O Planeta TV

Novelas da Globo apresentam reação no Ibope

Primeira semana de O Tempo Não Para cravou 29 pontos, em SP.

por Redação, em 08/08/2018

Cena de O Tempo não Para. Foto: TV Globo

As novelas da Globo esboçaram reação na semana passada, entre os dias 30 de julho e 4 de agosto. Na Grande SP, "Orgulho e Paixão" cravou 23 pontos, seu recorde semanal. "Segundo Sol" igualou seu melhor índice semanal com 33 pontos.

A novata na faixa das sete, "O Tempo não Para" marcou 29 pontos em sua primeira semana.

Na capital paulista cada ponto no Ibope equivale a 71,9 mil domicílios sintonizados.



Publicidade

Comentários (6) Postar Comentário

Doug comentou:

Reação? Meu Deus esse site tá cada dia mais parcial! As novelas da Globo estão estáveis há tempo e o Tempo Nao Para chegou pra ser sucesso! Se fossem da Record as reportagem diria que são fenomenos!! Reação e quando Jesus marca 12 pontecos, sendo que o normal é 10 ????????????

JOAO ANTONIO comentou:

Concordo com vc.

fervini comentou:

^ exato!! concordo com Doug, porém Segundo Sol picou 36 ontem, batendo o recorde.

alice comentou:

vocês donos desse site nem disfarçam mais que são parciais né?

Geraldo comentou:

O que eu digo: em épocas de Facebook com páginas de novelas e a interação que fazem continuarem divulgando audiência por métodos próximos aos do Século XX, ainda dizendo "cada ponto em SP", é resistir à idéia que a interação na internet, Facebook, veio para Ficar!

Rosana comentou:

Eu confeção que esrou ficando com nojo desse é de outros saites é até programas de fofoca que se juntam pra tentar derrubar a GLOBO, A GLOBO tem que tomar providências é começar a responder a altura ,ela tem saites tem o vidio show que pode desmentir as mentiras criadas ,hoje na Sônia invenção .. Eu vi ela desmentindo a GLOBO como se ela tivesse propriedade pra isso ela desmentiu a GLOBO só porque a GLOBO disse que estava testando a TATA pra ela ir pra rede nacional éeu achei ridículo a GLOBO vê isso é nada faz? estão abusando ela tem que dá um basta essas emissoras não eram nada se não fosse a GLOBO.

Veja também

Publicidade