O Planeta TV

A Fórmula: Amor, encontros e reencontros no lançamento da série

Fábio Assunção e Drica Moraes serão os protagonistas.

por Redação, em 21/06/2017

Foto: Divulgação/Globo

Entre tubos de ensaio, pipetas e seringas, em um ambiente decorado com elementos do mundo dos laboratórios, as histórias de amor e reencontros que permearão A Fórmula foram apresentadas à imprensa nesta terça-feira, nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. Os atores, que darão vida à nova comédia romântica na Globo, com estreia prevista para 6 de julho, receberam os jornalistas para um bate-papo, ao lado da direção, autores e integrantes da produção responsável pela nova série. “A Fórmula nasceu da premissa de uma história de amor e com o desejo comum a todo mundo que é conseguir uma segunda chance”, disse Marcelo Saback, um dos autores. Mauro Wilson, que também assina a redação final, completou: “É uma história de amor de um homem por uma única mulher. O Ricardo (Fabio Assunção) é apaixonado pela Angélica (Drica Moraes). A atração pela Afrodite (Luisa Arraes) acontece porque ela é a Angélica. Apesar de ser um amor de 30 anos atrás, ele se apaixona de novo pela mesma pessoa. No final, a idade é o que menos importa”.

Flavia Lacerda e Patricia Pedrosa, diretoras da série, comentam sobre esse triângulo amoroso. “É uma comédia romântica que tem a leveza e a graça da fantasia, por causa das transformações de Angélica em Afrodite. Espero que todos se divirtam com esse triângulo amoroso inusitado, entre um homem e duas versões da mesma mulher”, disse Flavia. “Foi maravilhoso trabalhar com essa equipe e com esse elenco. Uma sinergia no set que se vê na tela. Acho que ‘A Fórmula’ rompe com o formato tradicional com que estamos acostumados. Tudo isso com leveza, humor e muito romance”, define Patricia. 
 
Drica Moraes e Luisa Arrases, que dão vida à Angélica e Afrodite, brincaram com as semelhanças entre as personagens e chegaram ao evento com o mesmo vestido. “A gente não quis desapegar das personagens”, disse Luisa. “Gostei da brincadeira de ser Luisa”, brincou Drica. “E quisemos homenagear nosso figurinista, Cao Albuquerque, que arrasou durante toda série”, elogiou a atriz. Drica falou ainda sobre a dualidade de sua personagem, Angélica. “Eu acho que a série fala muito da beleza, mas de uma maneira geral, e não apenas da estética. Fala sobre experimentar a ‘flor da idade’, dos bônus e dos ônus de cada momento. O amor acontece em todos os tempos. E esse elenco é algo que nem sei. O tempo todo estávamos roubando um pouco do outro, uma risada, o jeito de falar... Posso dizer que foi um processo colaborativo único, eu nunca tive isso na televisão”, comemorou, emocionada. Luisa Arraes, que interpreta Angélica na fase jovem e também Afrodite, sua versão atual rejuvenescida, endossa que a troca entre todos foi essencial durante as gravações. “As meninas (diretoras) dirigem juntas, os meninos (autores) escrevem juntos, e a gente, eu e Drica, tivemos a chance de fazer a personagem juntas. Eu a assistia e ela me assistia. Foi um deleite, a coisa mais legal de todas, do mundo. Eu amo a Drica, ela é muito generosa. A gente já se amava fora de cena e trabalhar junto foi um complemento. Ela é muito especial”, declarou-se, empolgada. 

Foto: Divulgação/Globo

Fabio Assunção também falou sobre Ricardo, personagem que se divide entre as duas versões da mesma mulher. “É  uma comédia romântica deliciosa, que fala muito sobre o tempo, sobre a vaidade e com um elenco muito gostoso, foi uma delícia fazer”, disse o ator, antes de brincar que o empresário quase enlouquece com as duas mulheres na história. “Ele está tendo uma segunda chance de reencontrar uma mulher no mesmo ponto em que eles se separaram e isso trai a vaidade dele. Porque, na verdade, ele se apaixona realmente pelas duas. Mal sabe ele que o que mais o atrai na Afrodite é justamente a semelhança do seu outro amor, a Angélica. Ela quase fica louco com elas, coitado”, se divertiu ao contar. Klebber Toledo, que interpreta Ricardo na fase jovem, comentou sobre o personagem. “Isso aqui foi presentão. Que série bacana. Foi muito gostoso e já estou com saudades”, disse, antes de brincar com sua semelhança com Fábio: “Quando entrei na Globo, há quase 10 anos, sempre me diziam que um dia eu poderia ser o Fabio Assunção. Agora posso dizer que sou”. 

A Fórmula

Foto: Divulgação/Globo

O que você faria se tivesse uma segunda chance para reconquistar o amor da sua vida? Este desejo, tão comum a muitos, vira realidade em ‘A Fórmula’, comédia romântica escrita por Mauro Wilson e Marcelo Saback, com direção de Flavia Lacerda e de Patricia Pedrosa, com estreia prevista para o dia 6 de julho na Globo. Ter uma nova oportunidade, recuperar o tempo perdido e recomeçar. Assim será a história de amor de Angélica (Luisa Arraes / Drica Moraes) e Ricardo (Klebber Toledo / Fabio Assunção), ex-namorados que se conheceram na época da faculdade e planejaram uma vida juntos. Mas uma reviravolta do destino separa os dois. O mesmo destino que os unirá novamente, anos depois, em um reencontro em que os dilemas do passado e do presente se misturam, literalmente, de novas formas. “Uma atípica comédia romântica, recheada de humor e lirismo. Uma história de amor que atravessa o tempo”, afirma Marcelo Saback. “É uma série ágil, transgressora, provocativa e abusada. Com o amor como fio condutor e um ingrediente mágico”, conta Mauro Wilson. Flavia Lacerda, também fala sobre a provocação que a série gera sobre o tempo. “Acho que o público pode esperar uma reflexão bem humorada sobre a questão do passar dos anos”, diz Flavia. "É muito instigante e desafiadora a possibilidade de contar a história de um par romântico enquadrada numa estrutura triângulo amorosa", conclui Patricia. 

A Fórmula tem estreia prevista para 6 de julho, na Globo!.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade