O Planeta TV

Ana Maria Moretzsohn escreve uma série para a Netflix

A obra será produzida pela produtora de Daniel Filho, que também deverá dirigir.

por Redação, em 26/09/2019

Foto: Reprodução/TV Globo

Sem oportunidade na TV aberta, Ana Maria Moretzsohn escreve uma série para a Netflix. De acordo com informações do jornal O Globo, a história, sobre as relações entre os membros de uma família, vai misturar drama e humor.

A produção começará em janeiro e ficará a cargo da Lereby, produtora de Daniel Filho, que também deverá dirigir.

O último trabalho da Moretzsohn na TV foi a temporada de 2013 de “Malhação”.



Publicidade

Comentários (8) Postar Comentário

Lourival Lopes Cancela comentou:

Mas ela não tinha ido para a Record? Até agora não disse a que veio, todos os seus trabalhos fracassaram, em todas as emissoras por onde passou. Talvez com séries tenha mais sorte!

Ralf comentou:

Fala sério, daqui a pouco a Netflix vai virar um puxadinho da Globo. Só faltar ter essas novelas idiotas.

Gil comentou:

Estrela Guia talvez tenha sido seu grande sucesso... Esplendor foi boa, porém um pouco arrastada...


Televisivo respondeu:

E que mesmo assim foi "ruim", o grande chamariz foi a presença de Sandy. A novela é muito fraca!


Lucas Neves comentou:

Olha, que bacana! A Ana já prestou ótimos serviços na televisão e merece uma nova oportunidade. Além das tramas das 20hrs de sucesso que fez com Aguinaldo Silva, escreveu Esplendor e Estrela-Guia que foram novelas das 18h agradabilíssimas. Desejo sucesso nesta empreitada.


Mario respondeu:

Perdidos de amor - uma das melhores novelas que já passaram fora da globo. Gostei de esplendor e luz do sol tambem.


Televina comentou:

Vale lembrar que na Globo Ana Maria foi co-autora de Riacho Doce, Tieta, Lua Cheia de Amor, Pedra sobre Pedra e Fera Ferida, alem de ser uma das autoras que implementou Malhacao em 95 sendo a supervisora das primeiras temporadas de sucesso e outras mais recentemente. Na Band escreveu 3 novelas como autora principal, sendo Perdidos de Amor a de maior relevancia e audiencia em 96. De volta a Globo escreveu algumas novelas das seis nos anos 2000 como Esplendor, Estrela Guia e Sabor da Paixao, as duas primeiras fez um relevante sucesso e levantou o horario apos o fracasso de audiencia das antecessoras. Na Record escreveu Luz do Sol, uma trama que foi sucesso de audiencia. Uma autora muito boa sim, mesmo nao tendo cravado um estrondoso sucesso na Globo acho o texto dela melhor que do Daniel Ortiz, Claudia Souto eTiago Santiago, nao desmerecendo os demais. Nao a toa o Daniel Filho tem feito varios trabalhos com ela.

Michel comentou:

Novelista muito fraca. Suas estórias são frágeis demais. Sem vida. O que ela fez com a versão de Meu pé de laranja lima foi um pecado. Fiquei chocado com uma entrevista dela dizendo que telespectador não gosta de ver personagens pobres na TV. Só ricos... Ela não deu certo na Record. Nem na Globo. Deve ter umas 10 sinopses de novela vetadas. Uma delas foi CORPO PARTIDO em que queria abordar o tráfico de órgãos. Tudo num tempo em que os hospitais precisam de transplantes. Ou seja .. seria um desserviço. Ainda bem que vetaram

Mario comentou:

Escolho 3 novelas dela que eu gostei: Luz do Sol, Esplendor e Perdidos de amor.
Acho que o texto dela tinha tudo a ver com as novelas das 7 de antes, já que as
de hoje são mais pesadas. Acho que ela tem que se reencontrar, porque o estilo
de novela dela não sei em qual emissora se encaixaria. As pessoas nao gostam
mais de novelas com romance agua com açucar com um pé na comédia.

Lucas comentou:

Aproveitando o assunto, existe alguma chance de Explendor ser exibida no Viva?

Veja também

Publicidade