O Planeta TV

Globo valoriza os veteranos durante reprises de novelas, analisa Aguinaldo Silva

O dramaturgo está no ar com Fina Estampa.

por Redação, em 30/07/2020

Aguinaldo Silva. Foto: Divulgação/Globo

Aguinaldo Silva elogiou a Globo sobre a escolha de “Flor do Caribe” como sucessora de “Novo Mundo”. A obra é estrelada pela linda Grazi Massafera, em seu início de carreira promissora.

"Mais um veterano é convocado para frente de batalha nessa hora difícil: dessa vez é Walter Negrão, 79 anos, grande autor de novelas inesquecíveis, dentre as quais se destaca esta 'Flor do Caribe', que é solar e otimista como o telespectador prefere agora.", notou Aguinaldo Silva.

Outra veterana que terá mais uma chance é Gloria Perez, com “A Força do Querer”, no lugar de “Fina Estampa”.



Publicidade

Comentários (5) Postar Comentário

Nando Lopes comentou:

Não sou a favor desta reapresentação de Flor do Caribe, agora. Mas não concordo com a política da Globo de desvalorizar bons autores veteranos. Preferível abrir espaço para contrata-los, nem que fosse por obra. É o caso de Carlos Lombardi, Lauro César Muniz, Walter Negrão e tantos outros. Não dá para descartar bons autores como Gilberto Braga (Vale Tudo e Celebridades) e Aguinaldo Silva (Tieta e Senhora do Destino) por um último trabalho com baixa audiência. E se Manoel Carlos, Maria A. Amaral e Benedito R. Barbosa acham pesado hoje escrever uma novela das nove, porque não oferecer espaço para eles com novelas mais curtas às 18h? Sinto falta de novelas no estilo História de Amor, Cabloca, Sangue Bom, Sonho meu, etc. E acho que não sou o único.


Matheus Barbosa respondeu:

Eu acho que no caso dos veteranos temos dois casos: os que querem trabalhar e os que optaram pela aposentadoria. Por exemplo, Manoel Carlos e Negrão pelo que deixaram subentender, pararam por vontade própria. Manoel Carlos, eu lembro que a Globo até tentou encomendar umas minisséries pra ele, mas ele nunca entregou, últimas vezes que foi visto em público, estava até de cadeiras de rodas. E Negrão, após o susto de Sol Nascente, em que ficou doente e Suzana Pires escreveu a novela quase toda, disse que focar em sua fazenda ou algo assim. Agora tem autores veteranos que ainda tem saúde e disposição para o trabalho. No caso deles, deveria haver mais respeito.



Nando Lopes respondeu:

Há controvérsias em torno das 'aposentadoria'. Uns dizem que é espontânea. Não me parece um hábito. Autores como Cassiano Gabus, Dias Gomes e Ivani Ribeiro não aposentaram e trabalhavam pouco antes de morrer. Escrever é um vício. Um prazer para autores prestigiados e valorizados. O 'sistema' de avaliação de dramaturgia da Globo constrange. Quantos erros de sinopse nos últimos tempos? Já Calmon, Lauro Cesar M. e Carlos Lombardi tiveram sinopses recusadas recentemente. Agnaldo e Falabella foram dispensados. No lugar de Manoel Carlos eu também aposentaria. Um bom escritor não precisa do constrangimento de convencer Sílvio de Abreu que suas tramas são boas. Logo Abreu que coleciona mais fracassos que muitos dos que ele dispensa. Espero que Ricardo Waddington assuma o posto.


Mario comentou:

Verdade, o modo de fazer novelas hoje está errado. Novelas
pesadas, escuras, sem humor, sem uma trilha sonora que
envolva, aberturas péssimas, elencos cada vez mais fracos
(vide demissoes em massa na emissora). Dá para consertar,
os grandes merecem sim novas chances e Silvio de Abreu
já deu.


Ralf respondeu:

Vocês definiu perfeitamente o que são as novelas de hoje.


Carlos comentou:

Flor do Caribe ok, mas A Força do Querer, e Haja Coração não deveriam voltar agora, muito recente na mente dos brasileiros.
Vou assistir Flor do Caribe e maratonar Ti-T-Ti no Globoplay e no aguardo de A Indomada que entra na plataforma em 31/08/2020.


Ludovic respondeu:

Não sei como você consegue maratonar novela, eu muitas vezes fico com preguiça de maratonar temporada de série com apenas 10 episódios, imagina marotonar 150 cap de novela.. impossível pra mim.



Fábio César respondeu:

Vai maratonar TITITI e A indomada ?? Essa onda de maratonar não combina com o gênero novela, pois novela deve ser vista aos poucos , as personagens de novela são quase como uma companhia, não é a agilidade da trama que importa e sim o envolvimento, aquela história bem contada, com calma, pra gerar afinidade... Maratonar trocentos capítulos perde o sabor e é absurdamente exaustivo, definitivamente não combina em nada com novela, só combina com série pois são tramas bem mais dinâmicas.


Isaura comentou:

Maratonar novela pode sim, afinal cada escolhe o que é melhor para si. Para alguns que pensam que precisam ver aos poucos ok e para quem prefere agilidade ok também. Não se deve generalizar, pois cada um escolhe o que é melhor para si.


Ludovic respondeu:

você consegue? Claro que qq um pode maratonar se quiser, ninguém disse o contrário, só acho que são poucas as pessoas que conseguem, eu tentei maratonar a favorita, pois era muito criança qd passou a primeira vez, mas n consegui passar do cap. 23 em ritmo de maratona. Qd vc vê 1, 2 ou até 3 cap. por dia, n cansa tanto, agora pra maratonar tem q ter folego, parabéns pra quem consegue, eu até hoje n conheci ninguém.


Mario comentou:

Talvez a aposentadoria "precoce" do Maneco ((ja faz seis anos)
e a de outros grandes, frente aos resultados e ao cardapio apresentado
nos ultimos anos faça a globo trocar o diretor da área.
acho que é uma questao de tempo. Tomara que se
confirmada a saida do Silvio, o Ricardo tenha um outro
olhar - como diretor ele foi demais nas tramas do
Maneco, a dobradinha dele com o Maneco era imbativel.

Veja também

Publicidade