O Planeta TV

A Hora da Decisão: Conheça os participantes do novo quadro do "Faustão na Band"

O programa revelará um ícone sertanejo.

por Redação, em 09/06/2022
Publicidade

A equipe do Faustão na Band rodou o Brasil inteiro para conhecer mais de 5 mil cantores e cantoras que se inscreveram para participar de "A Hora da Decisão", a nova atração do programa que vai revelar um ícone sertanejo. Apenas 24 foram selecionados para a disputa que acontecerá todas as terças-feiras no palco da atração da Band.

Conheça aqui todos os participantes selecionados:

Alisson Viana

A música chegou na vida de Alisson pelo sonho de seu irmão, que sempre o incentivou a cantar. Ele tomou gosto, e aos 13 anos já se apresentava em Mogi Guaçu (SP), sua cidade de origem. Até 2020, ele se dedicava exclusivamente aos palcos, mas precisou arrumar um emprego na indústria têxtil logo que a pandemia começou. Hoje, aos 23 anos o que o fã de Edson e Hudson, Jorge e Mateus e Cristiano Araújo mais quer é voltar a viver daquilo que mais ama: a música.

Arthurzinho

Foi após ver o filme “Dois Filhos de Francisco” – aquele que conta a história de Zezé Di Camargo e Luciano – que Arthurzinho viu que queria ser cantor. Antes de se dedicar à música, esse paulistano de 28 anos foi garçom, vendedor de curso de inglês, e chegou até a cantar com Marina Ruy Barbosa em um evento. Agora, sonha em construir uma carreira digna de seus ídolos na música sertaneja.

Athirson Ribeiro

Foi ao impedir que um tio jogasse um violão no lixo que Athirson Ribeiro começou a se apaixonar pela música. Após resgatar o instrumento musical ele começou a entender que sua profissão estava ali. Aos 21 anos e nascido em São Raimundo Nonato, no Piauí, ele sonha em conquistar o Brasil assim como seu ídolo, o cantor Gusttavo Lima.

Bruna Lipiani

Em casa, a mineira de Belo Horizonte Bruna Lipiani vivia em meio à música: sua mãe cantava MPB, enquanto seus irmãos tinham uma banda de rock. Desde sempre muito desinibida, cantava em karaokês e aos 8 anos entrou para aula de canto. Na adolescência, a belo-horizontina de 23 anos se apaixonou pelo sertanejo graças às letras que falavam tanto com ela. Fã de Marilia Mendonça , Henrique e Juliano e Maiara e Maraisa, a cantora já chegou a começar a faculdade de moda, mas logo deixou de lado, afinal, ela não tem dúvidas que seu único lugar é na música.

Camila Caetano

Camila Caetano, 31 anos, começou a cantar na escola e logo foi ser vocalista de uma banda de rock. Ainda na infância, sonhava em ser jogadora de futebol. Porém, foi no ritmo de seus ídolos Bruno e Marrone e Milionário e José Rico que ela se encontrou. Recentemente, essa paranaense de Rio Branco do Sul deixou seu trabalho como servidora pública pois sua aposta é totalmente na música sertaneja.

Carol Valentim

Quando tinha 4 anos, a paulista Carol Valentim sempre estava atenta às rodas musicais que sua família formava. A partir dali, nasceu sua paixão pelo sertanejo. Logo aos 14 anos, começou a cantar em barzinhos e não parou mais. Sucesso na internet com os covers que gravou e postou nas redes sociais, ela já foi vista mais de 5 milhões de vezes. Fã de Chitãozinho e Xororó, Maiara e Maraisa, Marília Mendonça e Zezé Di Camargo e Luciano, Carol, de 20 anos, sonha em sair de Vinhedo, sua cidade natal, e ser a nova voz do sertanejo no Brasil.

Duda Motta

De Manaus, capital do Amazonas, vem Duda Motta. Ela começou na música aos 12 anos ao participar de um show ao lado dos primos. Ali, toda a sua família, principalmente sua avó, percebeu que ela levava jeito para seguir na carreira musical. A jovem de 24 anos - fã de Marília Mendonça e Bruno e Marrone - já tentou se aventurar em outros ritmos – até arriscou marchinhas de carnaval em um show -, mas seu amor é mesmo pelo sertanejo.

Éverton Santos

Durante a pandemia, Éverton Santos, de 29 anos, teve que vender alguns instrumentos musicais para seguir com as contas em dia. Mas nem isso desanimou esse sul-mato-grossense nascido em Ivinhema e morador de Dourados, do mesmo estado, de seguir em busca de seu sonho. Admirador de Bruno e Marrone, Gusttavo Lima e de Jorge e Mateus, ele atualmente divide sua rotina entre fazer shows à noite e trabalhar durante o dia na área de comunicação visual. 

Gabriel Hudson

Gabriel Hudson começou sua carreira na infância, logo após ganhar um violão e aprender com o avô duas notas (que bastaram para que ele seguisse em frente). A primeira compra que fez com o cachê de um show foi a de um brinquedo. Tendo o pai como grande incentivador, esse paulistano de 19 anos começou interessado em samba, mas logo se tornou fã de Edson e Hudson, Luan Santana e Gusttavo Lima e entendeu que seu destino era mesmo cantar sertanejo. 

Jefinho Dias

Antes mesmo de aprender a ler, Jefinho Dias já sabia cantar. Desde os primeiros anos de vida, esse gaúcho de Selbach foi presenteado pelo pai aos instrumentos musicais. Com isso, natural que ele não pensasse em outra carreira na vida. Hoje, aos 28 anos, ganha a vida cantando e dando aulas dos 9 instrumentos que sabe tocar. Ele tem certeza que “ A Hora da Decisão” é a chance de conquistar o Brasil de Norte a Sul. 

Kesia Souza

Fã de Roberta Miranda, Simone e Simaria e Lauana Prado, Kesia Souza participou do seu primeiro concurso de música logos aos 3 anos e já saiu com o troféu de vencedora. Profissionalmente, essa baiana de Porto Seguro já chegou a receber de cachê apenas o dinheiro para voltar para casa. Ao longo de seus 22 anos, ela até já teve outras profissões: trabalhou como vendedora de passeios e animadora de barco, mas quer mesmo é saber do microfone e do palco. 

Kivia Pascoal

Estações de metrô e grandes lojas de varejo foram os primeiros palcos de Kivia Pascoal. Acompanhada dos irmãos, ela já se apresentava profissionalmente aos 11 anos. Essa alagoana de Arapiraca até tentou largar a música e trabalhar com estética, mas a paixão por sertanejo falou mais alto, ela deixou os cuidados com a beleza de lado e hoje, aos 28 anos, quer mesmo seguir os passos dos ídolos Bruno e Marrone e Marcos e Belutti. 

Lara Zuzarte

Apaixonada por música desde a infância, mas longe de ser uma aluna exemplar, Lara Zuzarte tinha que se desdobrar na escola, afinal, seus pais só permitiam que ela cantasse se as notas fossem boas. Assim foi durante a infância e adolescência, até que ela saiu do colégio e passou a levar o trabalho nos palcos ainda mais a sério. A música é tudo na vida de Lara, sempre foi sua única profissão, e foi através dela que essa niteroiense conheceu seu marido, que hoje é seu produtor e empresário. 

Maick

Aos 43 anos, Maick vem de Ponta Grossa, no Paraná, com a certeza de que ser o mais experiente entre os 24 selecionados é um ponto positivo para a competição. Ele, que se divide entre shows e o trabalho de pedreiro, sonha em conquistar a mesma fama que ídolos como Milionário e José Rico, Matogrosso e Matias, Chitãozinho e Xororó e Edson e Hudson. 

Mara Sampaio

A cantora Joelma pode ser definida como uma espécie de madrinha de Mara Sampaio, de 26 anos. Foi depois de ganhar um CD da banda Calypso que essa mineira de Caratinga soube que seu futuro seria como cantora. Sempre incentivada pelo pai, seu maior fã, ela deixou pra trás trabalhos como cobradora de ônibus e motorista de aplicativo para chegar ao estrelato no sertanejo como Leonardo, Thaeme e Thiago e Luan Santana, seus ídolos. 

Mari Ribeiro

Filha de Raimundinho do Acordeon (aquele do “por isso eu vou na casa dela, ai, ai...), Mari Ribeiro vem de Juazeiro, na Bahia, e tem o desejo de ser cantora desde os primeiros anos de vida. Aos 13, se tornou profissional e comprou um sanduíche com seu primeiro cachê. Aos 20 anos, a fã de Marília Mendonça e Maiara e Maraisa sonha alto e quer que sua música faça dela uma vencedora do Grammy Latino, assim como seu pai. 

Max Anttony

Max Anttony era o “terror” da própria mãe ao transformar as panelas em bateria quando criança, mas isso nunca impediu que a família o apoiasse no sonho de ser um grande cantor. De Maringá, no Paraná, o jovem se espelha em Gusttavo Lima e Zé Neto e Cristiano para fazer sua voz chegar aos 4 cantos do país. 

Maycon Balbino

Nascido em Chapadão do Sul, Mato Grosso do Sul, Maycon Balbino, de 31 anos, atualmente trabalha na Secretaria de Segurança Pública de Campo Grande, mas o que ama mesmo é a música. Ele começou a soltar a voz ainda na infância e participou de pelo menos 80 Festivais da Canção. Desses, venceu 30. Mas o concurso que o fã de Chitãozinho e Xororó, Luan Santana e Gusttavo Lima mais quer vencer é mesmo o A Hora da Decisão. 

Rafaela Rocha

Aos 7 anos, a mineira Rafaela Rocha fez sua primeira apresentação musical na igreja. Quando cantou, sua mãe chorou. Ela ficou sem entender e achou que a mãe estava com vergonha. Só depois foi compreender que na realidade todos que ouviram sua voz apostavam que ela tinha futuro na música. A partir daí, seguiu cantando no espaço religioso e logo depois se especializou como cantora de bailes da terceira idade.? Hoje, essa belo-horizontina de 31 anos se inspira em Chitãozinho e Xororó, Marcos e Belutti e Lauana Prado para conquistar o público sertanejo. 

Rayane Gaby

A maranhense Rayane Gaby, de 25 anos, começou na música ainda criança por incentivo da avó. Por anos, formou dupla com um primo. Quando a parceria acabou, ela sequer cogitou desistir da música e abraçou a carreira solo, tendo como ídolos Marília Mendonça e Gusttavo Lima.? Uma das apresentações mais marcantes que essa moradora da cidade? Olho D’água das Cunhãs foi para apenas 3 pessoas, mas ela não desanimou? e isso só reforçou o sonho que ela tem de cantar para todo o Brasil.

Rhuan Pablo

Fã de Zezé di Camargo, Bruno e Marrone, Cristiano Araújo e Leonardo, Rhuan Pablo, de 26 anos, começou a entender que seu negócio era a música ao acompanhar os ensaios da banda de seu pai na garagem de casa. Da infância para a vida adulta, o sonho de ser cantor nunca saiu da cabeça, tanto que esse maranhense saiu de Maranhãozinho, sua cidade de origem, para São Luís, capital do estado, em busca de conquistar plateias no Brasil todo. 

Thais Lemes

Até os 20 anos, Thais Lemes só cantava em igrejas e não pensava em ser uma profissional da música. Mas aí os amigos falaram, insistiram, e essa mineira de Governador Valadares - que em breve completa 25 anos - resolveu largar as várias profissões que já teve – entre elas atendente de restaurante, funcionária de financeira e vendedora de casa de peças – para seguir na música e cantar com seus ídolos Jorge e Mateus. 

Thiagu Barbosa

De Guarulhos, São Paulo, Thiagu Barbosa vem de família musical e começou na carreira bem cedo. Com 31 anos, o mais perto que chegou de outra profissão foi durante o auge da pandemia, quando fez lives na internet jogando videogame para levantar uma grana. Porém, o que esse fã de Chitãozinho & Xororó, Zezé Di Camargo & Luciano quer mesmo é manter o controle do videogame apenas como lazer e ter sempre em mãos o microfone para cantar e conquistar o país. 

Thulio Moreira

Até 3 anos atrás, Thulio Moreira achava que sua carreira seria na advocacia e a música era apenas uma brincadeira que ficou na infância. Isso até esse jovem de 25 anos nascido em Pitanga (PR), participar do show de um amigo e ver que poderia pagar as contas – que estavam atrasadas – com a voz. Desde então, o fã de Hugo e Guilherme, Matheus e Kauan e Luan Santana não quer mais saber de leis e tribunais, mas sim de cantar.

Com informações e fotos da assessoria da Band.


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Publicidade

Veja também

Publicidade