O Planeta TV

Antes do jogo começar, Brothers contam o que esperam do ‘BBB 19’

A nova edição do reality show estreia hoje, à noite. Na Globo!.

por Redação, em 15/01/2019

Foto: Divulgação/Globo

Dezessete novos moradores com expectativas diversas e um sonho em comum: passar o máximo de tempo possível na casa do ‘BBB 19’, local onde vão fixar residência a partir desta terça-feira, dia 15 de janeiro, data de estreia do programa. O período de permanência, no entanto, quem determina é o público, que decide aqueles que devem ou não se manter no jogo. Prestes a dar início à essa experiência, eles contam o motivo que os fizeram querer participar do BBB, o que esperam desse período na casa mais vigiada do país e como pretendem fazer a diferença no programa, em busca do prêmio de R$ 1,5 milhão. 

Alan, 26 anos — Nascido e criado em Criciúma, Santa Catarina, o administrador e empresário acredita que o ‘BBB’ pode promover a ele uma transformação radical. “Quero mudar a minha vida e, para isso, vou me arriscar no jogo. Acredito que sairei do BBB ainda mais maduro e me entendendo melhor”, fala.

Carolina, 33 anos — A baiana, publicitária e empresária, tem o prêmio como principal objetivo. “Minha expectativa é ganhar R$ 1,5 milhão. Acho que o programa vai me abrir novas oportunidades de trabalho também. No meu período na casa, quero aprender, ensinar e me divertir muito”.

Danrley, 19 anos — O carioca, estudante de Ciências Biológicas e vendedor de picolé, já faz planos para o prêmio. “Quero dar uma vida melhor para os meus pais. Nesse período, vou me mostrar para as pessoas, sempre enaltecendo a comunidade onde nasci, a Rocinha. Pretendo viver experiências incríveis no programa”, planeja o estudante que também dá aulas particulares de física. 

Diego, 30 anos — Empresário e criador de cavalos, Diego mora em Curitiba, no Paraná, mas é natural de Rio Negrinho, município de Santa Catarina. Para ele, o ‘BBB’ é um sonho. “Sempre tive vontade de participar e me identifico muito com o programa. Quero conhecer pessoas bacanas e tentar ao máximo evitar brigas e discussões”, conta. 

Elana, 25 anos — A piauiense da cidade de Bom Jesus é engenheira agrônoma e tem o sonho de cursar medicina. Ela vê o programa como uma alavanca para mudar de vida: “O que eu mais quero nesse mundo é dar uma vida confortável aos meus pais. Espero mostrar minha energia e sair mais madura”, declara.

Gabriela, 32 anos — Nascida em São Paulo, mas morando em Ribeirão Preto há 10, a percussionista é também artista plástica e produtora audiovisual. No ‘BBB’, ela pretende servir como exemplo para outras pessoas. “Quero que a minha história, identidade, etnia e reflexões sirvam, de alguma forma, para outras mulheres e meninas. Quero fazer amizades, dialogar e trocar experiências”. 

Gustavo, 37 anos — Médico oftalmologista, Gustavo é nascido e criado na Zona Leste de São Paulo. Fã declarado do programa, ele diz que seu objetivo é jogar. “Sempre fui apaixonado pelo programa. O que mais me fascina é o jogo emocional e a competição. Minha expectativa é viver esse sonho o máximo de tempo e com intensidade. Espero sair realizado e rico”, brinca.

Hana, 22 anos — A bacharel em cinema e youtuber carioca quer entrar no reality para fazer muitos amigos e aprender a conviver com as pessoas: “Quero compartilhar meus ideais e meu estilo de vida. Espero sair de lá com mais paciência para conviver com todos, somando muito humor em tudo isso”, explica.

Hariany, 21 anos — Para a goiana, estudante de Design de Moda, ela é a cara do ‘Big Brother Brasil’. “Eu acho que serão os melhores dias da minha vida. Estou entrando de coração aberto com o objetivo de melhorar a condição da minha família e também dar um up na minha carreira”, planeja. 

Isabella, 24 anos — Natural de Natal, Rio Grande do Norte, Isabella acabou de ser aprovada no vestibular de Medicina. No programa, ela quer mostrar para o Brasil a garra da mulher nordestina: “Vou viver e me entregar a esse momento único da vida. Quero mostrar o meu jeito de ser, quebrando padrões e jogando limpo. Espero sair com muita história boa para contar para os meus filhos, no futuro”, fala. 

Maycon, 27 anos — Nascido em Minas Gerais e morando em São Paulo, Maycon vende queijos produzidos em sua cidade natal, Piumhi, e, nos fins de semana, trabalha como barman em uma casa de shows sertaneja. Ele espera a oportunidade de viver o BBB desde a primeira edição: “Espero sair melhor do que entrei, vou ser espontâneo e não forçado. Sou um cara do interior que veio para ganhar o mundo”.

Paula, 28 anos — Bacharel em direito, Paula tem 28 anos e é de Lagoa Santa, Minas Gerais. Com o ‘BBB’, ela espera não só mudar a vida financeiramente, mas também quer fazer muitos amigos: “Vou fazer o meu melhor e espero causar boa impressão ao público. Se eu conseguir pegar intimidade, vou ser muito divertida e falar muita besteira”, comenta.

Rízia, 24 anos — A jornalista Rízia é de São Miguel dos Campos, Alagoas. No programa, ela quer mostrar sua personalidade para o público e viver intensamente o jogo. “Minha expectativa é ser uma ótima jogadora, espero que as pessoas me conheçam. E quero ganhar o prêmio, claro!”. 

Rodrigo, 40 anos — Cientista social especializado em direitos humanos e dramaturgo, o carioca vê no programa uma oportunidade para se transformar. “Será um momento único onde acredito que, ao sair, terei oportunidade de tocar meus projetos e ajudar minha família. Já consigo me imaginar saindo diferente e com maior autoconhecimento”, espera. 

Tereza, 52 anos – Natural de Arcoverde, Pernambuco, Tereza é Psicanalista e Técnica de Enfermagem, com pós-graduação em Assistência Social e Psicologia e mestrado em Ciências da Educação. Ela não esconde de ninguém que gosta muito de aparecer. “Quero mostrar a todos uma mulher de 52 anos, nordestina, determinada, livre e que sabe o que quer”, diz. 

Vanderson, 35 anos — O Biólogo e Coordenador Educacional Indígena é de Rio Branco, no Acre. Ele acredita que o programa pode lhe ajudar a dar voz a suas lutas: “Vi no BBB a oportunidade de mudar minha vida e da minha família, além de mostrar aquilo que acredito e minhas convicções pelas quais batalho”, destaca. 

Vinicius, 40 anos — Nascido em São Paulo mas vivendo em Belo Horizonte desde os oito anos, Vinicius é Artista Plástico e também trabalha como Diretor de Arte e Designer Gráfico. Para ele, o ‘BBB’ pode lhe dará mais experiência para viver diferentes momentos. “Quero exercitar o autocontrole. Sempre fui fã do BBB e estou muito animado em participar. Vou ser o doido mais do bem que a casa já teve”, afirma. 



A seleção dos novos Brothers

Para escolher seus novos jogadores, a produção do reality trabalhou o ano inteiro na seleção dos Brothers, passando por 12 cidades brasileiras. Pela primeira vez, houve inscrições no Rio Branco (AC) e em São Luiz (MA). O resultado é um time diversificado e vindo de todas as regiões do país, composto por pessoas com diferentes histórias, crenças, profissões e culturas. Do Sudeste, são oito participantes, sendo três do Rio de Janeiro, três de Minas Gerais e dois de São Paulo. Do Nordeste, cinco: um da Bahia, um do Piauí, um do Rio Grande do Norte, um de Pernambuco e o quinto vindo de Maceió. Da região Sul, chegam dois Brothers vindos de Santa Catarina. Um participante vem do Acre, na região Norte do país, e, do Centro-Oeste, mais um, vindo de Goiás. 

Segundo Rodrigo Dourado, diretor geral do ‘BBB’, o comprometimento da equipe é fundamental para o andamento do programa e motivo de orgulho. “Recebemos um grande número de inscrições e avaliamos todas, uma a uma. É muito intenso e, ao mesmo tempo, muito divertido. Temos um time que não apenas coloca a mão na massa, mas que dá o sangue para fazer, a cada ano, o melhor BBB de todos. Não é à toa que estamos no ar há 19 edições”. Dourado afirma ainda que algumas palavras nortearam a seleção dos novos Brothers: diversão, senso de humor – e capacidade de rir de si mesmo – além de carisma, competitividade e conteúdo.

O apresentador Tiago Leifert também conta que sua expectativa para o início do ‘BBB 19’ é enorme. “Demora demais para começar!”, brinca. “Este é um grupo formado por pessoas muito diferentes umas das outras, apesar de alguns terem faixas etárias próximas. É difícil prever, por exemplo, quem vai se aliar a quem. Estou curioso para ver como vai ser a primeira dinâmica e como eles vão se organizar”, fala o apresentador. Tiago diz ainda que dá trabalho fazer o BBB. “É preciso prestar muita atenção ao que os participantes dizem e ao comportamento de cada um deles, conhece-los profundamente dentro do jogo. E isso requer tempo e atenção. É um processo muito ativo meu e de toda a equipe que faz o BBB. Algo que, durante os 90 dias em que o programa está no ar, toma 100% das nossas vidas”, fala. 



Publicidade

Comentários (2) Postar Comentário

Cléber comentou:

Vamos ter uma surpresa logo mais , Bolsonaro vai impedir que essa pornografia vai para o ar . #BolsonaroTiraoBBBdoar


Danilo respondeu:

Ele não tem esse poder... Ele tem que se preocupar com educação, segurança pública, economia, etc... votei nele inclusive pra isso..


Patricia comentou:

Programa inútil e falso como uma nota de 3 reais,a começar pela balela que avalia inscrições uma a uma kkkk um dos participantes de uma temporada declarou que estava na praia,e um olheiro da globo o abordou e convidou para participar(detalhe: ele não havia feito inscrição nenhuma)

Veja também

Publicidade