O Planeta TV

Conversa com Bial: Do balé ao samba

O talk-show encerra a semana com dois programas repletos de música.

por Redação, em 09/05/2019

Foto: Divulgação/TV Globo

O ‘Conversa com Bial’ encerra a semana com dois programas repletos de música, dança e papos descontraídos com pessoas cujas vidas estão entrelaçadas à arte. Nesta quinta-feira, dia 9, Pedro Bial recebe convidados que exalam talento e esbanjam fofura. Ao lado do apresentador, sentam-se Cacá Nascimento, de 11 anos, Pedro Sousa, também de 11 anos, Felipe Costa, de 10, e Davi Campolongo, de 12. Apesar da pouca idade, seus currículos impressionam: Cacá, além de ter participado do ‘The Voice Brasil’, se prepara para estrear um musical e foi um dos destaques do desfile da Mangueira, escola de samba carioca que levou o Carnaval 2019, brilhando na comissão de frente. Pedro e Felipe, atores e dançarinos, atualmente vivem a receber aplausos durante a temporada da montagem brasileira do musical “Billy Elliot”, em cartaz na capital paulista, onde interpretam os personagens Billy e Michael, respectivamente. Já Davi, além de ser ator, conquista a admiração das plateias quando se apresenta ao piano. 

Sinceros, espertos e brincalhões, os quatro garantem um bate-papo leve com Bial, contando sobre as suas experiências na carreira artística e suas inspirações. Cacá lembra que, antes de cantar o samba da Mangueira, foi estudar para entender a letra. “Fala sobre a história do Brasil que não foi contada, porque na escola a gente aprende sobre Pedro Álvares Cabral, mas não aprende o outro lado da história. A gente não aprende sobre os índios, o que eles viveram”, diz. Pedro e Felipe contam sobre os papéis que interpretam. “Ele é um garoto que tem o sonho de dançar, só que o pai não deixa. Mas aí ele continua lutando, tentando convencer o pai de que ele quer fazer balé”, explica Pedro, sobre Billy. “O Michael sempre gostou de se vestir de mulher, tanto que ele vai escondido para o quarto da irmã e pega algumas roupas no guarda-roupa dela. Ele fica ali se vestindo, se olhando”, completa Felipe, referindo-se a seu papel no espetáculo. Descoberto como um talento musical pelo maestro João Carlos Martins durante o filme “João, o maestro”, em que interpretou o próprio, Davi o elogia: “É um cara em quem eu me inspiro muito porque a história de vida dele é incrível, né? Ele é um exemplo de superação”, finaliza.

Foto: Globo/Fábio Rocha

Já no programa desta sexta-feira, dia 10, o feito do sambista João Nogueira é lembrado e celebrado no ‘Conversa com Bial’. Apesar de não mais existir como construção física, o Clube do Samba, fundado há 40 anos por João como um movimento para fazer frente às letras estrangeiras e ao ritmo disco, que vinham se sobrepondo à cultura e à música brasileira no período, ainda hoje é referência no Brasil e pulsa vivo entre os outros artistas da família Nogueira. É a partir disso que a viúva de João, Ângela Nogueira, o sobrinho e produtor Didu Nogueira, a irmã e parceira Gisa Nogueira, e o filho caçula Diogo Nogueira se unem no palco da atração para conversar sobre o assunto, cantar e se emocionar com histórias ligadas ao marido, tio, irmão e pai, respectivamente. 

Exibido após o ‘Jornal da Globo’, ‘Conversa com Bial’ tem direção artística de Monica Almeida.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade