O Planeta TV

Taís Araújo fala sobre Helena de Viver a Vida: "Personagem não era legal"

"Não sei se tinha como fazer bem, já que não era bom", diz a atriz.

por Redação, em 12/04/2017

A atriz em Mister Brau. Foto: Globo


No Saia Justa de hoje (12),  durante conversa sobre aquele momento em que a pessoa "trava" diante de uma situação, Taís Araújo não mediu palavras para revelar a sua própria experiência. 

A situação escolhida pela atriz foi quando assumiu a personagem Helena na novela Viver a Vida, exibida entre 2009 e 2010. "Eu fazia uma brincadeira com o nome Viver a Vida, não é muito difícil. Quem quiser pensar em casa um pouquinho... É um trocadilho com a letra... Uma novela que foi difícil, difícil", disse ela, arrancando risos das parceiras de sofá, Mônica Martelli, Astrid Fontenelle e Pitty.  

Após Astrid frisar que Taís era a protagonista da novela das nove escrita por Manoel Carlos, a atriz começou a dar detalhes​ da sua experiência: "Eu criei muita expectativa. O personagem não era legal, eu me senti muito sozinha e eu também não fazia bem. Também não sei se tinha como fazer bem, já que não era bom, entendeu? O fato é que eu 'pegava aquelas letras' e elas não diziam nada pra mim, aquelas frases".

Após falar da sua falta de intimidade com o roteiro, Taís revelou o seu esforço para levar a personagem: "Pegou na alma, pegou duro. Eu travei! E eu pedia muita ajuda. A Aracy Balabanian é muito minha amiga. Eu ia pra casa dela às 9 da manhã; e a Aracy não acorda cedo, tá? Mas ela acordava cedo pra ficar comigo, passar texto comigo, tomar café comigo, tentando me tirar daquela areia movediça... E eu não conseguia sair daquele lugar. Eu patinei até o fim, eu não consegui sair".

Além de ser a Helena mais jovem criada por Manoel Carlos, a personagem de Viver a Vida também foi a primeira protagonista negra de uma novela das nove.



Publicidade

Comentários (10) Postar Comentário

Marcos comentou:

Foi horrivel Tais mas isso passa e o ator esta sujeito a personagens irreversiveis nem sempre vao haver papeis brilhantes o tempo todo ae ja e querer demais.Mas deixa logo esse Mr brau que e sofrivel e volta logo as novelas vc e otima acompanho desde xica da silva.

Lucas Braga comentou:

A personagem não era ruim o grande fator para Taís não ter conseguido êxito foi que as personagens de Lilia Cabral e Aline Moraes se encaixavam melhor com o nome "HELENA" elas eram as verdadeiras Helenas guerreiras fortes a personagem da Tais era coadjuvante não tinha aquela pegada das Helenas anteriores mulheres de fibra.

Mario comentou:

Até concordo, mas Regina Duarte sempre foi a melhor personificação da Helena.
Julia Lemertz e Cristiane Torloni também nao foram bem como Helena. Tanto que em Mulheres
Apaixonadas as demais tramas prevaleceram sobre a da Helena.
A Helena da Maite proença também era chata.
Para mim, as Helenas da Regina Duarte e a da Vera Fischer foram as grandes Helenas.
E com certeza, a Helena da Taís Araújo era a mais chata de todas, mais pelo personagem
mesmo do que pela atuação.

BE comentou:

Era uma personagem que começou protagonista mas depois virou coadjuvante, era uma mulher fraca, passiva, sem ação. Depois do acidente da Luciana o público que já tinha antipatia pela Helena tomou raiva, ninguém torcia por ela.Foi péssima as personagens dá Alinne Moraes, Adriana Birolli, Lília Cabral engoliram essa personagem ela foi perdendo espaço e Alinne tomou conta da novela, foi uma novela bem mediana, não foi péssima de tudo mas também não foi boa.

judithe abdalla comentou:

novela lenta personagens chaterrimos,novela horrivel!!

Rodrigo comentou:

Alguém me explica o trocadilho porque até agora não consegui... seria Viver a Diva?


RCO respondeu:

Ela quis dizer: “FUDER A VIDA”


Marcos José comentou:

Nesse caso o único responsável pelo fracasso dá personagem foi o autor. Um outro autor que destrói as suas mocinhas é o Gilberto Braga, no caso de viver a vida Manoel Carlos inverteu os papéis, a Helena era literalmente a personagem dá Aline Moraes!!!

Dante comentou:

Acho que o problema foi a personagem. Uma das características principais da Helena é a sua sabedoria, por ser uma mulher já vivida, e o lado maternal. As duas coisas estavam ausentes na da Tais. Fora que a personagem em si era chata, não tinha nada para lutar. Infelizmente esse foi o problema: A Helena ser tão jovem. Ao meu ver, a verdadeira Helena foi a Lilia. Depois do acidente da filha, lutou para a filha te ruma vida mais agradável. Helena ficou antagonista da Tereza, logo o público que torcia pelo drama da Luciana, tomou antipatia da personagem. Fora outros fatores também não funcionaram que prejudicaram a Helena, como o personagem do José Meyer, e a "vilã" da Giovanna. A personagem não pode crescer na trama.

Felipe comentou:

Até a Giovanna Antonelli que era pra ser vilã e acabou não sendo, tinha mais empatia do público e desbancou a Helena da Taís

Noveleiro comentou:

Essa novela foi uma das piores do horário nobre, a personagem da Adriana Birolli era quem dava um toque interessante com suas alfinetadas e brigas com a mãe.

Veja também

Publicidade