O Planeta TV

Ibope: O desempenho final de Orgulho e Paixão

A novela de Marcos Bernstein derrubou, em um ponto, a média de público das 18h.

por Redação, em 24/09/2018

Cena de Orgulho e Paixão. Foto: Divulgação/TV Globo

Hoje, à noite, a TV Globo exibirá o último capítulo de Orgulho e Paixão. No ar, com um total de 162 capítulos, o folhetim acumulou 21,5 pontos de média. A antecessora, Tempo de Amar, somou um ponto a mais (22,6 pontos).

Assim como Tempo de Amar, Orgulho e Paixão se manteve estável do início ao fim. Diferente de obras de grande apelo do público, que tendem a “explodir” na reta final.

A última produção das seis que alcançou índices de audiência acima da média foi Eta Mundo Bom (27 pontos), de Walcyr Carrasco.

Na Globo a expectativa agora é para Espelho da Vida, de Elizabeth Jhin. É importante destacar que a última novela da roteirista não foi muito bem. Além do Tempo, em 2015, marcou apenas 19,8 (20) pontos.



Publicidade

Comentários (8) Postar Comentário

Davi comentou:

Derrubou? Que sensacionalismo!

Cleber Da Silva Nascimento comentou:

A novela se arrastou do início ao fim fez por merecer audiência dos 21 PTS agora espelho da vida promete ser boa mais vai ficar na casa dos 18/20.

Felipe Ricardo comentou:

Orgulho e Paixão, com seus 21,5 pontos de média, alcançou 1,5 de sua meta de horário que é de 20 pontos. Começou despretensiosa e se manteve assim, sem exageros... a considero um sucesso que é, constato que é uma boa novela com bons personagens, é infinitamente superior a Tempo de Chorar, ops Amar e ficará marcada pela boa trama e do casal Lutávio. Já deixa saudades, espero vê-la daqui alguns anos no Vale a Pena Ver de Novo.


fernando respondeu:

Vai entender, antes as metas das novelas da Globo eram 30, 35 e 40 pontos de media, depois passou a 25, 30 e 35, agora esta em 20, 25 e 30 pontos, daqui alguns meses as metas serão revista e ficarão em 15, 20 e 25 pontos.


Cláudia Muniz comentou:

É um absurdo comparar Orgulho e Paixão com Tempo de Amar. As duas tiveram ótima qualidade. Orgulho e Paixão apresentou uma história mais romântica, solar e valorizou as relações humanas (mesmo que despretensiosamente),tendo em vista o valor da amizade e a união que permeava a história. O autor temperou a obra com romance, humor, drama, aventura na medida certa e deu um show de condução do roteiro, quase que desprovido de falhas e ''barrigas''. Todos os personagens teve seu momento para brilhar, destaque para o casal Ernesto e Ema, Luccino e Otávio, Aurélio e Julieta e havia bons casais para todos os gostos. Porém o grande destaque ficou por conta da sofrida Julieta, interpretada magistralmente por Gabriela Duarte, que após um hiato de 8 anos sem um papel completo num folhetim, ganhou esse grande presente em sua carreira. A personagem iniciou como uma mulher dura e austera, e no desenrolar do enredo, quebrou esse peso que tinha em seu coração ao revelar que havia sido violentada sexualmente e agredida por seu falecido marido. Ou seja, ela era uma bondosa e ingênua moça que precisou utilizar da sisudez e dureza para enfrentar a vida, que fora transformada pelo amor de Aurélio e seus amigos. Semelhante a história de muitas mulheres brasileiras, dando ao público a sensação de estar assistindo as cenas de Julieta por um buraco de uma fechadura, de tão real que era a história. Foi uma obra completa e cheia de nuances, encerrando sua trajetória com exito no ibope e em repercussão. Tempo de Amar foi uma ótima novela também, apesar do ritmo mais lento e melodramático. Produção impar. E que venha Espelho da Vida, para manter a qualidade do horário.

Mario comentou:

Orgulho e paixao resgatou as novelas antigas da globo.
seja na forma de contar as histórias, seja na leveza e delicadeza,
seja no colorido. Muitas novelas anteriores não tinham colorido.
Era uma penumbra só, como Tempo de amar e Joia rara, por exemplo.
Um elenco bem escolhido, com muitas jovens que além de talentosas,
são lindas. E é sempre bom ter Natália do Valle em cena (vibrem fãs, ela deve voltar logo).

Rafael Ribeiro comentou:

Como assim Além do Tempo não foi bem? A novela foi um sucesso!

Rodrigo Moura comentou:

Espelho da Vida tem uma missão ingrata: manter 20 pontos num horário das 18hs, com uma forte concorrência da Record (Cidade Alerta) e início do horário de verão somado ao calor. Mas, desejo muita sorte e um excelente texto ao telespectadores

Alinne comentou:

Gostaria de fazer uma pergunta ao dono deste blog. Você analisa as novelas baseando-se apenas na audiência ou na repercussão e aceitação de público e crítica? Se for para insinuar que Orgulho e Paixão e Além do Tempo foram péssimas apenas pelo fato de terem obtido uma média geral de 21, então Sete Vidas, Lado a Lado, entre tantas outras, também foram fracassos, já que obtiveram médias bem mais baixas até. Audiência sempre será um fator importante, mas sempre tente levar em consideração a repercussão do público e crítica, até porque não vejo nenhuma insatisfação da Globo ou dos críticos com a trama. E se você não sabe, a meta do horário das seis é de 20 pontos, quase todas as tramas, com exceção de Êta Mundo Bom, obtiveram médias gerais entre 20 e 25, assim que não diga que essa novela derrubou o horário das seis, pois esta encontra-se no patamar do horário. E se você não gosta da trama, faça argumentos mais construtivos em lugar de recorrer ao sensacionalismo. Abçs!

Veja também

Publicidade