O Planeta TV

No Conversa, Pedro Bial recebe Gusttavo Lima

O convidado é considerado uma grande estrela do sertanejo universitário.

por Redação, em 19/07/2018

Foto: Globo/Fábio Rocha

Cantor, músico e compositor. Aos 28 anos, Gusttavo Lima pode ser considerado um dos principais nomes da história do sertanejo universitário. Além de figurar no ranking das músicas mais tocadas pelo Brasil, o artista esbanja mais de 150 composições originais e diversos fãs clubes – alguns deles presentes no ‘Conversa com Bial’ desta quinta-feira, dia 19. Em meio ao carinho e o apelo da plateia, o cantor fala sobre o começo da carreira, o amor por Goiás e seu trabalho como embaixador da Festa do Peão de Barretos, no interior de São Paulo. 

“Quando tinha cinco para seis anos de idade, meu pai me deu um violão. Foram quatro dias de serviço braçal para ganhar o instrumento do nosso vizinho”, recorda Gusttavo, nascido e criado em Presidente Olegário, em Minas Gerais. Foi aí que começou a tocar na igreja, sem nunca ter tido aula, e a cantar na Folia de Reis, organizada e preparada pela família. O nome de nascimento, Nivaldo, o acompanhou na luta pelo sucesso até chegar em Goiânia, onde o garoto despontou como “Gusttavo Lima”. “Fui registrar ‘Gustavo Lima’, mas descobri que já tinha um artista com esse nome. Aí pedi para dobrar um ‘t’, e deu certo”.

Para o músico, foi Goiânia que o escolheu. “Coisa de Deus”, explica Gusttavo, que mora na cidade até hoje, dez anos depois. “O povo de Goiânia é muito amoroso, te recebe como se fosse conhecido. Goiás é diferente, tenho um amor e carinho por esse estado. Pode chegar qualquer um lá, que é tratado com carinho”, afirma. O cantor revela, ainda, que uma de suas paixões regionais é o pequi, fruta bastante utilizada na culinária sertaneja.

Foto: Globo/Fábio Rocha

Já em terras paulistas, Gusttavo comemora o título de embaixador da Festa do Peão de Barretos. É a primeira vez que o mesmo artista ocupa o posto por dois anos consecutivos, e, neste ano, o cantor prepara a gravação de um DVD na cerimônia. Além de um show de cinco horas, especial para a ocasião, Gusttavo mostra todo o seu apoio ao Hospital de Amor de Barretos, a maior do país na dedicação ao tratamento e prevenção do câncer infanto-juvenil. “É uma estrutura gigantesca, que parece uma cidade. É muito bonito o trabalho que eles fazem”, analisa o cantor, que esteve no local em abril para visitar os pacientes. 

Na conversa, Pedro Bial recebe também o doutor Luiz Fernando Lopes, diretor da instituição e o pioneiro na descoberta do mielodisplasia, doença conhecida como “pré-leucemia”. Além de ressaltar o trabalho do Hospital de Amor, o médico destaca a importância de Gusttavo Lima no apoio à instituição.

Exibido após o ‘Jornal da Globo’, ‘Conversa com Bial’ tem direção artística de Monica Almeida e direção de conteúdo de Ingo Ostrovsky.


Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Geraldo comentou:

A Globo gosta de que divulguem que são a maior audiência, mas eles ao que tudo indica, "garimpam" a concorrência. Ele está na Seleção Permanente do Canal Sertanejo, em UHF, em duas canções, bem interpretadas e ambientadas. Espero que ele se mantenha fiel à humildade.

Publicidade

Veja também

Publicidade