O Planeta TV

Jornalistas esportivos são demitidos em massa pela TV Globo

Os cortes são consequência de redução de custos e redação unificada.

por Redação, em 18/10/2017

Uma triste notícia para os profissionais de jornalismo. Nesta terça, 17/10, a Globo anunciou a demissão de 20 pessoas que trabalhavam no departamento esportivo. A emissora também dispensou Cesar Seabra, que ocupava o cargo de diretor regional de esportes em São Paulo.

As demissões aconteceram no Rio de Janeiro e também em São Paulo. O corte teria sido motivado por redução de custos. Desde agosto, as equipes do esporte em São Paulo atendem as demandas de pauta tanto da Globo quanto do Sportv.

No Rio de Janeiro, a redação foi unificada e os profissionais estariam concentrados no edifício da Barra da Tijuca e não mais no Jardim Botânico, formando uma redação única para Globo Esporte, GloboEsporte.com e Sportv.   

Entre os dispensados estão as apresentadoras Luciana Ávilla e Vanessa Riche e os comentaristas Luiz Ademar e Rivelino Teixeira.





Comentários (2) Postar Comentário

Antônio Davi Roland comentou:

O mesmo acontecerá na Globo e na Globonews. A qualidade do material apresentado pelas equipes de jornalismo na Globo , Globonews e SporTV tende a cair . Futuro vai dizer.

Geraldo comentou:

Infelizmente o Galvão não está na lista, porque a exemplo do Faustão, deve ter a modalidade de Prestador de Serviço (CNPJ), já existente entre os demais jornalistas (Não esportivos/(comentaristas). Agora que a mulherada dar noticias da rodada no futebol, falta a expansividade dos homens, é fato; já para Auto Esporte: carros esportivos, aos domingos, elas apresentam bem. Fica nitido que os dois horários semanais de jogos: quartas e domingos, servem para completar grade de programação aliado aos patrocinadores, porque é dificil acompanhar todos os jogos dos mais diversos campeonatos, em apenas dois horários semanais, como acontece na Globo/TVAberta.

Veja também