O Planeta TV

Conheça a história central de Filhos da Pátria, série criada por Bruno Mazzeo

Projeto tem previsão de estreia para setembro, na Globo.

por Redação, em 21/07/2017

Foto: Divulgação/Globo

Um olhar crítico e bem-humorado sobre uma típica família de classe média no Brasil do séc. XIX, pós-independência, e a formação da identidade do povo brasileiro conduzem o enredo de Filhos da Pátria, série criada por Bruno Mazzeo, com direção artística de Mauricio Farias.

Geraldo Bulhosa (Alexandre Nero) nasceu em Portugal, é um homem de bem, solícito, prestativo por natureza, e trabalha no Paço Imperial intermediando as relações entre Brasil e Portugal. Imediatamente após a Independência, ele começa a se sentir ameaçado de perder o cargo oficial que ocupa por ter nascido em terras lusas. Aos poucos, vai perdendo prestígio e precisará lidar com os “novos esquemas” que tomam conta do ambiente de trabalho. “Geraldo Bulhosa chegou para mim como algo irrecusável. É uma série que tem humor crítico e uma qualidade incrível”, elogia Nero.  

Maria Teresa (Fernanda Torres) é a esposa de Geraldo, uma mulher classista, materialista e alpinista social confessa. Ela sempre imaginou que desfrutaria de prestígio social e boa situação econômica pelo fato de ter se casado com um europeu. É apaixonada pelo marido, mas sonha com o dia em que ele vai despertar e se impor profissional e socialmente. Fruto de seu tempo, Maria Teresa é obcecada pelos modos e tradições da alta sociedade. “Quando o Bruno Mazzeo me deu a sinopse para eu ler, me candidatei a interpretar Maria Teresa. Ela é de uma era pré-pré feminismo, muito retrógrada. A série fala com humor e inteligência sobre a “origem do caos””, explica Fernanda Torres. No fundo, Maria Teresa sente inveja da irmã, Leonor (Leticia Isnard), que casou-se com o industrial Murilo (Felipe Rocha) e pode ostentar joias e charretes. Geraldo e Maria Teresa ainda são pais de um casal, Geraldinho (Johnny Massaro) e Catarina (Lara Tremouroux).

Foto: Divulgação/Globo

“A história é atemporal, estamos tratando da nossa essência também. A isso juntou-se o desejo de falar sobre a história do Brasil. O que acontece hoje em dia é a conta do que já vem há muito tempo”, explica o autor, Bruno Mazzeo. O diretor Mauricio Farias ainda complementa: “‘Filhos da Pátria’ é uma comédia dramática, em outros momentos é tragicômica e tem romance. Essa diversidade é muito rica e faz a gente passear por esses territórios.”

Filhos da Pátria tem criação e redação final de Bruno Mazzeo e direção artística de Mauricio Farias. Com previsão de estreia para setembro, na TV, a série estará disponível, na íntegra e para assinantes, a partir do dia 03 de agosto pelo GloboPlay. O elenco ainda conta com nomes como Matheus Nachtergaele, Marcos Caruso, Jéssica Ellen, Serjão Loroza, Flávio Bauraqui, Leticia Isnard, Karine Teles, Saulo Laranjeira, Adriano Garib e Felipe Rocha.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade