O Planeta TV

"Amor e Intrigas" é a nova aposta da Record

Por: Gisele Joras é uma escritora e novelista brasileira nascida no Rio de Janeiro. Formou-se em arquitetura pela Universidade de Santa Úrsula, profissão a qual deixou de lado em função da paixão por escrever. Publicou em 2004 o livro Abra e Entre pela edit

"Amor e Intrigas" é a nova aposta da Record

Novela de: Gisele Joras
Escrita por: Gisele Joras, Antônio Carlos da Fontoura, Melissa Cabral, Maria Luiza Campo e Valéria Motta
Supervisão de texto: Luiz Carlos Maciel
Direção geral: Edson Spinello

A AUTORA

Gisele Joras é uma escritora e novelista brasileira nascida no Rio de Janeiro. Formou-se em arquitetura pela Universidade de Santa Úrsula, profissão a qual deixou de lado em função da paixão por escrever.

Publicou em 2004 o livro Abra e Entre pela editora Landscape. Em 2006, venceu o primeiro concurso de autores de telenovelas da Rede Record. Como prêmio, Amor e Intrigas, a novela cuja sinopse foi vencedora, está sendo produzida pela emissora em 2007.

A SINOPSE

"Amor e Intrigas" conta a história de duas irmãs --Alice (Vanessa Gerbelli) e Valquíria (Renata Dominguez)-- que vivem feito gato e rato depois que Valquíria, a irmã má, dá um golpe na própria família. Desgostosa da vida ao saber que criou uma cobra, Dilma (Ângela Leal) morre precocemente. De cara, percebe-se que Alice é a mocinha da trama --ela começa a história fazendo trabalho voluntário em uma escola de Ouro Preto, cidade de Minas Gerais onde vive com a mãe e a irmã.

Ao contrário dela, Valquíria é guiada pela ambição e, já no primeiro capítulo, arma um plano para ficar com todo o suado dinheiro da mãe. A megera aproveita uma das viagens de Dilma para Belo Horizonte e vende as máquinas da confecção que a costureira levou a vida inteira para montar. Quando ela e Alice retornam da viagem, coitadas, não encontram nem Valquíria, nem as máquinas.

A princípio, é claro, elas acreditam terem sido roubadas por um bandidão qualquer. Antes fosse, já que ao descobrir que a própria filha a deixou sem um tostão, Dilma sofre um derrame e morre. É quando começa a saga de mocinha sofredora de Alice. Desesperada e sem ter para onde ir, ela descobre o paradeiro da irmã e vai atrás dela no Rio de Janeiro

Para aliviar um pouco o sofrimento da protagonista, a autora Gisele Joras a presenteia com um príncipe encantado. E ela o conhece assim que chega ao Rio. Ao ver a irmã passando na rua, Alice sai correndo entre os carros e acaba atropelada. Neste momento frágil e delicado, Felipe (Luciano Szafir) aparece em sua vida. Ele a socorre do acidente e a leva para casa. É paixão a primeira vista. Porém, como nada na vida de uma mocinha pode ser fácil, o bonitão tem uma ex-namorada, Alexandra (Francisca Queiroz), que acredita que ele ainda lhe deve explicações... Mais problemas à vista.

Desamparada financeiramente, Alice também vai contar com a ajuda do novo namorado para arrumar um emprego e conseguir se sustentar até encontrar novamente a irmã, que a esta altura já está morando com Rafaela (Mylla Christie). O amigo de Felipe, Luciano (Carlos Bonow), consegue que Alice trabalhe em sua gráfica. Ao descobrir a boa ação, Alexandra arma um jeito de demitir a moça. É bom Alice se acostumar, pois virão muitas lágrimas pela frente.

ELENCO

Vanessa Gerbelli - Alice
Renata Dominguez - Valquíria
Luciano Szafir - Felipe
Francisca Queiroz - Alexandra
Ester Góes - Dorotéia
Heitor Martinez - Petrônio
Denise Del Vecchio - Celeste
Bianca Castanho - Antônia Fraga
André Bankoff - Pedro
Nicola Siri - Mário
Adriana Garambone - Débora
Márcio Kieling - Francisco (Kiko)
Laila Zaid - Janaína
Gabriela Durlo - Christina
Carlos Bonow - Luciano
Bruna di Túllio - Fabíola
Mylla Christie - Rafaela
Matheus Rocha - Paulo
Valéria Alencar - Neide
Jonas Bloch - Camilo
Rogério Brito - Sérgio
Valquíria Ribeiro - Ana
Silvia Bandeira - Mãe de Antônia
Eliete Cigarini - Adelaide
Gorete Milagres - Jacira
Luiz Guilherme - Anselmo
Cássia Linhares - Sílvia
Manoelita Lustosa - Telma
Otaviano Costa - Bruno Molinaro
Fany Georguleas - Bia
Lucas Cotrin - Hugo
Lívia Rossi - Joyce
Rose Lima - Eva
Cris Carniato - Carol
Léo Rosa - João
Beto Bardawill - Cícero
Keruse Bongiolo

MUITAS EXPECTATIVAS

Em Amor e Intrigas, novela que substitui Luz do Sol na Record, a emissora resolveu ousar. Mas não com cenas de ação ou histórias superdiferentes, características que têm marcado os folhetins da casa. E sim ao apostar em uma autora novata, Gisele Joras.

A expectativa é que a história escrita por ela consiga superar a média de 9 pontos alcançada pela trama atual da veterana Ana Maria Moretzsohn. "É um folhetim clássico e que trata da perda de valores éticos. Dá um frio na barriga ter essa responsabilidade em mãos, mas estou feliz", resume a estreante, que venceu um concurso de roteiristas realizado pela Record em 2005 e por isso foi escolhida.

A expectativa em torno do trabalho da moça é grande. O sempre exagerado Walter Zagari, superintendente comercial da emissora, diz que a intenção da emissora é alcançar os 17 pontos de média. "O sonho é sempre alcançar as dezenas e não a unidade", afirma. E para justificar essa empolgação, ele se apóia em dados concretos. "Não temos mais espaço publicitário para vender até 31 de março de 2008", esnoba. Cada inserção de 30 segundos custa, desde Prova de Amor, R$ 200 mil.

Edson Spinello, diretor da trama, já é mais pé no chão. Homem de poucas palavras, não fala em números, mas aposta no elenco e no enredo para emplacar a novela. "O elenco é bom e a história é boa. Nem parece que a Gisele Joras nunca fez teledramaturgia", opina.

O desenrolar de Amor e Intrigas tem início em Ouro Preto, Minas Gerais. Valquíria, de Renata Domingues, dá um golpe em sua família ao vender todas as máquinas da confecção de sua mãe e foge para o Rio de Janeiro. "Ela é ambiciosa e inescrupulosa. Estou adorando porque é totalmente diferente da Cecília de Bicho do Mato", compara Renata.

A mocinha da história é irmã da vilã. Alice, interpretada por Vanessa Gerbelli, também segue para o Rio depois de sofrer esse golpe e é lá que encontra o galã da história, Felipe, personagem de Luciano Szafir. "A minha idéia é fazer esse mocinho como um verdadeiro príncipe encantado", antecipa o ator.

E não é apenas o bonitão que praticamente seguiu direto dos estúdios de Vidas Opostas para o de Amor e Intrigas. Nicola Siri, Silvia Bandeira, Léo Rosa e Heitor Martinez são alguns dos muitos rostos repetidos. "Depois do Jacson eu queria folga. Mas fui convencido porque o personagem é bom", justifica Heitor. Na trama ele interpreta o mau-caráter Petrônio, que usa uma identidade falsa para conseguir o que quer e se junta a Valquíria em suas falcatruas.

Há outros ex-globais na história. Como Sérgio Menezes, Mylla Christie - que se emocionou na coletiva de imprensa - e Carlos Bonow, convidado pelo diretor Edson Spinello. "Já tinha trabalhado com ele em Malhação. Não tinha grandes perspectivas na Globo e aqui na Record dá para ser gente grande", analisa o ator, ao falar da troca de emissora.

Amor e Intrigas é a décima novela da Record desde a retomada da produção de dramaturgia, em 2004. O custo médio por capítulo é de R$ 170 mil. Com o incansável lema "a caminho da liderança", os diretores da emissora comemoram a venda de seus folhetins para 32 países e proclamam que, em 2010, esperam ser os primeiros em audiência.

Apesar de alguns escorregões - Bicho do Mato ficou aquém do esperado e Luz do Sol também - eles apostam na queda de audiência da Globo para crescer em cima do deslize alheio. "A audiência das novelas da Globo tem caído a cada ano. Temos certeza de que nosso próximo folhetim será um sucesso, porque os telespectadores estão migrando para cá", avalia Zagari.

OS PROTAGONISTAS

Na pele do promotor Leonardo, de Vidas Opostas (2006), Luciano Szafir tinha a missão de combater as maracutaias do delegado Nogueira (Marcelo Serrado). A tarefa, no mínimo complicada, rendeu críticas positivas ao ator e mostrou à Record que Szafir estava preparado para encarar um novo desafio: o de protagonista. Afinal, o fracasso de Metamorphoses' (2004) não serve como exemplo.

Szafir será o mocinho de Amor e Intrigas', novela que vai substituir Luz do Sol, às 20h45. O peso do papel, no entanto, não parece preocupar o ator, que estreou em meio a críticas em Anjo Mau, há dez anos. "Qualquer papel é sempre muito enriquecedor. Acho até que a palavra protagonista está ultrapassada. Antigamente ela fazia sentido. Hoje, outros personagens têm peso, vários núcleos e histórias se desenvolvem paralelamente. Não sinto o destaque'', diz Szafir. Nesse aspecto, o ricaço Felipe é muito parecido com o ator. Apesar de ter tido a sorte de ser bem-nascido, não faz disso um fardo. Leva a vida sem estresse, gosta de esportes e é o braço direito da mãe, vivida por Esther Góes. "Felipe é um protagonista clássico: correto, bonito e apaixonado'', conta a autora Gisele Joras.

Depois de um tempo morando em Nova York, ele voltará ao Brasil e encontrará Alice (Vanessa Gerbelli). A moça, que irá ao Rio de Janeiro para procurar pela irmã golpista, Valquíria (Renata Domingues), será salva de um atropelamento por Felipe. "A Alice é contra os moldes de mulher que a mãe dele deseja para o filho. A ex-namorada que não admite perder também não vai deixar barato. Aí entram o "amor e as intrigas' do título'', brinca o ator. Se o personagem terá de enfrentar duras críticas para viver esse amor, o mesmo não acontece com Szafir. A performance do ator têm agradado - e muito - a autora Gisele Joras. "Vi o teste que ele fez com a Vanessa Gerbelli e fiquei satisfeita com o resultado'', diz Gisele.

ANDRÉ BANKOFF MUDA O VISUAL

André Bankoff muda o visual para viver Pedro em Amor e Intrigas. Pedro é designer e trabalha em uma agência de publicidade. É um homem tímido e acaba alimentando uma paixão platônica por Alice (Vanessa Gerbelli), que mora na pensão de sua mãe, Celeste (Denise Del Vecchio). Pedro tenta esconder de Alice o que sente e se torna seu melhor amigo. Está sempre disposto a ajudá-la quando ela precisa.

E mais...

Antônia (Bianca Castanho) é designer e divide um apartamento com a amiga Fabíola (Bruna Di Tulio).

Irmã de Marcos (Guilherme Boury), Antônia trabalha em uma agência de publicidade. Na Caleidoscópio, conhece Pedro (André Bankoff) e fica apaixonada por ele.

A CHAMADA

O site "O Planeta TV!" capturou algumas imagens da chamada de elenco da novela:

A ENTREVISTA COM A AUTORA

Entrevista a seguir é da TV Press:

Amor e Intrigas é sua primeira novela. O que o público pode esperar dela?

A trama central parte da rivalidade entre duas irmãs, que é um clássico. Todo o resto se desenvolve a partir daí. Vai abordar temas atuais e ação de forma bem-humorada. É uma novela a que gostaria de assistir. Acordo todos os dias feliz da vida, me divirto muito escrevendo. Espero que o público reaja da mesma forma.

Em 2005, você venceu um concurso de roteiros da Record, no qual recebeu R$ 20 mil. É uma aposta da emissora. Como lida com a cobrança?

Não me sinto pressionada, o clima é ótimo. Nunca imaginei que um trabalho de televisão pudesse fluir tão bem. A Record está apostando no talento da minha equipe. O Luiz Carlos Maciel é meu supervisor, mas ainda não houve qualquer detalhe que ele desaprovasse. Se por acaso houvesse trataria com naturalidade, já que sou estreante.

Amor e Intrigas tem antecessoras de baixa audiência, Bicho do Mato e Luz do Sol. Além disso, há outras três novelas nas emissoras concorrentes no mesmo horário. Como pretende driblar as adversidades?

Minha preocupação é fazer bem meu trabalho. Estou concentrada nisso. Acho que a audiência é um efeito deste empenho, mas não tem como adivinhar como será a resposta. Enquanto estou escrevendo, não penso na concorrência, mas em trabalhar da melhor maneira possível. A novela é uma obra aberta, não terei apego se algo for rejeitado pelo público e tiver de ser modificado.

Como surgiu a idéia para a novela?
Não me inspirei em nada. Um texto começa a nascer de maneira aleatória, é um processo misterioso. À medida que fui escrevendo, os elementos se encaixaram e aos poucos foi se desenvolvendo a história de "Amor e Intrigas".

Você escreveu um livro, Abra e Entre, além de ter participado de outro, Treze Roteiros Mágicos. Sentiu dificuldade para criar Amor e Intrigas?

Um livro e uma novela são muito diferentes, a começar pelo formato. Mas são idênticos no processo de criação. Quando estou escrevendo, entro num estágio tal de concentração que me desligo do mundo exterior e penetro no universo da minha obra. Sempre quis escrever novela, sou noveleira. Quando soube do concurso, achei que poderia participar. Me concentrei nisso e deu tudo certo.

O site "O PlanetaTV!" resolveu fazer uma entrevista inédita com a autora quando a novela chegar no capítulo 30. Assim faremos perguntas inéditas e não 'repetitivas' como normalmente acontece no lançamento de uma novela. Aguardem!




Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também