O Planeta TV

Grupo Globo é indicado ao Emmy Internacional 2019 com três produções

Única televisão brasileira a receber o Emmy Internacional, a Globo já acumula 17 prêmios.

por Redação, em 19/09/2019

Foto:  Globo/Mauricio Fidalgo

A Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão anunciou, na manhã desta quinta-feira, dia 19, os indicados ao Emmy Internacional 2019. A TV Globo concorre em duas categorias: “Minissérie” com ‘Se Eu Fechar os Olhos Agora’ e “Melhor Atriz” com Marjorie Estiano, pelo seu trabalho na segunda temporada de ‘Sob Pressão’. O Canal Futura recebeu indicação na categoria “Documentário” por ‘A Primeira Pedra’, de Vladimir Seixa. Os vencedores serão conhecidos no dia 25 de novembro, em uma cerimônia em Nova York, nos Estados Unidos.

‘Se Eu Fechar os Olhos Agora’ nos leva, através das lembranças de Paulo (João Gabriel D’Aleluia/Milton Gonçalves), ao início dos anos 1960, à fictícia São Miguel, no interior do estado do Rio de Janeiro. Ali, ao lado do amigo Eduardo (Xande Valois), o jovem Paulo aprende que as relações no “mundo dos adultos” são muito mais complexas do que parecem. A trama trata da dificuldade dos relacionamentos amorosos, familiares e sociais, e dos segredos que cada um esconde para representar o seu papel na comunidade. Em 11 episódios, a obra é escrita por Ricardo Linhares, inspirada no livro de Edney Silvestre, e tem direção artística de Carlos Manga Jr. A minissérie concorre com produções da Índia, Austrália e Hungria.

Marjorie Estiano é indicada ao prêmio de “Melhor Atriz” pela sua atuação na segunda temporada de “Sob Pressão”. Nesta fase da trama, Carolina, sua personagem, enfrenta falsas acusações da nova diretora do hospital, Renata (Fernanda Torres), vê seu casamento com Evandro (Julio Andrade) abalado e ainda se deparar com o retorno de seu pai José Luis (Luis Melo). O desejo de salvar vidas é o que move profissionais de ‘Sob Pressão’, série médica genuinamente brasileira. Com direção artística de Andrucha Waddington e direção de Andrucha e Mini Kerti, a série é uma coprodução da TV Globo com a Conspiração Filmes. Em 11 episódios, a segunda temporada conta com supervisão de texto de Jorge Furtado e redação final de Lucas Paraizo, que escreve os episódios com Antonio Prata, Marcio Alemão e André Sirangelo. No Emmy Internacional 2019, a atriz concorre com atrizes da Hungria, Índia e Reino Unido.

Foto: Divulgação/TV Globo

Pelo Canal Futura, ‘A Primeira Pedra’ foi indicada na categoria “Documentário”. A obra, dirigida por Vladimir Seixas e produzida pelo Canal Futura, em parceria com a produtora Couro de Rato, investiga a onda de linchamentos no Brasil e mostra como essa violência, praticada muitas vezes por pessoas que se consideram 'cidadãos de bem', tornou-se cotidiana. Disputam com produções da Holanda, Reino Unido e Qatar.

Única televisão brasileira a receber o Emmy Internacional, a Globo já acumula 17 prêmios, incluindo o primeiro ‘Directorate Award”, recebido por Roberto Marinho, fundador da Globo, em 1976. O segundo foi conquistado em 1981, com o musical ‘A Arca de Noé’. No ano seguinte, foi a vez de ‘Morte e Vida Severina’. Roberto Marinho recebeu novamente o prêmio na categoria 'Direção' em 1983. Na estreia da categoria ‘Melhor Novela’, em 2009, o Emmy foi para ‘Caminho das Índias’, de Glória Perez. Em 2011, a emissora foi novamente vencedora na categoria ‘Melhor Novela' com ‘Laços de Sangue’, coprodução com a SIC, exibida em Portugal. No mesmo ano, no Emmy Internacional de Jornalismo, a Globo foi premiada pela cobertura do ‘Jornal Nacional’ sobre a invasão do Complexo do Alemão. Em 2012, duas estatuetas foram conquistadas com as produções ‘O Astro’ como ‘Melhor Novela', e ‘A Mulher Invisível’, por ‘Comédia'. No ano seguinte, além do prêmio de Fernanda Montenegro como ‘Melhor Atriz’, a Globo levou a estatueta de ‘Melhor Novela' com 'Lado a Lado'. Já em 2014, Roberto Irineu Marinho, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, foi homenageado com o prêmio de Personalidade Mundial da Televisão, por sua liderança da marca Globo, nacional e internacional. No mesmo ano, ‘Joia Rara’ conquistou o prêmio de ‘Melhor Novela’. Em 2015, ‘Império’ levou o prêmio de ‘Melhor Novela’, e ‘Doce de Mãe’’, de ‘Melhor Comédia’. Em 2016, Verdades Secretas’ foi eleita a ‘Melhor Novela’. Este ano, a Globo recebeu o prêmio inédito de “Melhor Série” no Emmy Internacional Kids com ‘Malhação: Viva a Diferença’, escrita por Cao Hamburger e dirigida por Paulo Silvestrini.



Publicidade

Comentários (5) Postar Comentário

LMW comentou:

Marjorie fazendo jus ao título de melhor atriz de sua geração

Ono comentou:

Tomara que a Marina Ruy Babosa e a Marquezine estejam vendo isso para saberem o que é uma atriz de verdade.

ALTAMIRO RÔLERRETÉ comentou:

Não acredito que "Assédio" e Adriana Esteves não foram indicados. Esse Emmy é uma balela mesmo. "Se eu fechar os olhos agora" foi bom, mas "Assédio" foi excelente, e Adriana Esteves estava perfeita como Stela. Antônio Calloni também merecia indicação. Decepção total!

Ono comentou:

Que injustiça!!! Esse título de melhor atriz deveria ser merecidamente da Natália do Valle, que está nos presenteando com uma personagem complexa e encantadora no horário das 21hs. Quem é a Marjorie na fila do pão quando falamos da nossa estrela-mor Natália?!

Junior comentou:

Globo soberana!

Veja também

Publicidade