O Planeta TV

A Escrava Isaura marca o dobro da média da concorrente em São Paulo

No Rio de Janeiro, o programa também é um sucesso.

por Redação, em 30/07/2020

Foto: Divulgação/TV Globo

O capítulo de A Escrava Isaura exibido na tarde desta quarta-feira, dia 29/07, manteve o segundo lugar isolado nas audiências de São Paulo e do Rio de Janeiro. Escrita por Tiago Santiago e com direção-geral de Herval Rossano, a trama foi ao ar das 15h16 às 16h03.

Em São Paulo, cravou o dobro da média da concorrente!

Marcou 8 pontos contra os 4 pontos de média registrados pela emissora em terceiro lugar. O pico da novela foi de 10 pontos; o share, de 16%.

Em julho, este mesmo placar (8 x 4) já havia sido fechado na praça paulista nos dias 2, 6, 15 e 20.

No mesmo mês, a trama superou o dobro da média da concorrente em 14 dias: 01 (quando ficou 14 minutos na liderança), 03, 09, 10, 13, 14 (quando bateu recorde do ano, com 9,4 pontos), 16, 17 e na sequência de 21 a 28. 

Já no Rio de Janeiro, ontem, o folhetim bateu recorde de audiência!

Chegando a ficar um minuto na liderança, A Escrava Isaura marcou sua maior audiência de 2020 na praça carioca: obteve 9,9 pontos de média. O pico chegou a 11 pontos, e o share atingiu 20%, o mesmo índice já considerado o melhor do ano, na região.
A concorrente terceira colocada ficou com 4,6 pontos de média no mesmo período.

Com informações assessoria de imprensa do SBT.



Publicidade

Comentários (2) Postar Comentário

Carlos comentou:

Olá...A Escrava Izaura, é um clássico da telenovela. Mostra que o grande público é apaixonado por novelas de Época. O ideal seria a RecordTv , continuar produzindo as novelas de Época. Obs: no rádio também a Escrava Izaura foi sucesso, em 1983 a rádio Record , produziu essa novela com um grande elenco de rádioatores, tendo no papel de Izaura, Arlete Montenegro, e no papel de Álvaro , Ezio Ramos.

Mario comentou:

Acho que esta novela coroou uma fase da Record
que foi até Máscaras, que afundou tudo. Atores
bons foram embora e o nucleo se reinventou com
as biblicas. Mas dá para retomar para valer, com
grandes autores, nomes e histórias, até porque
a fase biblica ja deu. O ibope à tarde das novelas
nao biblicas mostra que dá. Só não deu com os Mutantes

Veja também

Publicidade