O Planeta TV

Eri Johnson lamenta a repercussão nula de Belaventura

O ator está livre para trabalhar em qualquer canal.

por Redação, em 27/01/2018
Publicidade

Eri Johnson em cena de Belaventura. Foto: Record TV

Em entrevista ao UOL, Eri Johnson lamentou o fracasso de Belaventura, que chegou ao afim nesta sexta-feira (26), na Record TV.

"A experiência de ter feito uma novela na Record foi boa, porque eu reencontrei vários amigos. Gostei de ter trabalhado lá e não senti muita diferença [em relação à Globo]. A diferença que a gente sente, e é um absurdo, é que no caso de 'Belaventura' não houve repercussão nas ruas. Raramente alguém comentava a respeito. E é uma novela de que gosto muito. E gostei muito do meu personagem, do Corinto", analisou.

O ator de 56 anos não trabalha para a Record desde julho, quando terminou de gravar Belaventura. Por causa da frente avançada de capítulos e do adiamento da estreia da trama na Record, ele ficou seis meses aparecendo na televisão sem contrato com nenhuma emissora.

Com o fim de "Belaventura", o ator está livre para trabalhar em qualquer canal, como outros colegas contratados pela Record apenas para a trama medieval, como os ex-globais Adriana Birolli, Helena Fernandes e Paulo Lessa.


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (4) Postar Comentário

Mônica comentou:

O que ele esperava de uma novela na Record! Quase nada produzido por essa emissora gera repercussão. Agora se tivesse em Deus salve o rei era outra história. Não sei porque está decepcionado!!! Todos os personagens que ele fez na Globo geraram repercussão. É igual a Xuxa. Outra iludida que não sabe porque o programa dela não dá audiência.


carlos derson respondeu:

Falou a critica da tv.. se coloca em seu lugar querida vc não e nada pra te esse tipo de comentário.quem errou foi a direção do canal em coloca esse tipo de novela no ar.porque não fez a nova dona beija???vamos aprende direção a trabalha direito, pra não passa vexame.



Thiago Hideki respondeu:

Nossa quanto preconceito, só pq ele é da Record e a novela não gerou repercussão, infelizmente o trabalho fracassou, o que faltou foi preparação nas ultimas novelas de lá, a Record pôs tudo com produtora agora se ferrou, mas tbm nada a ver isso de que não existe vida fora da Globo


Antonio Sousa comentou:

Ele elogiou o personagem, a novela e até disse que não sentiu diferença, ou seja, que a produção era tão boa quanto às da Globo (o que não deixa de ser um elogio), mas o título da matéria ressalta que ele lamentou o fracasso. Affe!

Naldo comentou:

Sem a nossa estrela Natália do Valle, nenhuma novela vinga.

Mônica comentou:

Não existe vida fora da Globo por incompetência das outras emissoras . Um ou outro produto consegue alguma repercussão. Vejam o caso da Juliana Knust. É protagonista no horário nobre da Record e é capaz de ter mais repercussão com a Sandrinha de Celebridade do que a personagem de Apocalipse. É só fato. A Record não tem um mínimo de planejamento e depois quer repercussão. ODM foi um eclipse como costumam dizer.


Pedro respondeu:

Pronto, disse tudo. A Record quer "ganhar no grito". Jogou toda a expectativa da novela nos tão falados efeitos especiais, que nem eram tão bons. A divulgação da novela se resumiu a efeitos especiais, como se isso garantisse audiência. Fora que de tanto fazerem novelas bíblicas, desgastou o produto. Os Dez Mandamentos era novidade, agora as outras são mais do mesmo.



Publicidade

Veja também

Publicidade