JUNIOR, NARJARA TURETTA, REGINA DUARTE, BETTY FARIA, JOANA FOMM, NUNO LEAL MAIA, GIOVANA GOLD, SURA BERDICHTESVKY, DENISE MILFONT, TAMARA TAXMAM, LUCIA VERÍSSIMO, MAIARA MAGRI, LISA VIEIRA, NEUSA BORGES...MAS A GLOBO ESQUECE QUE ELES EXISTEM E QUE TANTO CONTRIBUIRAM PARA O SUCESSO DA EMISSORA. A GENTE LIGA A TV E VER SEMPRE AS MESMAS CARAS. TODO MUNDO É ATOR HOJE EM DIA. IVETE SANGALO, MARILIA GABRIELA, BBBs, ........TODO MUNDO, MENOS QUEM TEM TALENTO DE VERDADE. NINGUÉM AGUENTA MAIS. SORTE QUE TEMOS O CANAL VIVA PRA VER TODOS ESSES ACIMAS CITADOS.

Flavia comentou:

A novela é chaterrima. Outro fracasso das 21:00 horas da globo.Parei de assistir.

Décio Verneck comentou:

Acho que novela das 21 horas tem que ser mais leve com questões em que as pessoas se identifiquem e ao mesmo tempo possam sonhar com ascensão e luxuria. Isso não quer dizer alienação e sim transmitir uma oportunidade de entretenimento as pessoas que já passaram por dificuldades durante todo seu dia, quando finalmente se sentam a frente da televisão estão a procura de relaxamento e diversão e não uma enorme carga de tensão provocada pela trama da novela.
Por essa questão acredito de as novelas com núcleo rural e os personagens gays ganham audiência nas novelas.

Décio Verneck comentou:

Acho que novela das 21 horas tem que ser mais leve com questões em que as pessoas se identifiquem e ao mesmo tempo possam sonhar com ascensão e luxuria. Isso não quer dizer alienação e sim transmitir uma oportunidade de entretenimento as pessoas que já passaram por dificuldades durante todo seu dia, quando finalmente se sentam a frente da televisão, estão a procura de relaxamento e diversão e não uma enorme carga de tensão provocada pela trama da novela.
Por essa questão acredito de as novelas com núcleo rural e os personagens gays ganham audiência nas novelas.


Publicidade

Veja também

Publicidade