O Planeta TV

Reprise de "O Salvador da Pátria" no VIVA alcança 1 milhão de telespectadores

A novela é exibida de segunda a sábado, na faixa das 14h30.

por Redação, em 22/04/2021

Foto: Memória Globo/Divulgação

Segundo dados apurados pela jornalista Cristina Padiglione, a novela "O Salvador da Pátria" é um sucessso. No ar desde o dia 12/03, a trama de Sassá Mutema (Lima Duarte) mantém a liderança isolada, com um alcance de 1 milhão de pessoas.

"O Salvador da Pátria" - escrita por Lauro César Muniz e estrelada por Lima Duarte foi a segunda melhor estreia na faixa das 14h30. Só perde para Torre de Babel.

O VIVA fechou 2020 na liderança absoluta da TV paga em território nacional e em São Paulo, maior região do país em termos de consumo e população. Em 2021, por enquanto, o canal pago do Grupo GloboSat tem se mantido, na média, à frente de todos os outros, assim como a GloboNews, vice em 2020, segue em segundo lugar.

Os canais de TV paga de maiores audiências  em 2020 foram: VIVA, GloboNews, Discovery Kids, Cartoon Network, Universal TV, Megapix, SportTV e AXN.


Publicidade

Comentários (5) Postar Comentário

Eduardo comentou:

Novela boa é assim mesmo saudades dos 80 e 90 e as trilhas sonoras são um show a parte.O que deixa a desejar, ou melhor cansativo é o Sassá.

Mario comentou:

*Não gostei muito na época, mas vendo hoje, é um novelaço. Por que não fazem mais novelas assim, com grande texto, grande elenco, cenários coloridos, músicas bacanas? Acho que são cores e tom pesado que tornam as novelas atuas não deglutíveis. O mais engraçado não é apenas matar as saudades das novelas antigas, mas dos atores que quase não são mais usados hoje, como Mayara Magri, Tássia Camargo, Suzy Rego, Alexanddra Marzo, Narjara Tureta, Aldine Muller, Lucia Veríssimo, etc. E, claro saudades de atores que nos deixaram, como Mário Lago, José Wilker, Marcos Paulo (dirigia muito bem as novelas) Norma Geraldi.

Ralf comentou:

A Globo parece que trocou seu publico antigo por um publico boboca, pouco exigente, que só gosta de histórias rasas, que não precisa pensar muito. As novelas de hoje só serve pra galerinha lacrar nas redes sociais com uma cena ou um personagem aleatório, isso é o "sucesso" dos dias atuais. O Salvador da Pátria pra mim está entre as melhores já produzidas e fico pensando se daqui uns 20 anos, novelas como Amor de Mãe, Segundo Sol, A Dona do Pedaço e tantas outras, serão lembradas dessa maneira? A novela tinha uma história política bem construída e ainda mesclava com mistério, lembro que no último capítulo todo mundo ficando surpreso quando foi revelado quem era o grande chefe da organização criminosa.


Mario respondeu:

Lauro Cesar MUniz é um grande escritor. Escreve novelaçoes como Poder paralelo e Salvador da patria e viaja com novelas como Zazá e Máscaras. Mas nao dá para entender como ela nao foi mais chamado. Ele foi co-autor de Sonho Meu e Mandala, nao tenho certeza.


Ralf comentou:

Não assisti as novelas dele fora da Globo, mas Zazá é tenebrosa, Sonho Meu tb era ótima e não ficou devendo em nada para sua antecessora, Mulheres de Areia, não entendo pq nunca foi reprisada, esqueceu de citar outra novela incrível, Roda de Fogo. Imagina ele escrevendo uma novela atual, falando de política, corrupção, sem vilãs loiras falando frases de efeito, mas pena que dificilmente irá acontecer.

Carol spint comentou:

Eu amo as novelas antigas!!!! Tem humor inteligente . historias que prendem a nossa atenção e atores maravilhosos!! O canal viva é um dos meus preferidos!!;

Publicidade

Veja também

Publicidade