O Planeta TV

Cinquentinha, a nova minissérie da Globo

Por: Em seu terceiro trabalho ao lado do autor Aguinaldo Silva – o primeiro foi em Senhora do Destino (2004) e o segundo em Duas Caras (2007) – Wolf Maya se mostra empolgadíssimo com a estreia da minissérie, no próximo dia 8. Veja a entrevista que a Globo.com

Cinquentinha, a nova minissérie da Globo

TV Globo – 23h
Minissérie de Aguinaldo Silva
Escrita por Aguinaldo Silva e Maria Elisa Berredo
Direção de: Cláudio Boeckel
Direção geral de: Wolf Maya e Cláudio Boeckel
Direção de núcleo: Wolf Maya

O DIRETOR

Em seu terceiro trabalho ao lado do autor Aguinaldo Silva – o primeiro foi em Senhora do Destino (2004) e o segundo em Duas Caras (2007) – Wolf Maya se mostra empolgadíssimo com a estreia da minissérie, no próximo dia 8. Veja a entrevista que a Globo.com fez com ele:

Qual é o diferencial de ‘Cinquentinha’?
“Vamos revelar como está esta jovem mulher brasileira madura. É tratado como uma comédia, mas vamos mostrar a revolução que a mulher contemporânea provocou com sua liberdade.”

O projeto nasceu como um seriado e virou minissérie. Que desafios isto traz para a direção do programa?
“A ideia original era um programa por semanas, mas a forma de o Aguinaldo Silva e Maria Elisa Berredo escreverem tem um tom sequencial. Seria impossível não apresentar os capítulos com assiduidade. O espectador ficaria ligado nos ganchos, na continuidade destas histórias. São três núcleos com famílias diferentes, comportamentos distintos, mas com os mesmos problemas.”

Você já trabalhou com alguns atores da minissérie. Como está sendo retomar esta parceria?
“Muito dos atores foram ‘inspiradores’ do Aguinaldo. Nós já nos conhecemos há muito tempo. Isso ajuda muito no processo de criação – ‘dá uma verdade’. Retomar esta parceria é um prazer.”

E a parceria com o Aguinaldo? Como foi o convite para assumir a direção do programa?
“ Aguinaldo Silva é um dos grandes autores do Brasil. Ele tem uma trajetória espetacular e se renova o tempo inteiro. E tento ser assim também, tenho sempre um olhar para algo que ainda não foi feito. Gosto de conviver com os jovens, tenho uma escola de atores. Esse convite tem a ver com o meu temperamento, minha história com o Aguinaldo Silva e a nossa forma de ver a vida. A gente se vê um pouco responsável em contar a nossa época.”

Algumas cenas de ‘Cinquentinha’ são grandes eventos, com muitos atores em cena. Você é especialista neste tipo de cena, que costuma dar trabalho. Qual a maior dificuldade?
“‘Cinquentinha’ realmente tem cenas com muitos atores porque em mais da metade dos episódios eles vivem juntos em uma mansão. Lembra muito marcações de teatro de comédia e de grandes clássicos. Faço um pouco inspirado nisso, gosto de marcar atores e isso dá um dinamismo ao projeto. O Aguinaldo já escreveu ‘Cinquentinha’ prevendo esta minha forma de realizá-la.”

Como será a trilha sonora de ‘Cinquentinha’?
“Nossa trilha é muito ágil, contemporânea. Estamos trabalhando com a música do momento, a que ainda será lançada. Isto nos traz muitas possibilidades, mas a pulsação de ‘Cinquentinha’ é pop.”

SINOPSE

Com estreia na Rede Globo nesta terça (08/12), Cinquentinha tem como ponto de partida um multimilionário à beira da morte - Daniel (José Wilker). Ele deixa em testamento uma espécie de missão impossível para suas três ex-mulheres: inimigas, elas terão que se juntar para administrar seus negócios em crise e fazê-los prosperar de novo. No time das principais competidoras estão Lara (Susana Vieira), Mariana (Marília Gabriela), Rejane (Betty Lago) e, para surpresa do trio, Leonor (Maria Padilha).

Um milionário à beira da morte e uma grande herança a ser disputada por três inimigas, suas ex-mulheres. Por ironia do destino - e do falecido -, este trio terá que se juntar em uma grande disputa. Para vencer esta batalha, vale tudo. Até mesmo confiná-las em uma mansão, "em uma espécie de Big Brother inesperado", nas palavras do autor Aguinaldo Silva. "Esta gincana é o fio condutor da história. Elas terão que provar que não são só fisicamente capazes, mas mentalmente também", completa ele, que assina 'Cinquentinha' ao lado de Maria Elisa Berredo. A minissérie de oito capítulos, com estreia na Rede Globo dia 08 de dezembro, tem direção-geral e de núcleo de Wolf Maya e direção de Claudio Boeckel.

Nesta competição não faltarão segredos, flagras, intrigas, emoção, constrangimentos e uma boa dose de humor. "É uma comédia pop, picante e sofisticada. Teremos cenas grandiosas, mulheres modernas e um ritmo frenético", adianta Wolf. 'Cinquentinha' tem no time das principais competidoras Lara (Susana Vieira), Mariana (Marília Gabriela), Rejane (Betty Lago) e, para surpresa do trio, Leonor (Maria Padilha). "São mulheres cuja idade passou dos 50 e chegou não se sabe onde, pois elas não dizem quantos anos têm nem mortas!", brinca Aguinaldo. Além de Daniel (José Wilker), dois homens circundam a vida dessas mulheres: o advogado Joaquim (Luis Melo), que tenta impor regras ao quarteto; e o roteirista e autor teatral Claus (Dalton Vigh), amigo - e às vezes amante - das três ex-esposas do falecido milionário em épocas diferentes.

O VILÃO

Carlo Berganti é o suposto quarto filho de Daniel. Bonito, educado, requintado e elegante. Até se descobrir pobre e filho bastardo. Sua chegada com a mãe vai alterar totalmente o rumo da história. E Carlo contribuirá de modo fundamental para isso, pois vai jogar pesado para afastar todos e assumir sozinho os negócios de sua nova família.

"Ele tem cara de anjo, mas é manipulador e perverso". Essas foram as palavras do escritor Aguinaldo Silva para descrever Pierre Baitelli.

O autor de "Cinquentinha", minissérie ainda por estreiar na Rede Globo, postou em seu blog pessoal uma foto do ator que vai substituir Reynaldo Gianecchini na trama.
Pierre interpretará Carlo, um vilão homossexual. Sobre o perfil do personagem, Aguinaldo justificou: "Eu já estava farto desses gays bonzinhos que andam proliferando na vida real e nas novelas".

Pierre estreou nas telinhas na minissérie "Capitu", na pele de Escobar, personagem que completa o triângulo amoroso formado por Bentinho e Capitu, protagonistas de "Dom Casmurro" de Machado de Assis, obra que inspirou o especial.

AS PROTAGONISTAS

LARA ROMERO
Será vivida por Susana Vieira. Sua filha e secretária particular, Celina, será feita por Thaís de Campos. Já sua neta Bárbara será de Monique Afradique, que namorará o pitboy Bruno, vivido por Daniel Ávila.
Lara tem um caso secretíssimo com Édson, seu motorista (ator ainda não escolhido); e uma terrível inimiga na jornalista fifi Eliete Queiroz (Paula Crosara), que faz tudo para descobrir – e divulgar – sua verdadeira idade.

MARIANA SANTORO
Marília Gabriela será Mariana Santoro. Danielle Winitz é sua filha Becky, uma veterinária, ex-mulher de João Alfredo (André Garolli), com quem teve um filho, Gabriel (João Pedro Zappa). O melhor amigo deste, Eduardo (Rafael Cardoso), tem 20 anos e um caso secreto com Mariana, que prefere sempre namorados muito jovens e a certa altura atrairá também outro amigo do neto: Sávio (Ítalo Guerra), 21 anos.

O problema é que Mariana, além de dos namorados jovens, vai chamar a atenção de Leila Fratelli, uma jornalista bissexual vivida por Ângela Vieira que passará a assediá-la.

REJANE BATISTA
Betty Lago dará vida à Rejane Batista, uma “hippie tardia” e adepta fiel de todas as práticas alternativas de vida. A única que foi casada de papel passado com Daniel Lopes de Carvalho, ela teve um filho, Daniel Júnior (Bruno Garcia), que é viúvo, trabalha numa plataforma de petróleo, e namora Fátima (Daniela Valente).

A filha de Daniel Júnior e neta de Rejane, Vanessa (Tatyane Goulart) é apaixonada por um rapaz chamado Olhão (Fabrício Santiago), que mora na favela e trabalha para o tráfico. A certa altura ela vai viver com ele no morro, para horror de todos, inclusive da empregada de Daniel Jr, Janaina (Zezé Motta), que também mora lá e não gosta da vida que leva.

ELENCO

SUSANA VIEIRA - Lara Romero
MARÍLIA GABRIELA - Mariana Santoro
BETTY LAGO - Rejane Batista
MARIA PADILHA - Leonor Berganti
JOSÉ WILKER - Daniel
LUÍS MELLO - Joaquim Batista
DALTON VIGH - Claus Martinez
ÂNGELA VIEIRA - Leila Fratelli
DANIELLE WINITS - Becky
BRUNO GARCIA - Daniel Júnior
DANIELA VALENTE - Fátima
ZEZÉ MOTTA - Naná
GUILHERME FONTES - Dr. Júlio Catão
MONIQUE ALFRADIQUE - Bárbara
DANIEL ÁVILA - Bruno Vilela
TATYANE GOULART - Vanessa
THAÍS DE CAMPOS – Celina
SELMA EGREI - Flávia
PIERRE BAITELLI - Carlo
LAURA PROENÇA - Marcella
RAFAEL CARDOSO - Eduardo
ROGÉRIO BARROS - Edson
PAOLA CROSARA - Eliete Queiroz
ANDRÉ GAROLLI- João Alfredo Flores
JOÃO PEDRO ZAPPA - Gabriel
ÍTALO GUERRA - Sávio
FABRÍCIO SANTIAGO - Olhão
ANDRÉ DALE - Papa
FLÁVIA VIANA

CURIOSIDADES

Vários foram os problemas em relação a escalação de elenco. Reynaldo Gianecchini, que estava cotado para viver o vilão Carlo, desistiu do personagem. Depois foi a vez de Marília Pêra, que já tinha cenas gravadas, também desistir da trama.

Inicialmente, Cinquentinha seria no formado de seriado, mas a direção da Globo – animada com a sinopse – a transformou em minissérie. A estreia estava marcada para outubro, mas acabou sendo adiada para dezembro.

CHAMADAS

O site O Planeta TV! capturou algumas fotos das chamadas da minissérie:





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também