O Planeta TV

Jornal Nacional reúne "tropa de elite" do jornalismo para comemoração

Alguns dos maiores repórteres da emissora lembrarão fatos marcantes dos últimos 50 anos.

por Redação, em 04/04/2015

JN celebra 50 anos da Globo com dream team do jornalismo da emissora

Não é só a dramaturgia que prepara novidades e recordações para o mês de aniversário dos 50 anos da Globo. O setor de jornalismo e esportes da emissora também vem preparando algumas atrações que servirão como homenagem à emissora. Fantástico, Jornal Nacional e Esporte Espetacular terão, neste mês de abril, quadros e reportagens especiais que fazem alusão à data.

No Fantástico, a partir deste domingo, 5 de abril, a série Mulher 5.0, com apresentação de Ana Furtado, vai ao ar, apresentando mulheres que fazem 50 anos neste ano e que, portanto, "nasceram" junto com a Globo. É o caso de Fernanda Torres e da cantora Daniela Mercury. O programa também prepara um show exclusivo de Gilberto Gil e Caetano Veloso a ser exibido no dia 26, data do aniversário da Globo, no palco da revista eletrônica.

Nesse mesmo dia, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o Esporte Espetacular não será apresentado no seu cenário tradicional, comum a todos os esportivos da Globo. A atração irá reproduzir o cenário do Uni Duni Tê, primeiro programa exibido pela emissora.

Já o Jornal Nacional investirá nos grandes repórteres presentes no elenco global. O principal telejornal do país reuniu a chamada "tropa de elite" do jornalismo da emissora para exibir uma série entre os dias 20 e 25 de abril, na qual cada episódio irá ser dedicado a uma década de cobertura jornalística da Globo.

Foram convidados os jornalistas Glória Maria, Tino Marcos, Renato Machado, Ilze Scamparini, Caco Barcellos, Fátima Bernardes, Sandra Passarinho, Ernesto Paglia, Heraldo Pereira, Pedro Bial, Marcelo Canellas, André Luiz Azevedo, Galvão Bueno, Francisco José, Orlando Moreira e Luís Fernando Silva Pinto.



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Falo mesmo comentou:

E o Boninho sempre dando um jeito de botar a Ana Furtado na grade da Globo. Bem fez a Ana Maria que peitou o diretor e disse que não a queria como sua substituta.

Veja também

Publicidade